PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 1



Oi pessoal me chamo Magali hoje tenho mais de 60 anos moro em São Paulo.
Sou do interior de Minas Gerais moramos na fazenda meus pais eram super enérgicos estudávamos em escola na fazenda mesmo.
Eu já tinha 18 anos morava com papai e mamãe na fazenda chegou um peão de nome Cícero 10 anos mais velho, como fui criada na fazenda minha mãe não falava nada de sexo pra mim eu era totalmente inocente Cícero muito bonito mas eu nem ligava em vez enquanto ele saia mais meu pai iam até a cidade e voltavam bêbados meu pai adora uma pinguinha um dia eles saíram cedo e voltaram só a noite, meu pai chegou e mandou servir janta pra ele e pro Cícero minha mãe totalmente submissa serviu eles jantaram já tarde Cícero foi pra casa dele.
De manhã eu tava lavando roupas Cícero chega até mim fala.
-Magali voce é muito bonita quer namorar comigo.
Eu fiquei vermelha de vergonha falei.
-Meu pai mi mata se eu tiver gracinha com homem.
Ele deu risada me deu uma encoxada e falou.
-Deixa de ser boba vou pedir voce em namoro.
Continuei meu serviço já a tarde tava fazendo janta meu pai chega e fala.
-Magali faz mais comida porque Cícero vem jantar aqui hoje.
Cícero não saia de casa chegou na hora da janta Cícero vem e janta depois da janta tava lavando louça meu pai me chama e diz.
-Magali o Cícero quer casar com voce eu faço muito gosto eu e ele já acertamos o casamento.
Eu tentei retrucar tinha raiva daquele moço, mas meu pai deu a palavra final.
Começamos a namorar eu inocente não sabia de nada da vida nos primeiros dias Cícero pegava nos meus peitos e falava.
-Minha namorada tem uns peitão parece uma vaca leiteira.
Eu ficava com vergonha um dia ele e meu pai saíram e voltaram bêbados meu pai fala.
-Magali servi janta pra mim e seu namorado tamos com muita fome.
Servi janta os dois comeram feito dois lobos deu uma certa hora meu pai e minha mãe foram dormir ficou só eu e Cícero em casa aquela época não tinha energia na fazenda nós usávamos lampião, tava uma noite bem clara era verão meu pai mandou apagar o lampião pra economizar querosene Cícero me leva pra fora de casa e começa me agarrar eu muito inocente achava normal ele falava que éramos namorados que era normal.
Nesse dia eu tava com um vestido de chita bem fininho tava usando uma calcinha que minha mãe tinha feito e não usava soutien nunca tinha usado meus seios eram de médios pra grande Cícero abriu meu vestido me deixou quase nua só de calcinha começou chupar meus seios ela falava.
-Nossa que peitões voce tem parece uma vaca leiteira.
Ele começou a passar a mão na minha buceta que era bem peluda ele abaixa a calcinha enfia um dedo dentro da minha buceta nessa hora senti uma dor mas tinha que ficar quieta senão ele me batia.
Ele me leva pro paiou me joga em cima de umas sacas de café arranca minha calcinha com violência pega seu pau abre minhas pernas e começa a querer me penetrar eu falo.
-Para da doendo vou contar pro meu pai.
-Se contar eu te mato sua vaca, voce e minha namorada tem que fazer tudo que eu quiser.
Ele meteu aquela vara que por sinal era bem grande sem dó senti um tranco dentro de mim, quase desmaie de dor dentro da buceta, agora ele metia sem dó a dor começou a passar minha buceta começa ficar molhada da dor passou ficou gostoso mas eu de vergonha chorava, não sei quanto tempo ficou bombando aquele pau dentro de mim, em dado momento ele começa a gemer alto e sinto uma coisa dentro de mim parecia que ele tava fazendo xixi dentro de mim depois que fui saber que ele tinha gozado e enchido minha buceta de porra.
Fui pra casa deitei comecei a chorar de manhã levantei fiz o café Cícero veio tomar café em casa depois ele e meu pai saíram pra trabalhar.
Passei o dia com dor na buceta mas tinha vergonha de falar pra minha mãe e se falasse alguma coisa ela contava pro meu pai, a tarde meu pai e Cícero volta da lida os dois janta meu pai vai dormir e minha mãe também, e tudo acontece de novo Cícero me leva pro paiou tira minha roupa fode minha buceta de novo agora eu tava até gostando ele gozava todo dia dentro de mim.
Certo dia Cícero chega pro meu pai disse que tinha que ir ver a mãe dele que estava doente e que voltava depois de uma semana, Cícero foi embora eu comecei a sentir enjoo minha mãe me chama e faz eu confessar ela conta pro meu pai que eu estava grávida ele me deu uma surra e mandou minha mãe dar um jeito.
Meu pai leva eu e minha mãe na casa de uma mulher eu e ela entramos a mulher me chama manda eu entrar em um quarto manda eu deitar tirar a roupa tirei ela vem com outra moça abre as minhas pernas envia uma coisa na minha buceta senti tanta dor que desmaie.   
Acordei sentia muita dor dentro da minha xoxota, a mulher entra com minha mãe e fala.
-O serviço ta completo pode levar ela embora.
Fomos pra casa meu pai nunca mais falou comigo minha mãe só me xingava eu não sabia que acontecia, passaram tres meses nada de Cícero voltar um dia meu pai fala.
-O voce se arruma amanhã cedo vou na cidade e vou te levar.
Obedeci de manha cedo vejo minha mãe me deu uma trouxinha onde tinha umas roupas minhas subi na carroça meu pai sem falar nada me levou na cidade, atravessamos a cidade entramos em uma outra estrada andamos um tempo eu avisto uma casa grande ele para e me fala.
-Voce vai ficar aqui seu lugar é aqui.
Manda eu descer joga minha trouxinha de roupa no chão sai uma mulher gorda fumando um cigarro de palha e me fala.
-Vem aqui moça vem entra no começo voce vai estranhar um pouco mas depois voce acostuma.
Eu entrei aquela mulher de nome Beti me leva pra um quarto e fala.
-Voce dorme aqui põe sua roupa ali e vem me ajudar.
Fui pra cozinha tava fazendo comida era muita comida nunca tinha visto tanto mas fui ajudando dona Beti ela falava.
-Fia no começo e meio difícil mais depois se acostuma recebo muitos amigos aqui a noite, tenho mais sobrinhas que moram comigo, voce agora é minha sobrinha é só me obedecer que tudo vai dar certo.
Fazia tudo que ela mandava ajudei na cozinha já era na hora do almoço começaram aparecer umas moças quase peladas elas davam risadas uma falou.
-Tia quem é essa sobrinha sua.
-Essa é Maka chegou hoje voce como a mais velha aqui vai ensinar o serviço pra ela.
-Pode deixar tia.
Ela Vanda uma mulata muito falante e disse pra mim.
-Que foi Maka namorado comeu e fugiu.
Fiquei quieta ela fala.
-Esses homens e assim mesmo comi nois e se manda,
A tarde cozinha limpa tudo arrumado dona Beti me chama.
-Deixa eu te ver sem roupa pra ver par quem vou te apresentar.
Tirei minha roupa ela olha e fala.
-Primeira coisa e limpar essa buceta ta muito cabeluda, Vanda vem cá.
Vanda veio dona Beti fala.
-Arruma essa menina ela começa hoje.
Vanda me levou pro banheiro pega uma navalha e fala.
-Quietinha meu bem senão machuca.
Ela começa depilando me deixa toda depiladinha minha buceta fica lisinha feito bucetinha de criança.
A noite chega começa a chegar homens na casa chega um senhor era fazendeiro Beti me chama e fala.
-Maka atende esse amigo meu.
Ele me pega na mão e me leva pro quarto lá manda eu tirar a roupa ele me olha e fala.
-Bem que Beti falou voce é linda.
Ele tira sua roupa me joga na cama pega seu pau coloca na entrada da minha buceta e começa a me fuder, aquilo entrava dentro de mim rasgando eu sentia dor minha buceta tava apertada ainda, e fica me fudendo minha buceta começa a ficar molhada aquele velho me fodia devagar me beijava mordia meus seios em dado momento sinto uma coisa estranha minha buceta fica encharcada eu tava gozando pela primeira vez eu sinto ele gemer e sinto seu pau crescer dentro de mim e solta um jato dentro de mim.
Ele levanta se vesti e fala.
-Moça eu volto amanhã.
Ele foi embora dona Beti entra e fala.
-Vamos vai se lavar hoje o movimento ta bom.
Me lavei voltei pra sala chega um moço de uns 20 anos dona Beti me chama e fala.
-Vai com filho do coronel ele quer completo capricha lá.
Entrei no quarto ele me coloca sentada na cama tira seu pau pra fora e manda eu por na boca confesso que senti nojo mas dona Beti tinha mandando eu fazer tudo que os clientes quisessem. Ele coloca aquilo na boca mandava eu chupar igual sorvete, fui chupando aquilo crescendo dentro da minha boca em dado momento ele geme alto sinto um jato dentro da minha boca ele tinha enchido minha boa de porra e fala.
-Engole sua puta senão eu não pago.
Engoli aquilo tive nojo, mas ele mandava, ele arranca minha roupa pega seu pau começa a enviar na minha buceta ele soca sem dó me segura pela bunda morde meus peitos eu sentia um dor do caralho o pau dele era bem grosso, ele goza de novo agora dentro da minha buceta, ele fala depois eu volto quero comer seu cú sua vadia.
Ele foi embora tava na cama chorando dona Beti entra.
-Vamos tem mais gente querendo voce.
Volto pra sala dona Beti me chama e fala.
-Atende o coronel ele meu amigo capricha no atendimento.
Entramos no quarto ele senta na cama manda eu sentar e fala.
-Como voce é bonita tenho dó de moça igual voce aqui no puteiro.
Abaixei a cabeça só fiquei ouvindo aquele homem falar.
-A partir de agora voce é exclusiva minha ta ninguém mais de fode enquanto eu tiver vivo.
Ele me manda tirar a roupa fico pelada ele vem começa a chupar minha buceta ai que sensação gostosa eu gozei feito louca
Depois ele me come bem gostoso enche minha buceta de porra me deixa um bom dinheiro e fala.
-Amanhã eu volto.
No dia seguinte ele volta a tarde dona Beti toda contente me fala.
-Tirou sorte grande em sua biscatinha.
O coronel me levou pro quarto chupou minha buceta de novo gozei na sua boca ele põe seu pau na minha boca agora fazia uma chupeta com gosto meu macho me bancava chupava seu pau até ele encher minha boquinha de porra um dia ele muito carinhoso me colocou de 4 passou um creme no meu cuzinho foi metendo bem gostoso sentia um tesão do caralho ele bombava feito louco no meu cú eu gozava com uma boa puta goza, seu pau deslizava dentro do meu cu.
Fiquei exclusiva dele por mais de dois anos até que ele morre em confronto com bandidos.
Voltei pra sala muitos me queriam até que conheci João um caminhoneiro que me levou pra São Paulo.
Foto 1 do Conto erotico: PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 1

Foto 2 do Conto erotico: PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 1

Foto 3 do Conto erotico: PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 1

Foto 4 do Conto erotico: PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 1

Foto 5 do Conto erotico: PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 1


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario maysoujun

maysoujun Comentou em 25/06/2018

Nem sei se acho bom o que aconteceu, mas vc deve ter tido uma vida de muitas experiencias

foto perfil usuario rosaamora

rosaamora Comentou em 25/06/2018

Nossa, achei essa sua história tão triste...

foto perfil usuario muitoputo

muitoputo Comentou em 25/06/2018

Hummmm sempre fui fissurado em putas bem deliciosas. ..bem vagabundas...nossa amo sabe.. Adorei seu conto sua biscatona gostosa. ..e suas fotos tbm..beijos




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


119884 - PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 24
119939 - PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 3 - Categoria: Heterosexual - Votos: 19
119979 - MEU CLIENTE VIP - Categoria: Fantasias - Votos: 18
120017 - TRATAMENTO DE PRIMEIRA - Categoria: Heterosexual - Votos: 21
120120 - PERDEU O CABAÇO CAIU NA VIDA - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
120741 - KAREN A LOIRINHA BOQUETEIRA - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
123580 - DUAS PRIMAS DUAS BUCETAS - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
137145 - INAUGURAÇÃO DE JULIANE - Categoria: Fetiches - Votos: 9
137188 - TIRANDO CABAÇO DO GAROTÃO - Categoria: Heterosexual - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil makalibiscate
makalibiscate

Nome do conto:
PAPAI ME DEIXOU NA ZONA 1

Codigo do conto:
119928

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
25/06/2018

Quant.de Votos:
19

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


historia em quadrinhos meu selvagem e atrevido filhoconto erotico transei com meu tio e minha maeconto erotico com o açougueirowww.contos eroticos patroa trai marido dando cu pra manino novenho pauzodocontos eróticos vizinho roludo 25 cmanimes porno mãe e filhoEstourei um cabaço contosdeu a buceta no presidio contosMeu patrao dono da empresa que eu trabalho ele me convidou eu pra eu ir passear na sua lancha conto eroticoNo cuzinho doi loirinha novinha conto eroticoContos eroticos Transa de reconsiliação forçadaContos eroticos de corno lua de melconto erotico- empregada casada contandocontos gays de incestos.com/ novinho fui violentado por meu pai me viciei no pau delecontos eroticos eu minha amiga e meu maridocontodegay dormindoContos eroticos fui fudida pelo meu sogrocontos eróticos com fotos esposa fumou maconhawww.quadradinho erotico.com/quadrinhos zoofilia.cfmsogracontoeroticoContos eroticos patrao no cu nao so boquetejogos online quadrinhos eroticoscontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosconto menagefiquei toda assada conto erótico conto erotico gay com o motoboyContos eróticos foda de sobrinha que foi fodida pelo tio e o primo ao mesmo tempoconto erotico gay iniciaçao com airtona primeira vez com empregada conto eroticover gibis eroticos da caçadoraperdi as preguinhas do cu quando era pequenafotos d mulheres so d calcinha box cm a buceta inchadaCuzinho do novinho gaycontos eroticos gay chupador de cumae safadona empina o rsbo po filhocontoseroticos de corno.meu genro é o meu cornocontos com fotos esposas loba de cornoencoxada no onibus conto eroticocontos cdzinhascontos eroticos chuva douradaperdi as preguinhas do cu quando era pequenawww.relato erotico de corno e sua putinha com dotado.com.brcontos herotico namoradaConto virgem dei so o cuzinho para cunhadomae de amigoquadrinho eroticocontos eróticos dei pra medico que se apaixonoucasal bi fudendocontos eróticos gay comie o cu do garotinho chatocontos er feriado dormiucontos eroticos abusada porgarotospm comeu meu em campinas conto erotico gay 2019Sua vizinha.com gordas com o cu todo esfolado i a buceta cheia de porrax porno em quadrinho no campo de refugiadocontos erótico pau enorme e grossohq porno segredos da tia paulineprimo cantageando xvideos gayEsfreegando a pica na maninha inocenti contos eroticcosCROSS DRESSER SHORTINHOScomendo a bucetinha da lucinha e o cuzinho da ritinha contos eroticoscontos eróticos empresáriaconto erotico trepando com o irmao do meu namoradoquadrinhos porno cúmplices de um resgateultimos contos eroticos com fotosfui corno na praia de ponta negrafui penetrada por um jumento num hotel, traição. conto eróticohomens na praia de nudismoBlack Wade: O Lado Selvagemdo Amor - Parte3conto erotico de tanto meu marido existirconto erotico de primo saradoconto erotico mulher casada vingar do marido ponta grossacontos eroticos secretaria peitudacontos veridico garotinho mega dotado comeu a vizinha casada escondido do maridocontos esposa sem vergonha no churrascoContos eroticos de mae e filhosmeu filho gozou na minha cara contos com fotos