O reencontro com o casal Sílvia e Jaques




A um tempo atrás,  relatei aqui uma experiência muito gostosa que tive com uma moça, a quem dei o nome de Sílvia. Na ocasião,  estava presente o seu marido Jaques. 
Mas o que  veio a seguir foi bem mais interessante. 
Como já relatei no conto anterior. Sílvia tinha curiosidade em conhecer alguém do meio bdsm, (dominador)
Fui apresentado a esse casal por uma amiga em comum,  a Ana luz.  Com quem já tive uma relação muito gostosa.
Bem. Então vamos aos fatos. 
Depois do nosso primeiro encontro,  comecei a manter contato com  Sílvia,  e  de vez em quando conversava também com Jaques. 
Ressentimente,  fui informado por eles, que voltariam aqui na minha cidade,  pra aproveitar as férias de julho. 
Quando fiquei sabendo dessa notícia,  já fiquei animado, e minhas conversas com Silvia começaram a esquentar.
Sílvia dizia que queria mais do que uma simples foda,  dizia que queria sentir na pele o e ser uma submissa e me deixava louco de tesão com sua petulância,  ela me desafiava me dizia que da outra vez foi pega de surpresa mas que dessa vez ela iria acabar comigo na cama.
Para minha surpresa,  Jaques também passou a me mandar mensagens com mais frequência e dias antes de virem ele jogou as cartas na mesa.
Disse que traria a mulher dele pra dar pra mim, porem tinha uma condição.  Ele iria particular de tudo.
Não posso negar que isso me deixou um pouco grilado.  Pois no primeiro encontro,  ele apenas nos observou,  e a principio eu nem sabia que ele estava espiando. 
Mas também não posso negar que  aqui me deixou com um puta tesão. 
Eles chegaram no início da semana,  e assim que consegui conciliar uma folga do trabalho,  marcamos um encontro. 
Cheguei no rancho Onde eles estavam,  por volta das dez horas,  eles já estavam bebendo e pelo que notei já tinham bebido muito. 
O rancho e bem fechado,  com muros altos e uma bela piscina, apesar de ser na beira do rio o local tem uma ótima privacidade.
Sílvia estava usando um vestido vermelho,  na altura dose joelhos, estava com os cabelos soltos na altura da cintura e usava um batom muito vermelho. 
Estávamos já bastante a vontade quando Jaques se levantou e foi até o carro.  Levantou o porta malas e  ligou o som.
Nesse momento Sílvia se levantou e começou a dançar.
Sílvia tinha um rebolado felino, dançava e rebolavá vagarosamente. .. Deu uma olhada cúmplice para o marido,  o qual fez um leve gesto de aprovação com a cabeça. 
Ele veio e se sentou ao meu lado, me deu um tapinha nas costas e disse :
___ Tá vendo?  Isso sim é que é ser um  dominador,  eu nem preciso mandar,  somente olho pra ela e ela já sabe o que  devefazer. 
Comecei a dar risada e Jaques também. 
Sílvia dançava se insinuando pra nós e a todo instante subia um pouco mais o vestido. 
A cena era deslumbrante. .. E  a cumplicidade do casal era simplesmente incrível.  Tamanha sintonia não deixava dúvidas de que eles já eram experiêntes nesse tipo de encontro. 
Me perdi por uns instantes na dança de Sílvia e enquanto me deliciava com aquele cena,  Jaques começou a se masturbar.
Sílvia caminhou maliciosamente até o marido que estava sentado ao meu lado,  pegou no pau dele, me olhou bem nos olhos,  e disse_me:
____Posso chupar o pau do meu marido senhor? ?
Aqui foi como puchar um gatilho.  Mudei de feições na hora, senti como se um choque percorresse todo meu corpo.  Meu pau ficou duro que podia sentir ele lutando pra sair pra fora da calça. 
Como ela estava ajoelhada na frente do marido e ao meu lado.  Não tive dificuldades em alcançar minhas mãos em seus cabelos. 
Enrolei seus cabelos em minhas mãos,  a puchei em minha direção como se eu fosse beija_lá.  Segurando seu rosto bem próximo ao meu, eu a encarei em silêncio por alguns segundos.  Até ela abaixar as vistas.  
Eu disse não. .. VC não pode chupar outro na minha frente sua vadia.  
Nesse momento fiquei de pé,  levantei Sílvia segurando forte em seus cabelos e a empurrei até uma coluna. Colei seu rosto com cuidado na parede e falei bem suave em seu ouvido :
Não se atreva a sair daqui.  Senão vai apanhar na frente do seu maridinho. 
Só então olhei para Jaques, ele continuava lá,  sentado com olhar fixo em nós.  E se masturbando.
Sem nenhuma pressa,  eu me afastei e comecei a tirar minha roupa, tirei também seu vestido,   quando terminei,  retirei meu cinto da calça,  juntei as duas mãos de Sílvia às costas e as amarrei. 
A respiração dela estava acelerada, então notei que ela estava curtindo a brincadeira. 
Mais uma vez a adverti para que não se movesse,  dei uma mordida forte em sua nuca.  Ela gemeu,  e desci dando leves mordidas pela sua costas até chegar em sua bunda,  quando cheguei ali, comecei a lamber e a explorar aquele rego com a língua. 
Sílvia se empinava e rebolava na minha cara.
Quanto mais eu lambia mais ela rebolava,  e conforme ela empinava a bundinha eu conseguia alcançar sua bucetinha,  que denunciava seu tesão,  pois seu sabor não deixava dúvidas. 
Fiquei assim por um bom tempo,  alternando minhas lambidas entre seu cuzinho e sua bucetinha.  Até que ela anunciou que iria gosar. 
Quando ela disse que iria gosar,  parei de chupa_la.  Me levantei,  e disse que ainda não era à hora. 
Virei Sílvia pra mim e beijei sua boca. Ela parecia enlouquecida,  seu beijo era molhado e sedento.
Me afastei dela um pouco e ofereci meu pau pra ela chupar. Ela se ajoelhou em minha frente e começou um delicioso boquete.  
De início de leve,  depois fou acelerando,  como ela estava com as mãos amarradas eu a segurava pelos cabelos e a forçava contra meu pau.  As vezes ela se engasgava e começou a sair lágrimas dos seus olhos. 
Daí eu aliviava um pouco. Mas ela começou a tentar engolir o pau inteiro,  e nas tentativas acabava se engasgando,  porém não desistia. 
Ela chupava com tanta fúria e desejo que rapidamente gosei em sua boca. 
Enquanto eu estava gosando ela me olhou nos olhos e sugou tudo, até a última gota  deu um lindo sorriso e se levantou.  Soltei suas mãos dei um belo tapa em sua bunda e disse em seu ouvido :
____Daqui a pouco tem mais. 
E fui ao banheiro,  tomei um banho de água fria e voltei. 
Ao entrar na sala.  Vi uma linda cena.  Sílvia estava de quatro beijando o marido,  completamente nua e com a bunda virada pra porta.
Vendo aquela cena,  não resisti.  Cheguei  por trás e cai de boca naquele rabo delicioso. 
Eu alternava minha chupada com tapas e massagens em sua bunda. 
Sílvia mais uma vez disse que iria gosar e mais uma vez eu a impedi.
Sentei_me ao lado de  Jaques e a puchei pra mim. 
Vendo ela me chupar Jaques reclamou.
____ Porra cara, deixa eu gosar também depois você pega ela pra você. 
Então eu o olhei seriamente e disse. 
____Corno do caralho,  ela já é minha. 
Motivada pela disputa,  Sílvia chupava mais gostoso ainda.  E por vezes chamava a atenção do marido para que  olhasse o quanto ela chupava gostoso. 
Sentindo que gostaria outra vez eu me levantei,  puchei Sílvia pra junto de mim  e finalmente a penetrei.  Fiquei olhando em seus olhos enquanto meu pau ia deslizando pra dentro de sua bucetinha quente e molhada,  podia ver o prazer que sentia com a penetração.  Ela urrava alto e se agarrava em mim, cravando suas unhas em minhas costas. 
Como ela estava de pé,  e ela é mais baixa do que eu,  ela ficou nas pontas dos pés pra sentir meu pau indo até o fundo. 
Passei minha mão por baixo da sua perna esquerda e a fiz erguer a perna,  encaixei sua perna nas voltas do meu braço e sem avisar eu a suspendi nos braços apoiando sua outra perna no braço direito. 
Com o susto que ela levou com esse movimento,  ela se agarrou em mim.  Então o encaixe foi perfeito. 
Comecei a levanta_la e soltala_la  no meu pau.  Cada estocada eu podia sentir meu pau tocar no final da sua bucetinha.  Ela estava em transe,  pulava pra cima e me arranhava e me beijava o tempo todo. 
Sentia seu peso sobre meu pau e senti seu mel escorrer pelas minhas pernas e  saco. 
Quando percebi que ela tinha gosado sem me avisar ,  fiquei muito puto,  mas o tesão era tanto que nem me preocupei em castiga_la. 
Dei mais algumas estocadas  e a levei até uma mesa na varanda.  Sem sair de dentro dela nenhum momento. 
Eu a sentei na mesa e continuei fodendo com força. 
Depois de algumas estocadas ela me empurrou pra trás,  desceu da mesa e virou as costas pra mim. Comecei a foder aquela bucetinha por trás.  Quando eu estava prestes a gosar,  eu segurei seus cabelos com uma das mãos e com a outra eu dava tapas em sua bunda que rapidamente ficou toda vermelha. 
Sílvia era uma mulher feita para o sexo.  E mais uma vez gosou gemendo e chingando palavra sem sentidos. 
Depois que ela gosou,  sai de dentro dela e a puchei pra sala, onde estava Jaques. 
Ele estava com um copo nas mãos,  bebendo algo.  Eu a coloquei sentada ao lado dele e comecei a bater com o pau na cara de Sílvia, que não perdeu tempo e caiu de boca.
Mas eu já estava explodindo de tesão e gosei como um louco. 
Tenho ejaculação farta e modéstia a parte, tenho muita pressão.  Na hora do goso,  tirei o pau da boca de Sílvia e bati uma punheta na cara dela. E quando gosei foi porra pra todo lado. 
Só depois do orgasmo que me dei conta de que até Jaques foi atingido. 
Com isso caímos todos numa crise de risos. 
Sai dali, peguei uma cerveja e fui pra piscina. 
Sílvia e Jaques saíram rindo pro banheiro  e demoraram a voltar.  
E isso foi apenas o início. ..
No próximo contarei como comi o cuzinho de Sílvia no sítio dos seus pais.
Até a próxima.  
Foto 1 do Conto erotico: O reencontro com o casal Sílvia e Jaques

Foto 2 do Conto erotico: O reencontro com o casal Sílvia e Jaques

Foto 3 do Conto erotico: O reencontro com o casal Sílvia e Jaques

Foto 4 do Conto erotico: O reencontro com o casal Sílvia e Jaques

Foto 5 do Conto erotico: O reencontro com o casal Sílvia e Jaques


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario chermengo

chermengo Comentou em 25/12/2018

Bem light esse BDSM




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


92455 - atração fatal. O início. - Categoria: Fetiches - Votos: 4
92461 - Primeiro anal com Aninha - Categoria: Fantasias - Votos: 3
92467 - Minha putinha quer pau no cuzinho. - Categoria: Fantasias - Votos: 3
92468 - Fiz amor com Aninha. não foi sexo. O fim!! - Categoria: Fantasias - Votos: 3
92523 - O nascimento de um dominador. - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 2
92524 - enrabada na frente do marido. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
93026 - realizando uma fantasia anal com minha ex - Categoria: Fantasias - Votos: 1
95461 - amiga da Ana luz - Categoria: Fetiches - Votos: 2
101109 - uma foda inesquecível - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 3
102387 - sadomisada no reencontro - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 6
104477 - no cuzinho da casada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
127682 - Deu o rabo por raiva do corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil jhoumontana
jhoumontana

Nome do conto:
O reencontro com o casal Sílvia e Jaques

Codigo do conto:
104226

Categoria:
Fetiches

Data da Publicação:
04/08/2017

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


Contos de sexo comi o cu da vendedora de revista novinhaConto erodico comi a pastora depois do cultoContos eroticos incesto de carnavalcontos eróticos piveteContosminhamulhecontos eróticos gay taxicontos veridico mulher casada ,mas nao resistiu ao travesti bem dotadoRelatos de marido corno bebado e esposa puta bunduda dando para outroscontos eróticos gay dei meu cuzinho para o pai do meu colegacontos incestos eu e minha irmã no acampamentocudida por meu filho contos eroticoscontoeroticoputaFoto picudo fudenos as casadadois pirocudos espludiram a buceta da novinhaminha mulher me contou a traiçao e como foi arrombadaDaniel contos erticos gayscantos eroticos tres meninos e comeram fe gosaran dentro de mimcontos eroticos. dando carona para uma senhoraquero assistir um vídeo pornô mulher casada toma todo o leite o motorista do Uberminha mae e ninha tia contoblog+cartoon+novinho+na+zoofilia+blognovinha sendo estrupada rasgando toda no c****** de rodelasContos eroticos esposa com o instaladorparque bacacheri conto eroticocontos titia do cuzinho gostosoconto de incesto anal com fotoscontos menage masculinofilmes eroticos de casadas sendo estrupadas por borracheiroPornor.galei.minha.conhadaestória cu irmãzinhameu pai me fez de putinha gaypornô pai e filho em quadrinhoscontos casada e a vizinha dando e tomando porracontod eroticor papai e seus amigoscontos eroticos quer duas picaPauzudo gelado a camaconto erotico de exibicionismo na praiacontos eroticos brincando peladoa buceta grande da mamae depois de uma limpeza quadrinhosconto erotico entrei no banheiro femininocontos eróticos nao aguentei o tamanho do dote do travestiporno sogrinha bebada chupou contosconto dei para meu inclinoxvidios gay fica arobandowww.phorno d mozconto erotico com padrinhoContos eroticos seios mordidascontos eroticos arrombei o cu da mulher do meu irmao k ela chorouLeila Infiel lésbica sexo com negão encanadorcontos eroticos de sub 24/7Xvidio encoxatriz de frente em conducaoconto erotico tia vizinha de 50 anosconto erotico vaquinha de quatro plugperdi as preguinhas do cu quando era pequenavireo amante do meu filhoconto falado depiladora travestiminha esposa putacontos o negao me comeu no mato da estradaultimos contos sadoultimos contos sadocontos eroticos amigos do meu maridocontos eroticos incestos trai meu marido com meu filhotemadrasta transou com o enteado disfarçado de ladrão.Contos animados papai tio e padrinho me foderam muito quando novinhaconto esposa quer emprenharcontos de corno triangulo amoroso de minha esposamenini dragao porno hq gaycontos sexo inversaocontos eroticos gay garanhãoContos de cdzinhacontos fudendo minha tia tatuada gostosamila adoro ser encoxadaFim de semana no sitio o caseiro comeu o meu cu e da minha irma mas depois ele mamou meu pau e eu comi ele e minha irmaporno gay priminhobundudohq porno swing festtia safadagibiquadrinho de sexo gayzoofelia com cazaisesposa de corno humilhadocontos fetiche por rola preta enormeconto erotico orgiaconto sobrinha safadinha senta no colo do tio dentro da van ele gosa nekacontos eroticos comeram minha namorada carlinha 2relatos eroticos grelao contra grelaoconto erotico do mendigobucetaon vermelho molhado escorrendo com