comendo a filha do motorista -parte 1



Após ler alguns dos contos dos colegas internautas, me animei a relatar aqui alguns fatos verídicos que vivi à época de solteiro e durante o meu primeiro casamento.
        Meu nome é Magno, tenho 35 anos, sou carioca da Zona Norte e sempre gostei muito de sacanagem e de mulheres bonitas.
        Certa vez, quando tinha 25 anos, conheci uma morena num ponto de ônibus no Castelo no centro do Rio. Ela ia para o bairro de Marechal Hermes, não era necessáriamente o meu caminho, mas para poder ganhar ela no papo, fingi que tambem estava indo para o mesmo lugar.
        Na viagem (cerca de 50 minutos), fomos nos conhecendo melhor, ela era baixinha, cerca de 1,55, tinha apenas 18 anos e vinda da Paraíba hà alguns anos. Morava com os pais numa favela próxima ao bairro, perguntei se ela tinha namorado e se estava gostando do Rio, ela disse que terminara um namoro fazia alguns meses e que estava só.
        Disse a ela que tambem estava sozinho e precisando de compania e se ela não gostaria de namorar comigo. Ela riu e ficou meio sem graça, mas eu já tinha notado que ela estava dando mole. Ela aceitou mas disse que eu teria de falar com o pai dela, que ele era motorista de ônibus e era meio ignorante.
        Eu disse que tudo bem e marcamos na casa dela no próximo sábado, nos despedimos com um beijo e eu aproveitei para, durante o abraço, apertar de leve a sua bundinha, ela parece que gostou, pois foi embora sorrindo e olhando pra traz.
        Chegando o sábado, dei uma desculpa pra minha esposa e saí. Cheguei as 19:00h como combinado, ela me apresentou á mãe e os dois irmãos menores. Era uma casa de vila e como estava muito calor, ficamos do lado de fora conversando e namorando na calçada. O pai dela chegou por volta das 21:00h, e como estava meio bêbado não quis muita conversa, trocamos apenas um aperto de mãos e ele entrou e foi dormir.
        Aproveitei que ele dormira e que a mãe e os irmãos estavam assistindo tv e comecei a dar uns malhos na garota. A rua estava meio deserta e só estávamos nós dois na calçada, comecei a beijá-la com mais tesão e passar a mão nos peitinhos e apertar mais aquela bundinha durinha.
        Ela usava uma saia rodada de tecido fino e um top do tipo “tomara que caia”. Encostamos no muro da calçada num local com menos luz, e abaixei o tomara que caia para ver os peitinhos dela, abocanhei um e fiquei segurando o outro. O receio de que alguem nos visse dava mais tesão ainda, chupei os dois peitinhos e coloquei novamente a blusa no lugar. Ela começou a pegar no meu pau por fora da calça, e eu enfiei a mão, por traz, dentro de sua saia e fiquei mechendo no seu reguinho enquanto nos beijávamos.
        Coloquei-a de lado, virada para um canto mais escuro e enfiei a mão pela frente até alcançar a sua bucetinha, ela tinha poucos pêlos estava quase lisinha, fui introduzindo o dedo e vi que ela estava toda molhada, comecei a masturbà-la massageando o seu clitóris. Ela começou a gemer baixinho e a apertar o meu pau com mais força, aproveitei a situação e o coloquei pra fora. Ela ficou apreensiva, falou que eu era doido, que alguem podia ver.
        Ela já estava quase gozando e enquanto eu a masturbava, começou a me punhetar bem devagar. O local não era muito seguro e a gente as vezes tinha que parar quando alguem se aproximava na rua. Pedi então pra ela avisar à mãe que eu já ia embora e que ela me levaria ao ponto de ônibus (nessa época eu ainda não tinha carro). A minha intenção era achar um local afastado da casa dela para fazer mais algumas sacanagens. Não deu outra, no meio do caminho paramos do lado de fora de um prédio que estava abandonado e recomeçamos a pegação. Pedi pra ela tirar a calcinha para ficar mais fácil e que a colocasse ao chegar em casa, guardei a calcinha no bolso e a coloquei sentada num parapeito de lage ao lado do prédio. Ficamos abraçados eu de pé entre as pernas dela, tirei o pau pra fora, verifiquei que não vinha ninguem e o coloquei na entrada da sua bucetinha, colocando a saia por cima. Comecei a empurrar o pau pra dentro dela e ela me abraçou mais forte, fui iniciando os movimentos bem devagar, de vez em quando passava alguem e a gente parava e fingia que estava apenas abraçados, mas quando a pessoa se afastava, continuávamos a sacanagem.
        Meu pau entrava e saía bem gostoso pois ela estava bem molhada de tesão e começou a falar: - vai , me fode gostoso! Mete com força seu putinho, vai, me come, vem, vem, aaaiiiii!. Aumentei as estocadas e ela não aguentou mais e gozou, eu tambem não aguentei e avisei que ia gozar, mas não quis gozar dentro, na hora tirei pra fora e gozei no chão pois não queria engravidá-la.
        Nos recompomos e levei-a de volta até próximo ao portão de casa e nos despedimos marcando um novo encontro para o dia seguinte, no domingo as 19:00h, mas essa aventura eu contarei na outra parte dese conto. COMENDO A FILHA DO MOTORISTA II.
        Se alguma mulher ou casal estiver interessado em fazer sexo seguro e sem compromisso, entre em contato comigo, tenho material fotográfico para registrar os nossos momentos, entrego o filme na hora para assistirem em casa.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


1752 - COMENDO A FILHA DO MOTORISTA-PARTE 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico magnum

Nome do conto:
comendo a filha do motorista -parte 1

Codigo do conto:
1739

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
03/11/2003

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


futa gets fucked hentai gifsNergo do BeCo trazando quadradinhogay porn cartoon Liga da justiçaconto eroticofudendo o vu da empregada junto com a esposaminha mae me amara para meu pai me comer a bucetatias do bucetaopornô sexochegando na casa da vizinhaconto erotico de tanto meu marido existirquadrinho erotico Outra chancecontoseroticosdpvaginalContos eroticos masturbando com as calcinhas da mamaecasado cdzinha vadia contosadvogada gravida contos eroticosvi minha filha trepand e eu etrei no jogo contos eroticosquadradinho porno entregadorduas irmã transandominha sobrinha com a buceta raspadinha contocontos novinhas gozando no onibuscontos eróticos variadoscontos eroticos mamei o negao e falando com o namoradoavo pelada e cu margarinaconto eroticos eu fiquei os cinco dias andado com dificuldade depois de da o cuconto ertico de irm00os incestos com fotoscontos eroticos meu namorado roludo comeu eu e minha filha nao sei como ela aguentouultimos conto sadoconto cu abertocorno mereceu. eu dei mesmo contosConto erotico fui corno inlustrado blogscontos lactofilia irmasencoxei e empurreiConto de incesto de a garotinha do papaigozando dentro pela primeira vezcontos eróticos com a menininha em tambabacontos de transas com os avoscontos virada do ano safadoContos reas papi arrombo meu cu na frente da mamaeconto erotico mendigoconto erotico. pai bebado filha taradahistorias em quadrinhos priminha gostosa quadrinhos eroticos seiren ep 15Contos ai meu cu tiointernato+contosContos eroticos louco desejo de irmaocontos eroticos gay abusando do paiconto erotico com chicotadaconto erótico o caminhoneiro me fudeu todinhahq pornô gaylances de buceta encostadas no metrô fotos xxx super calientesnun massacre hentaipaupequenopornogratisTraficante comer o amigo dele do tráfico conto eróticominha ideia deu certo minha mulher me fez corno.com.contovideos porno familia tio em quadrilhosConto erótico dividindo namoradaquadrinho herotico mamae cornoconto insesto neto de ferias com avoconto erotico em quadrinhõPadre com pauduro mas coroinhacontos com cinco ano dei bucetadepilei a madrinha contopai fazendo sex com seu filho gay-quadrinhos[email protected]Conto erotica viajandocontos eroticos comendo cu da amiga com o maridoconto erotico amigofoi so no cuamor contocontos eroticos duas picas ao mesmo tempoconto erotico o triste fim dr JéssicaContos eróticos de tio e subrinhaconto de primo fudendo primahistoria tia e prima pega batendo punheta contosconto come meu rabinho painhocontos de incesto iniciandoConto enteada anosmolequinhos.contos eroticos.numa festinhaContos um caderante estrupou minha bucetaConto enteada anosContos eroticos moco com velhacontos de gay dando caronaconto erotico gravida novinhaHentai ganhando Amanda por intimidaçãoincesto avô fodendo netinha vestida de colegialcontos eroticos de santinhasporn prezas sendo castigadas e apanhando na prisaoporno da familiachantagem contos eroticosconto herotico msis excitante vovo comeu netinhsContos eroticos eu prefiro fazer boquetepassando protetor solar na enteada contos eróticosdoutora tarada por cachorroconto erotico gay mamando novinhoconto erotico apostei fiplha pequenaler canto erotico de mulher coroa que teve tesao e desejo pela amigacontos eroticos gays bombeiro sarado hetero me fudeu sem doconto erotico minha filha um cu maravilhoso