O que eu fiz com o meu Viadinho...



Antes de dormir eu vou até a tua cama, e te encontro
deitadinho, de bruços, completamente nu, com um
travesseiro entre as tuas pernas, e a tua bundinha
empinadinha para cima. Sei que você adormeceu se
masturbando. Sento na beira da cama e espalmo a minha
mão, larga e forte, sobre a tua bunda. Você acorda e
me olha, ainda sonolento, e me diz, “Meu Papai, estava
sonhando que você tinha me abandonado...”
Eu me deito ao teu lado, e você retira o meu
tapa-sexo, como você sempre faz quando nos aproximamos
um do outro, e me pede para eu te abraçar. Enlaço o
teu corpo frágil com os meus braços, enterro a tua
carinha no meu peito cabeludo, e te digo, em voz grave
e baixa, no te ouvidinho, “Você sabe que eu não vou
fazer isso contigo...”, e nos beijamos, primeiro
ternamente, depois língua procurando língua, as tuas
mãozinhas buscando o meu sexo que já está crescido e
molhado...
Seguro o teu rosto com ambas as minhas mãos e te digo
que você me pertence, e que eu faço o que eu quiser
contigo, e você faz que sim com a cabeça, bem de leve,
com uma lágrima correndo pelo canto do olho...
juntamos os nossos sexos, e nos esfregamos, o meu
caralho procura o teu pirulitinho durinho até se
enterrar entre as tuas coxas, que você aperta, sempre
falando “... mais... mais ... me dá o teu Amor...”
Você me diz, “Papaizinho, teu filhinho dormiu com
muita fome, e quer provar a tua chupetona...” e eu
levo a tua cabeça na direção do meu membro grosso, que
te ofereço com a minha mão, dizendo “vem, meu
Bebezinho, vem mamar no teu Papai Macho...” e você,
guloso, passa o meu caralho primeiro pelo canto da tua
boca, e o lambe até enterrá-lo goela abaixo, e o chupa
com muito fervor, com muita vontade, com muita fome e
sede...” e eu nâo resisto, e viro o meu corpo até
ficarmos em posição de sessenta-e-nove, e o teu
pirulitinho, um enfeitezinho lindo e durinho, está na
direção do meu rosto, e eu o coloco na minha boca e o
chupo como quem chupa um doce gostoso... e eu paro de
chupar você de tanto prazer que você está me dando com
a tua boca e te digo que não aguento mais, que tenho
que descarregar o meu Amor nas tuas entranhas, nas
tuas tripas, te encher com a minha porra até deixar
transbordando de Amor... e você me oferece o teu rabo,
fica de quatro, com toda a beleza que só você pode me
proporcionar, e pede para eu entrar devagarinho... mas
eu não consigo, pois te enrabar, para mim, sempre tem
que ser um ato violento, como que para te mostrar que
sou teu dono e que até te causando dor te causo prazer
também... e te enterro até lá dentro, te fazendo
gritar de prazer e dor, e pedindo sempre mais, agora
chorando só de imaginar a possibilidade que, um dia,
eu parasse de te comer desse jeito... e você agarra o
travesseiro e enterra o teu rosto nele, e esfrega as
palmas de ambas as mãos no colchão, enquanto eu
entro-e-saio de você, ao mesmo tempo que agarro o teu
pirulito e toco uma punheta gostosa, te dando prazer
de ambos os lados...
E eu te digo que só sei gozar te olhando nos olhos, e
seguro ambos os teus ombros e faço você me olhar,
ainda que de lado, nos olhos, e você vê, mais uma vez,
quem te possui, quem é o teu mestre... e você, de
repente, deixa de ser meu filhinho e se transforma na
puta mais vagabunda que eu já conheci, que se vende
para mim por um prato de comida, que só sobrevive às
custas da minha porra e é isso mesmo que você grita,
me olhando sempre ... “ME DÁ PORRA, MEU MACHO... ME DÁ
TODA A TUA PORRA ... TODO O TEU AMOR...” o que me faz
perder completamente o controle sobre os meus
movimentos, enterrando e retirando a minha vara de
dentro das tuas tripas até gozarmos juntos, gritarmos
juntos, numa voz única, uma única palavra... “AMOR!
... AMOR! ... AMOR!...”
E você adormece como uma criança exausta, não sem
antes beijar o meu caralho, e me ver adormecendo ao
teu lado, com a minha mão sobre o teu pescoço, e te
trazendo para perto de mim...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico viktor

Nome do conto:
O que eu fiz com o meu Viadinho...

Codigo do conto:
1773

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
28/12/2003

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


negão segurança contos gayhpassrj yahoo.comconto erotico amigo bebado mulher carenteporno cinquentona secretaria sendo pegas na marraconto erótico gay meu vizinho bombeiro cuidou de mimcontos eróticos do filho da mamãe é bichacamilasafada1983 yahoocontos eroticos mae e filho adoram tomar banho juntos prt3contos eroticos funk pesadaoConto de putinha objeto de prazer para todos os machoscontos eroticos minha esposa no forróConto erótico de esfregando na sobrinha novinha.conti erotico bisex curitibaconto erotico gay negao escraviza viado submissodei gostoso. pro meu pai pistoludoaposta grita dor conto eróticocontos eróticos de punhetaincesto irmas ficam brigadas por causa do irmao contoshumor porn xxxconto erotico a menininha da vizinhazoofilia caes gigantescos fodedorcasada usuaria de droga contos eroticocontos eroticos gays,meu tio me fez mulhersinha gratisconto erotico dona casa no quintalbranca de neve conto erótico fotoseróticos angolanoscontos eroticos gay meu pai de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anosmeu policial chupou meus seios e buceta na marra e eu gosteilesbian etiada porno filmexvidio porno endesenho comei amadastra esetoincesto sendo encoxada e rebolando gostoso contos pornoContos eróticos sograamigocontos eróticos metamorfoseconto homem deu rabocontos eroticos pastoracontos eróticos na cadeiacontos eroticos gay comendo os manos da quebradabuceta gsa detu ncontos eroticos minha esposa sadomizadavireo amante do meu filhoContos eroticos flagas em madrastasconto erotico mulherzinhasafada tirando a roupa devagarzinoeu fiz chantagem para comer irmã casadachupando no onibus conto eroticofilhas gostosas contosConto erotico de evangélicaroberto papaku contos gaycontos eroticos cheirinho de xixi da filhinhagisele com cavalo zoofiliaContoeroticos mayara meu namorado pauzudo arronbo minha bucetinhatriste pai porno vai tarde meu amorcontos comendo viadinhoconto erotico esposa peladinhacontos eroticos minha esposa virou puta no carnavalPorno contos incesto pais e maes iniciando filhinhas no banho e na camaContos eroticos no meu 8aninhosporno engraxado em qudrinhomoreno dividino quarto com gay homem sair do banheiro depois do banho pormo gayConto cdzinha cinemas centro spcontoseroticoscom maedomeuamigoziora a esposa de moi ru wescontos eroticos tive minha buceta chupada na universidade pelo o gatinhocontos eroticos indioEu tava dormindo e meu pai me comeuconto erótico deu para um estranho com meu marido no cinemaconto erótico gay irmãos amantescontos eroticos sou casada virei empregada do vizinho parte 15Massagens eróticas contosvirgem gritando na horadesentir o pau entrandoesposanas baladacontosVou de navar canto eroticoconto erótico em audio com o compadredasarina da reco fudedoempregadas pornôFudendo quadrinhocontos erótico com fotos um pirocao para a vovo safadaksado abcgozando so no cu da VeronicaGarotinha 8 aninhos pique esconde contos eroticosConto eroti o bundao da avo bebadaconto casada tindercontos de dei o cu p meu irmão na brincadeiraxxxxvideis bundasQuadrinhos porno saindo para miharContos de corno visita de amigoconto um padre safado e sua penitenciacontos eróticos a aposta da esposaconto erotico laurinhaO verdadeiro marido Corno . . . Simplemente adora lamber o clitoris da esposa . . . Enquanto o amante dela enche sua buceta de Porra