Tentando entender a origem de minha putaria



Desde que eu me conheço por gente, ou seja, desde o começo de minha vida, eu lembro de ter tido algum tipo de contato "diferente" com meu irmão. Éramos uma família normal, que morava em uma casa normal e a vida seguia quase normal, exceto pelo pequeno detalhe que fez toda a diferença em minha vida: eu e meu irmão ficávamos muito tempo juntos.
Meu irmão é quatro anos mais velho que eu. Me recordo nitidamente de quando eu tinha uma certa idade, minha curiosidade era enorme em relação à sexo. Eu nem sabia o que era isso, mas quando eu mexia na minha "periquitinha", na minha inocência, e eu o fazia onde estivesse, sempre era repreendida. Tudo relacionado à ela era feio, errado, pecado...Meu irmão tinha uma periquitinha diferente, eu queria uma daquelas, porque, quando ele fazia xixi podia apontar o jato para onde quisesse e eu não tinha como fazer aquilo. Eram constantes os toques que dávamos um no pequeno órgão do outro. Não tinha sensação alguma além do frio no estômago por, talvez, ser flagrados por alguém que dizia que aquilo era feio e errado.
Fomos crescendo, a curiosidade aumentando. Em alguma época, por causa de comerciais e filmes na televisão, passamos a brincar de namorar, o que para nós consistia em, basicamente, encostar nossas bocas e rolar pelo chão fazendo aquilo. Constantemente batíamos a cabeça um no outro e no chão...namorar era difícil e dolorido, mas, sempre que víamos uma cena de namoro na televisão as pessoas estavam se escondendo, então fazíamos o mesmo escondidos. Não existia malícia, apenas curiosidade...se bem que, de minha parte existia malícia sim, eu sentia uma grande necessidade de mexer na minha periquita. Eu tinha sensações gostosas mexendo nela. Comecei a instigar meu irmão a me ajudar. Eu baixava minha calcinha e mandava meu irmão fazer uma espécie de massagem nela. Eu não tinha orgasmo, ainda era muito nova pra isso, mas sentia um formigamento nas mãos e frio no estômago. Depois eu retribuia acariciando meu irmão. Com o tempo isso foi ficando mais versátil, eu, como sempre, é que tomava a iniciativa. Ainda muito cedo eu assisti meus pais fazendo sexo, não uma, mas algumas vezes. Era bom assistir aquilo, era escondido. Minha mãe parecia sofrer tanto algumas vezes e em outras vezes, logo em seguida, parecia estar sentindo algo tão bom...não tinha como entender aquilo. Eu tentava fazer a mesma coisa com meu irmão, mas nunca dava certo. Era comum eu me esconder debaixo da cama de meus pais e assistir tudo através de uma grande espelho que ficava na porta do guarda roupas. Eles faziam barulho, gemiam, pareciam estar passando mal. Assim que tudo terminava e ficava em silêncio, eles abriam a porta do quarto e iam até a cozinha. Era o momento que eu aproveitava para voltar para o meu quarto. Fomos crescendo e, lá estava eu, fazendo boquete no meu irmão. Eu adorava fazer aquilo, mas ele tinha que lamber muito a minha bucetinha para retribuir. No começo ele sentia um pouco de nojo, mas com o tempo, vendo que não tinha o gosto de xixi que tanto ele imaginava ter, acabava sendo comum isso acontecer. Como éramos jovens (muito, mas muito mesmo), quando chegávamos da escola nossa mãe nos mandava tomar banho e não repudiava meu pedido de que tomássemos banho juntos. Era o meu momento. Com o tempo meu irmão começou a sentir prazer com aquilo tudo, esfregávamos o sexo um no outro e experimentávamos sensações deliciosas. Eu ainda não menstruava quando tive meu primeiro orgasmo. Eu nem sabia o que estava acontecendo, só sentia algo bom e parecia que tinha fogos de artifício explodindo dentro de minhas entranhas. Foi muito legal o dia em que meu irmão gozou pela primeira vez. Antes disso acontecer ele quase conseguia me penetrar, passávamos um bom tempo nos esfregando, sexo com sexo, até termos nossas sensações gostosas, mas como já tínhamos aulas sobre reprodução humana e corpo humano na escola, começamos a ter medo de uma possível gravidez. Como quem não quer nada eu resolvi questionar mais sobre o assunto com minha professora e fiquei maravilhada ao saber que não tinha como engravidar se a mulher não estivesse no período fértil, ou seja, eu ainda nem tinha menstruado pela primeira vez, então eu estava segura! Voltamos às esfregações e, como não havia aparente problema, eu deixava meu irmão gozar dentro de minha boca, coisa que me deixava extremamente excitada. Eu adorava engolir o gozo dele e ele me prometia sempre que, quando eu conseguisse gozar de verdade ele também engoliria o meu gozo. Meu irmão foi meu primeiro homem e eu fui a primeira mulher dele. Eu não poderia ter tido melhor companhia para tudo isso, desde o primeiro beijo até algumas coisas que me envergonho em dizer que fiz. Sem nenhum pudor nós dois nos permitimos muitas coisas. Coisas que nem sabíamos o nome, mas conhecíamos a sensação. Foram coisas muito boas, que merecem ser contadas e relembradas...e algumas coisas ruins,que jamais conseguirei esquecer, por mais que tente. No final das contas tivemos um bom lucro, ficamos bons no que nos ensinamos a fazer, nunca tivemos alguma doença e nem uma gravidez. E sinceramente, não me arrependo de nada do que fiz em minha vida!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario casalfetiche81

casalfetiche81 Comentou em 09/11/2019

Por favor. Me conta o que são essas coisas ruins que tu fez? Fiquei extremamente cuirioso e excitado




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


142089 - O pau mais lindo do mundo - Categoria: Incesto - Votos: 83
142131 - O resultado da festa - Categoria: Incesto - Votos: 54
142299 - Curtindo meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 37
142572 - O banho do papai - Categoria: Incesto - Votos: 39
142957 - Tentando preencher o vazio - Categoria: Heterosexual - Votos: 16
143093 - Fim de ano diferente - Categoria: Incesto - Votos: 14
143541 - Mulher maravilhosa - Categoria: Lésbicas - Votos: 17
143636 - Minha primeira festa - com Kátia - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 16
143925 - Finalmente fui possuída por meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 38
144114 - Decisões - Categoria: Incesto - Votos: 13
144178 - Casa nova - Categoria: Incesto - Votos: 18
144637 - Novo Dia - Categoria: Incesto - Votos: 9
144685 - O Jantar - Categoria: Incesto - Votos: 7
144929 - A Festa - Categoria: Incesto - Votos: 12
145306 - Minha Cunhada - Categoria: Incesto - Votos: 16
145317 - Dia após dia - Categoria: Incesto - Votos: 17
145360 - O Dia do Pagamento - Categoria: Incesto - Votos: 6
145362 - O Pagamento - Categoria: Incesto - Votos: 14
145569 - Recebendo Visita - Categoria: Incesto - Votos: 12
145905 - Conhecendo uma trans - Categoria: Travesti - Votos: 21
145965 - Novamente Michele - Categoria: Travesti - Votos: 13
146019 - Fazendo caridade - Categoria: Travesti - Votos: 17
146211 - Virei cliente - Categoria: Travesti - Votos: 19
146295 - Pau velho - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
146364 - Mais uma festa - parte 1 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
146756 - Mais uma festa - continuação - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
146827 - Fim de semana com a cunhadinha - Categoria: Incesto - Votos: 9
146878 - Presente para a cunhada - Categoria: Incesto - Votos: 15
146903 - Domingo especial - Categoria: Lésbicas - Votos: 10
146931 - Lembranças do passado - Esperma do papai - Categoria: Incesto - Votos: 16
147008 - Irmão e Cunhada - Categoria: Incesto - Votos: 8
147012 - Realizando a fantasia com meu irmão - Categoria: Incesto - Votos: 19
147052 - Posse voltar para casa, mas não já! - Categoria: Incesto - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil amandhinha
amandhinha

Nome do conto:
Tentando entender a origem de minha putaria

Codigo do conto:
146898

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
08/11/2019

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Contos de 10 segundos de Mulheres nuas na lua de melconto erótico em Belémcontos incesto forcado em quadrinhoconto erotico corno virtual comi a mulher do meu amigo no meu aniversário no banhero ela mi deu o presentesogra safadinha de vestido curtinho tirando uma rapidinha com genro na garagem boa f***comendo a mae contosconto gay de lingerie e o negaohistoria em quadrinho porno traicaocontoerotico de garotinhasSo contos de incestos de filha indo visitar o pai separado da maecontos eroticos sentada no colo do papai noel heterofilha excitada seduz padrasto na cozinhabalconista lambeu minha xotacumplices de um resgate gay porno o melhor dia no vilarejocontos eroticos gay masculino menino com cowboycontos porno 2017 esposa estuproCorno manso conto eroticocontos eroticos vendo o tia enfiando a tromba no cu da tiacontos eroticos primeira dp sem meu esposoconto erotico esposa paraibinhaconto dos peitinhos chupandoconto erótico de gay fodenfo com catadores de recicláveis machowww.contos com fotos que bunda tia adelaidefilhaputacontopornogayponodoidotrai com meu genrosexo gostoso truncadoconto sobre cunhada crente e safada dando o cuzinhohq erótica taboo avófotos de gay novinhos todos juntosdando o cuconto leitinho do papaiceduzido pela minha irma parte 2vidiopomo de2.minutuEu era empregada meu patrao coroa rico ele me dava dinheiro sem sua esposa saber meu patrao ele fudeu minha buceta virgem ele agora ele me dar mais dinheiro conto eroticobig bundas em gibicontos fiquei olhando minha namorada na praia de nudismo com dotados analmeu filho atrevido e selvagem pornconto gay com estupro e muito sanguesexo a três conto safadoconto erotico cumi minha subrinha no onibos lotadocontoeroticoburrominha mae e ninha tia contocontos de lambidas e fodasContos Eróticos. de Minha Madrinha Veraporno gay bundudo doi dormi no colega popular pegador de menina e teve que da pra leleconto erotico sobrinhas as safadasconto herotico gosou na pica do cinqüentamConto eroticos de carnaval 2017 dando o cu na foliasexo conto erotico socando bombando bucetamulher fodendocpm. melhor amigo do marido,contoso tio caçula contos eroticos porno gaycontos eróticos com guardaultimos conto sadoContos eroticos minha mulher traz porra para mimconto erotico fraguei minha irma dando pro seu esposodesafio pescina coroasContos eroticos de gaysinhos bundudosconto erotico gay ultimoscontos como e gostoso dar o cuzinhoLicoes com vizinho negao 2conto prima marquinha de biquinii coroa grande arombou minha esposa contoQuadrinhoseroticossobrinhasempurrei a rola grossa toda no cu do novinho e ele pede tiratiraLambi nha mae com o erótico filmes eroticos de casadas sendo estrupadas por borracheirogay hq eroticoporno em contoso filho da patroa da minha mãe o vencedof conto eroticogayconto erótico gay com amigo do meu irmãocontos eroticos pai gostosoconto erotico esposa seios grandeminha mae sábia sexo expricito contos