DEPOIS DE MUITO TEMPO - PARTE DOIS



Nossa como o tempo passa, quase seis meses da minha primeira transa com Jorge e minha vida em família tinha caído na rotina de novo, casa marido filha... Transava com Jorge principalmente quando meu marido não me procurava ou me tratava mal, mas por causa da desconfiança da minha filha, que toda as vezes que eu brigava com meu marido saia e voltava para casa radiante passei a evitar o Maximo sua aproximação, e por falar em minha linda filha... Marina tinha completado 18 anos no mês passado, como estava bonita   magra um pouco mais alta que a mãe cabelos pretos longos, e também de olhos verdes, seios pequenos, uma bundinha arrebitada, modéstia a parte era mais bonita que eu. Tinha um namorado Daniel era seu nome, muito bonito alto moreno corpo atlético bem definido, meu marido estava até com ciúmes do rapaz e eu claro,   já tinha dado umas olhadas para o belo corpo do rapaz. Ia ter um casamento no sábado e tínhamos sido convidados, foi quando a noite meu marido me comunicou que por causa da empresa iria viajar por duas semanas, partiria na quinta feira a tarde, fiquei muito chateada com sua viagem, e voltamos a brigar feio novamente a discusão envolveu tudo dinheiro trabalho falta de sexo e só terminou com a intervenção de Marina que resumiu tudo em uma frase, Deixa mãe ele não liga para nós mesmo, meu pai saiu batendo a porta, eu estava morrendo de raiva, naquele momento pensei em sair correndo e me aconchegar nos braços do Jorge, mas me conformei, pois minha filha disse que iria com o namorado e eu poderia ir junto com eles, a igreja estava cheia e depois da cerimônia, fomos para a festa encontrei algumas amigas e papo vai papo vem, estava ficando entediada quando fui tocada no ombro por uma mão que me convidou para dançar e quando me virei uma surpresa era Jorge, queria me atirar em seus braços beijá-lo, mas como estava com minhas amigas, só sorri e aceitei, saímos para dançar, Jorge perguntou por meu marido, disse que estava viajando e não queria falar dele, pois estava com raiva, Jorge deu um sorriso me apertando contra seu corpo, tentei me afastar, pois minha filha poderia estar olhando, mas Jorge me segurava firme meu corpo grudado ao dele comecei a sentir seu cacete e minha boceta começou a melar de tesão, senti que iria me entregar a Jorge novamente, pedi para parar de dançar, Jorge foi buscar bebida, minha filha e seu namorado vieram até nos, apresentei o Jorge e minha filha disse que já o conhecia da loja de eletrônica,   e com um sorriso malicioso me disse: já que eu tinha arrumado uma boa companhia eles iriam embora, sorri e minha filha me deu um beijo no rosto, falou baixinho aproveita mãe você merece, eles foram embora, Jorge disse que queria ficar só comigo, fomos para o carro Jorge me beijou e levou a mão até minhas coxas me arrepiando estava carente e Jorge percebeu isso tocou minha bocetinha dizendo estar com saudades levei minha mão ao seu cacete estava tão tesuda que senti minha calcinha molhada, Jorge disse que queria me comer na minha casa, eu disse que seria perigoso, mas ele insistiu eu estava com raiva do meu marido melada e com muita vontade, aceitei sem pensar mais nas conseqüências, Quando Jorge parou o carro em frente de casa, olhei em volta não tinha ninguém na rua entramos em silencio, na sala Jorge sem perder tempo me bolinava e eu me entregava a suas mãos carinhosas, tirou meu vestido me deixando nua, sugava meus seios e eu gemia baixinho tirei sua calças e seu cacete surgiu bem duro ajoelhei e abocanhei seu pau gostosamente, engoli até as bolas mamei gostoso, Jorge disse quero te comer na sua cama minha putinha
safada...Peguei em sua mão e fomos pro quarto...Mas quando acendi a luz foi uma surpresa geral minha filha na minha cama gemendo sendo penetrada pelo namorado, fiquei alguns segundos sem ação, pois eu também estava ali nua segurando a mão do meu amante, minha filha estava agora sentada na cama com a mão no rosto chorando, fui em sua direção abracei, minha filha que falou baixinho desculpa mãe, eu disse que não precisava se desculpar, pois não estava fazendo nada de errado, que isso era natural e um dia iria acontecer, Jorge esperto deu sinal para Daniel se aproximar abraçando Marina e dando muito carinho, Jorge me levantou me abraçando, pensei em me afastar, mas eu precisava dele naquele momento, minha boceta melada ardia de tesão, queria seu cacete urgente, estava arrepiada...Jorge me apertou contra seu pau duro me fazendo gemer, e sem perder tempo me deitou na cama abriu minhas pernas caindo de boca em minha boceta sua língua tocava meu clitóris me levando à loucura, me chupava com maestria Daniel fazia o mesmo com Marina, olhei para minha filha estiquei meu braço e lhe fiz um carinho    dizendo baixinho vamos curti depois conversamos, vi um sorriso de aprovação em seu rosto......Marina levantou e pegou o belo cacete do Daniel e começou a chupar   com vontade engolia tudo e soltava e voltava a engolir a danadinha sabia chupar um cacete, mas nesse quesito eu sou mestra e queria mostrar a minha filha quanto eu era boa nisso Jorge urrava com minha língua em seu cacete, Marina não ficava atrás e nós estávamos deixando eles loucos,   eu queria ser penetrada e Jorge entendeu meu sinal colocou seu cacete na entrada da minha buceta molhada e penetrou dei um gemido e num vai e vem rápido me comia gostoso eu estava tão tesuda e carente que minha boceta quente prendia seu pau e gemendo comecei a gozar levando o Jorge a gozar também, Daniel e Marina estavam abraçados e maravilhados com a nossa transa...Mas para não quebrar o clima e também aproveitar a oportunidade pedi e Marina consentiu, peguei o pau do Daniel e coloquei em minha boca chupando com vontade, Jorge com sua língua habilidosa chupava os peitinhos de Marina a fazendo gemer, eu me deliciava com o cacete do Daniel em minha boca, Jorge passou a beijar as coxas de Marina e abrindo suas pernas levou sua língua até sua boceta chupando seu clitóris a fazendo ela gemer e rebolar em um orgasmo maravilhoso, Daniel aumentou seu ritmo e urrando gozou com seu pau latejando em minha boca, aproveitei cada gota de seu esperma engoli o que pude e o que escorria aparei com o dedo e dei a Marina que chupando meu dedo engoliu o resto, abracei e dei um leve beijo nela, mas a safadinha me pegou de jeito e me deu um beijo de língua e foi descendo sua boca e beijando meus seios abriu minhas pernas e beijou e chupou minha boceta com sua língua quente me fazendo gemer, Vi Daniel de pau duro novamente, eu queria cavalgar em seu pau, eu me posicionei e fui colocando minha boceta no cacete dele enterrando até o talo também eu estava toda melada, subia e descia gemia gostoso em seu cacete, do meu lado vi Marina ficar de quatro na cama e Jorge por traz colocou seu pau na entrada da bocetinha dela e foi penetrando devagarzinho. Vi Marina rebolar, gemer e gozar no pau do Jorge, eu sabia que ele metia gostoso, quando senti que eu também ia gozar acelerei minha trepada flexionando meus dedos contra meu clitóris, urrei de tesão estava tendo um orgasmo intenso levando Daniel a gozar junto comigo foi tão intenso que até escorreu, chegou a molhar a cama. Marina que tinha pedido para Jorge gozar em sua boca, chupava seu cacete com vontade e ele urrando gozou gostoso e a danadinha engoliu tudo e sorrindo me disse mãe você é maravilhosa... Marina e Daniel levantaram e saíram e já na porta do quarto apagou a luz e antes de fechar a porta disse foi a melhor noite de minha vida eu te amo muito mãe...Deitada na cama coloquei minha cabeça no peito de Jorge que me deu um beijo, me abraçou colando seu corpo no meu, adormeci em seus braços, pois   nós sabíamos que tinha mais por vir.....


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario

Comentou em 06/04/2013

Com repeteco, fica ainda melhor!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


10960 - Sou Amante de Minha sobrinha - Categoria: Incesto - Votos: 5
11840 - DEPOIS DE MUITO TEMPO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
13810 - Do Bom e do Melhor - Categoria: Incesto - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico porrinha louca

Nome do conto:
DEPOIS DE MUITO TEMPO - PARTE DOIS

Codigo do conto:
13605

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
02/09/2011

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


quadrinhos rrticosconto erotico gay vendendo meu namoradocontos eroticos suruba com a mamãeContos comi o cu da cuidadora"MINHA 1ª VEZ FOI NO CUZINHO (FOI ÓTIMO)"conto erótico traiçãocontos eroticos fudeno na garupaHentai em forrest gumpQuandrinhos eroticos amigos de longa dataminha filha de seis anos ja tem a bucetona bem larga/contos eroticosContos eroticos chupei minha mulher e minha filhaconto erorico tio brinca esposaritual parA cunhadinhauma cantada no trabalho conto eroticocontos eróticos meu amigo toca nos meus peitosenrabada pelo negao contosmenini dragao porno hq gaycache:LylcghEHlBUJ:mozto.ru/allessy69 contos velha mae de colega dando cuperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos erótico campo grandeConto meti meu pau de.28cm. No cu da maninhaanal eroticocontos eroticos zoofilia:tesao por cavalosconto erotico putinha fazendaGordas goloza porolacontos eróticos na voz de Julho amêndoas de mulheres que gostam de trepar dentro do ônibuscontos verídico de capu de fusca da amiga lesbicaa mulher maravilha beijando com a mulher cilarconto de encesto filho drogadoPirralhos fudendo casais contoscontoeroticodfpunheta e lactofilia en beachContoerotico, mae dando de mamarpornoponogayconto erótico gay dormindo só de cuecacontos eroticos patrao tarados por domesticasContos gay pau pequenoconto eroticomeu vo chupava minha buceta todo diamulher fodendo com o ginecologista frente ao seu marido e ele nao reparacontos eroticos gay putinhaUber de pau durocontos Papakuconto erotico irma putinhacomi o cu da minha esposa a forca contos eroticosex mulata do sargentelli metendodei para 3negos contosPorno fia louca pada po pai erelatoscontos erotico arrobaram meu cusinho virgem sem do nem piedade chegou sangrar sem pararconto erótico mamando no mendigoconto erotico as difíceisContos eroticos homossexuais: andando de cavalo com o bundudoconto gay professorcontos eroticos gay chupador de cuconto eroticocontos eroticos com videos. deichei meu marido fuder a minha amiganinfetinha decho o marmanjo goza dentro delaContos eróticos chifre na minha camaedinara chupa ate gosacontos erotico em quadrinho arrombando a minha mae no churrascoconto erotico da filhAfotos d chupando a xoxota contoe eroticocontos eroticos xilocainapormo menina meteno com cachorro pela primeira vez e fica engatadakixx40comi a xota dela/contoconto erotico mulher carente se mastubandoconto erotico meu pradinho e muito picudovideos grates ramyst sexoarrombaram minha mae contos cornosManuela Monte porncontod,swing rm porto seguroContos fudendo com professor coroa gordo dlccontos incesto erotico filhaConto Erotico Mae No VeraoEU, PAPAI E O GINECOLOGISTA DE MAMÃE – PARTE 1ultimos contos sadoloira rabuda calcinha fudendo menhor comtos erotico espoza aniga bebada vovó bundudafilmes de sexo rapas fode lucasdesenhos porno quadrinhossobrinhasafadacontoconto etotico padrinhocontos erotico dividindo a sua esposaconto erótico sobre homens que adora espia mulheres no banho gozando dentro pela primeira vezConto erotico de evangelica de belemcontos eroticos de coroas greludas com fotosbrexei a gostosa de vestido sem caucinha bebendo la em casaConto erotico marido so olhando outro homem comer a massa de sua esposacontos eroticos sofri mas aguentei tudo na frente de meu maridoconto gozando na fraldafoto de gostosa mostrando àbucetinha todas meladascunhada moralista acabou chupando meu pau