COMI MINHA SOGRA E CUNHADA NO MESMO DIA



Ola, meu nome é Charles, tenho 34 anos, sou operário casado faz 10 anos com a Berenice vulgo Bê, ela acima do peso eu magrelo, e vou contar pra voces quando comi minha sogra e minha cunhada no mesmo dia, uma história de incesto e fetiche.

A famlia da Bê só tem tarado. Minha sogra chama Josiane, baiana arretada de 52 anos, escandalosa, festeira, trabalhadora e muito safada. Ela e as filhas só falam palavrão e putaria em casa. Já teve rolo de sobrinho comer a tia, a irmã se divorciou porque pegou o marido comendo uma prima , familia dessa linha. Vou com a Bê no swing direto, ela já trouxe amigas pra nossa cama, esse fogo veio da familia dela.

Sábado chego do serviço cedo e escuto falatório. A sogra tava em casa com a filha mais nova Janaina, tomando cerveja e caipirinha. O motivo da festa, a cunhada recebeu o seguro desemprego e veio comemorar. Fui no quarto e vim só de bermuda, sou feio e magro, mas tenho coxas grossas. Minha sogra viu e já falou: 'Que delicia essas coxas, ah se eu pego, faço um estrago', rimos e a Bê respondeu: 'A senhora não aguenta meia hora com ele mãe, já ta 2 meses sem dar',e dona Josi: 'Aguento ele, o pai dele e vocês duas juntas' e rimos.

Fui tomar minha vodka pois nao bebo cerveja e vi que elas já tinham aberto a garrafa. Coloquei a camiseta e fui no mercado comprar mais bebida. Elas pediram outras e encarei o trânsito. Voltei 3 hrs depoi, a mulherada tava bebada, com muito fogo, só palavrão e putaria. Beijei a Bê, a Jana riu disse que queria beijo também. Berenice disse que eu podia dar selinho, dei e ela emendou um beijão de lingua, minha mulher e sogra morreram de rir.

Peguei bebida e fui ver jogo no quarto. Não sei quantas horas demorei bebendo e pensando nelas rindo do beijo na safada da cunhada. Escureceu, desci e elas tinham tomado 5 fardos de cerveja e a vodka. Abri outra garrafa de destilado e bebemos ela inteira falando putaria. Fui mijar, e mijando vi na porta minha sogra erguendo a saia hippie encarando minha rola, e falou: 'Que delícia, homem de verdade marca território...você me deixe usar ai depois', com muito duplo-sentido.

Bebemos até de madrugada, Bê foi a 1ª dormir, as outras duas travadas iam dormir aqui também. Jana uma hora depois foi no banheiro e não voltou. Fiquei bebendo com a sogra noite a dentro, ela contando as inúmeras putarias dela rindo. Madrugada ela foi dormir e fiquei lá, pensando no beijo da cunhada e na sogra me vendo mijar, com o pau duro.

No silencio da madrugada escuto um barulho da sala, vou lá e a Jana tava roncando de lado no sofá, com aquela blusinha branca aberta com peitão fugindo do sutiã e saia preta na cintura com a calcinha branca florida na vista. Fiquei com a rola dura olhando a bunda dela pra cima, comecei a bater uma, e resolvi investi. Levantei o resto da saia, vi aquela calcinha grande, abaixei pra senti o cheiro do sexo dela e passei o dedo bem de leve. Ela deu uma gemida roncando, falou alguma coisa desconexa, puxei a calcinha pro lado, dei uma dedadinha na pontinha da pepeka e massageei o sininho. Coloquei a lingua de leve na virilha dela e lambi o comecinho da perereca. Ela acordou bebadaça e disse: 'Ô cunhado, você gosta mesmo de me beijar hein' riu e virou. Eu de pinto pra fora fui apontar pra boca dela, que na hora abocanhou, enquanto batia uma siririquinha preparando terreno. Tirei a rola da boca dela e fui pra cima. Arranquei a calcinha dela, cheirei, e disse: "Esse beijo você vai gostar". Enquanto ela siriricava eu lambia o grelhinho dela bem entre o dedo e o sininho, a danada virou o olho de tesão. Falei: 'Sua familia só tem safadas', e ela : ''Culpa da mãinha, ela ensinou a gente" e deu aquela descarregada de mel em minha boca.

Ela tava pronta e minha rola entrou macio. Enquanto eu bombava chamando ela de vagabunda, ela começou a pedir: 'me bate cunhado seu safado, mostra que você é homem, aproveita da irmãzinha, quero sentir essa mão pesada na minha cara", e cada tapa meu era um gemido alto de tesão e uma ensopada no meu pau. Muita vontade acumulada, sentia o corpo dela ter espasmos de tesão. Pedi pra comer o cuzinho dela dando uns tapas que davam eco, e ela disse hoje não. Ainda bem, porque em 20 min a porra veio, avisei e ela pediu com um sorriso: 'Vem gozar meus sobrinhos na minha boca vem, vou engolir tudinho, quero sentir seu gosto'. Deu tempo exato de levantar, ela fazer o copinho com a boca, eu encaixar a cabeça do pau nos lábios dela punhetando e gozar gostoso. Ela engoliu tudo dizendo que ia contar tudo pra Bê, virou pro lado e dormiu.

Sai de lá e voltei pra cozinha. Tomei , uns 3 drinks pensando na noite louca e lembrei da sogra. A danada era perversa, no banheiro deu pra ver. Minha rola endureceu e comecei a bater uma pra ela. Nisso escuto a porta do quarto de visitas abrir, olho escondido no corredor e vejo a dona Josi indo mijar. Tesão tomou conta e bolei um plano. Fiquei pelado, peguei uma toalha e fui tomar banho. Abri a porta, já cheguei pelado dizendo na maior cara de pau: "Ôpa, não olha pro céu pra não ver estrela que vou entrar no banho", abri o box e entrei, naturalmente. Ela disse: "Não pode nem urinar nessa casa em paz" rindo e gaguejando de nervoso por ter olhado minha pica. Percebi a derrapada e sai com o cacete duro do box pra privada dando aquele chaveco duplo-sentido igual o dela:" Levanta que eu vou mijar ai". Ela levantou do vaso e disse também no duplo-sentido : "Se você vai usar aqui eu vou pro banho pra você usar", puxou a blusa deixando os seios fartos com aquele bicão preto livres, abaixou saia e calcinha juntos, me deixou ver a bucetona inchadona dela, piscou o olho, entrou no box, abriu o chuveiro e entrou.

Eu entrei no box de rola dura e mandei:"Ajoelha no chuveiro". Ela respondeu: "Homem safado, seu puto, o que você quer de mim, já não basta beijar minhas duas filhas?". Respondi na lata: "Tô tomando posse e vou marcar território". Ela arregalou o olho, ajoelhou com água caindo no peito esperando o jato, mas puxei o cabelo dela, dei uma tapa em sua cara e mandei:"Sua puta, ta cobiçando o homem da filha e acha que vai ter moleza? Sai da água e ajoelha na minha frente". Ela veio e marquei território nela inteira - cabelo, rosto, peito. Ela me chamou de meu senhor igual escrava, eu mandei ela voltar pra água e virar de costas.

Ela arrebitou a bunda e comecei a cutucar o cuzinho dela com o dedo. Ela entendeu e afrouxou a perna. Dei uma cuspida no pinto e meti gostoso no rabo dela , que apesar de fechadinho nem sentiu desconforto. Comecei a bombar enquanto puxava o cabelo dela dizendo que ia comer a filha dela depois, e ela gritou de tesão. Percebi qual era a dela e disse que agora eu ia comer todas elas, que vou mijar nas três juntas, que eu ia mandar ela chupar a própria filha, que ia comer ela e mandar ela ver as filhas colando velcro junto, que ia dar uma surra de cinta nas três A sogra urrava de prazer e melava a buceta de mel a cada palavra, me chamando de painho com aquele sotaque baiano, ela virava o olho, engraçado. Na hora de gozar mandei ela ajoelhar e jorrei porra na garganta dela. Ela chupou a cabeça do pau até amolecer, dai eu mijei nela de novo pra deixar claro quem é que manda e fui pro quarto.

Berenice dormia, mas se eu encostar na cama ela levanta querendo rola. Pra fazer o dever de casa desci na cozinha, fiz um drink triplo, fui no porta-luvas do carro e peguei um viagra. Voltei pra cama bêbado e a Bê já veio pra cima. Disse pra ela que era tarde, que tava cansado, que eu não merecia uma mulher igual ela, mas não teve jeito, ela tirou minha bermuda e caiu de boca. A danada trabalhou bem, o viagra bateu e ela veio por cima, me poupando esforço. A danada cavalgou e começou a se empolgar me chamando de safado por ter beijado a irmã. Vi que ela era igual a mãe e comecei a falar que ia comer a Janaina junto com ela, que cunhada serve pra comer, que se ela bobear eu como até a mãe dela com força, minha esposa gemeu forte de prazer e gozou de molhar o lençol. Depois veio no boquete e gozei uma porra mínima na boca dela que engoliu e dormiu.

No outro dia elas acordaram bem dispostas e fazendo brincadeirinhas de sempre. Nunca saberei se elas contaram uma pra outra o acontecido. Mas agora as reuniões familiares e fins de ano na praia prometem.

Foto 1 do Conto erotico: COMI MINHA SOGRA E CUNHADA NO MESMO DIA

Foto 2 do Conto erotico: COMI MINHA SOGRA E CUNHADA NO MESMO DIA


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario casalbisexpa

casalbisexpa Comentou em 15/11/2019

amo incesto ... veja em nossos contos

foto perfil usuario flamengo21

flamengo21 Comentou em 10/11/2019

Eita coisa boa muita putaria! Votado

foto perfil usuario bianor

bianor Comentou em 10/11/2019

Boa noite bjus na piriquitá da esposa sogra e cunhada vc foi nas três e agora pq ñ faz com as três juntas

foto perfil usuario fjoliveira

fjoliveira Comentou em 10/11/2019

Que sorte fazer parte dessa família

foto perfil usuario sexusbr

sexusbr Comentou em 10/11/2019

putaria da braba adorei




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


146891 - SEXO NA FAMÍLIA ATRAVÉS DAS GERAÇÕES - Categoria: Incesto - Votos: 32
147149 - MARQUEI TERRITÓRIO E FODI UM CASAL DE ALUNOS - Categoria: Fantasias - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil karinha71
karinha71

Nome do conto:
COMI MINHA SOGRA E CUNHADA NO MESMO DIA

Codigo do conto:
146970

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
10/11/2019

Quant.de Votos:
28

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


Conto erotico chupada no cinemacontos eroticos o menininho pequeno e o camionheiro malfadoconto tenho pintelhos nas cuequinhas de rendacontos eroticosde esposadando pra outrovideo erotico com a manteConto eroticio comi cunhada e sobrinhasexo com as gostosaporn filha hqwww.contos+de+zoofilia+minha+mae+com+meu+cachorro+de+rols+gg.com.brde cueca pegando no cacete contoSEIOS PELADOSminha esposa tem sempre tesao sou cirnocontos erotica na praia de tambabavirei corno virtual contosbuceta suja esposa contoconto vendo o pênis do paiconto erotico freira veronicaContos fomos na casa de um amigo e quanto eu jogava cinuca ele arrombava minha esposacontos eróticos uma noite de amir com meu paiporno contos eroticos ,apostei meu cu com meu paicontos de crentinhawww.conto real vi ele metendo com foto zoomlucas e meu pai alex sexo gayContos gay pau pequenocontoseroticosdpvarginalcontos eroticos esfolando o rabao das gordas feiashq pornô gay incesto com meus primoswww.fotos.morena.sienchendo.dpora.contos.eroticosconto erotico amazonascantos fotos eroticas de negao pirocudo com vovofotos de pica de negaoconto erotico roupa esposaconto erotico putinha de dois amigosdomcuervoconto erotico gay cheira bundairmaós uma moça e o irmaó tranzam gostoso conto eroticobang bros bucetudasporno quadrinho mae rabudacontoerotico dezecho da mulherConto gay marginalconto erótico vulnerabilidade da esposa minha cunhada me de moral na feata dela e ela me deu sua bucetacontosesposa pervertida fktocontos eroticos de como meu amigo me comendonegao lasca o cu da cunhada de saiaporno gay transando grudadinhos na camaporno gay quadrinho mozto ruultimos contos sadofilho cheirando a cueca do pai porno gaycorno limpa porra de vários negros roludos na buceta de sua puta na baladaconto vai fode a bucetona da sograconto erotico no banho da academiaxvideis 2017comi a minha tiameu filho gozou contofilhaputacontopaguei minha priminha pra ela deixar eu chupar contosConto Erotico Com Pai Vivendo So Fode A Filha Cassula Que Vai Passa Feriasexo gay conto erotico gay chiquititasjusticeira hentaicontos eroticos fui brutalmente arrombada me pendurar com cordaconto erotico professora e o cavalocontos eroticos comi o cachorro da vizinhacontos guei de brunoxvideo carona e ficou zangadaContos eroticos minha esposa tem um rabaocontos eroticos peguei minha cunhada dormindocontos eroticos papai e mamae me comeramswing porno de noivas em quadrinhossexo com um burro contosesguichos de tremerContos erotico com menina de nove anos metendo no matoContos guey oralcontos eroticos em quadrinhoscontos comer cu de travesti pesador que era mulhercreempie em granny italian tres porquinhosvizinho maconheiro.contos eroticoscontos eroticos gay putinhawww.contoerotico.pai e filha no pomarconto erotico meu filho chega do trabalho e transa comigo na cozinha de casaultimos contos sado professora submissa 35quadrinho real porno cornoLactofilia contosesposa foi arquivado no porno cornosexo conto banda desenhadavideo de sexo comeno a mae do melhor amigo2017porno quadrinhosponor da travertil da bundona maior di todo mundo I do cu mais glandi e gostozomilftom visitando a primaconto erótico gay com treinadorConto erotico primamarmanjo contando sua experiência de incesto real com sua tia gostosa viuvafudendo com mame quadrinhosíririca da mamãe ate gozarpau.car bela conto eróticotio tarado pega enteadanuacontos cdzinhasxvidios gei novinho branquinho dando para Negrão pausadonegao comendo casada apertada que ganhou na aposta contos