Final de ano com minha irmã casada.



Cinco anos seguidos eu fui passar o final de ano em Angra dos Reis pra participar da procissão de Barcos a convite de um casal de amigos que participavam com uma enorme lancha náutica que possuíam. Nos dois primeiros anos eu levei uma menina que era minha namorada; nos dois seguintes eu fui sozinho e acabei pegando alguns brotinhos me divertindo muito… Eu gostava de ficar acampado em minha barraca no terreno atrás da casa desse casal amigo. No quinto ano, estava em casa preparando minhas coisas pra viajar logo após o natal, quando num almoço minha mãe inocentemente fez uma sugestão falando pra minha irmã:
- Porque você não vai com o Paulo pra Angra; assim você esquece e se separa de vez daquela besta do seu marido!
Minha irmã Leila de 24 anos, depois de brigar com o marido; devia ser a terceira vez em dois anos de casados, estava lá em casa chorando as mágoas… Ela me olhou com aquela carinha de menina chorona:
- Ih mãe… O Paulo já deve ter companhia pra ir com ele…!
- Tem nada… Ele me disse que vai sozinho; coitado!
Era lógico que na hora eu simplesmente; assim como a Leila, não dei muito ouvido pra mãe… Na idade que estava, ela não tinha noção e nem malícia no que estava falando.
Mas a noite deitado na minha cama fiquei pensando na vida melancólica que minha irmã vivia… Leila sempre foi uma menina muito reprimida pelo nosso pai que a proibia de se divertir como outras meninas da sua idade. Leila se casou com Tadeu e foi descobrir que o marido não passava de um grande filho-da-puta que a deixava em casa pra ir pra gandaia com os amigos. No dia seguinte, chamei Leila e falei sobre a possibilidade de levá-la comigo; mas impondo algumas condições… Leila só faltou me beijar na boca de tanta alegria; me abraçou, me beijou no rosto e jurou que não ia atrapalhar em nada se me visse com alguma mulher. Dia 27 de dezembro pegamos a estrada e até que achei bom em ter uma companhia pra conversar amenizando o tédio de ficar 3 horas dirigindo. Já estávamos quase chegando quando resolvi fazer um comentário com Leila:
- Se pintar alguém pra eu levar pra dentro da barraca, vou pedir pra você ficar um tempo longe; ok?
Leila sorriu:
- Tudo bem… E costuma aparecer esse tipo de mulher?
- Nunca se sabe; né… Só estou te prevenindo que pode acontecer…!
Depois de sermos recepcionados pelo casal que colocou a casa à nossa disposição pra usarmos pra tudo; menos pra dormir devido a casa ficar lotada de parentes que até alguns também tinham que ficar em barracas… Armei a minha e logo quis ir dar um mergulho no mar que ficava a menos de 500 metros da casa. Fiquei do lado de fora pra Leila colocar seu biquíni e na água ela simplesmente se transformou numa criança travessa que tive que orientá-la sobre o perigo dela ir pro fundo… Leila que só conhecia piscina de clube estava numa alegria contagiante entrando no mar pela primeira vez. Duas horas depois, voltamos e após tomarmos uma ducha que ficava no quintal entramos na barraca… Como tínhamos que tirar nossas roupas de banho pra secarmos nossos corpos com uma toalha antes de vestirmos outras roupas; falei:
- Já vou sair pra você se trocar…!
- Não precisa Paulo; é só você ficar de costas pra mim!
Fiquei uns 5 minutos olhando pros fundos da barraca.
- Pronto Paulo… Já terminei; agora vai você que eu fico de costas…!
Tirei minha sunga e passando a toalha estranhamente comecei a ficar de pau duro… Devia ser porque estava pelado tão perto de uma mulher; mesmo sendo minha irmã. Mas o pior foi que Leila virou me pegando ainda com a cueca na mão.
- Desculpa Paulo… Não agüentei de curiosidade…!
Vestindo a cueca rapidamente ajeitando de qualquer maneira meu pau que naquele ponto estava duríssimo, e pegando a bermuda.
- Pô Leila… Não foi isso que combinamos antes de sairmos de casa!
- Eu sei Paulo; mas sabe o que é? Pra mim não tem nada demais te ver pelado… Acho melhor assim; assim você não precisa ficar preocupado comigo…!
Foi estranho pra eu dormir naquele pequeno espaço ao lado da minha irmã… Mas a escuridão amenizava um pouco o constrangimento. Acordei com o dia começando a clarear e vendo que Leila já estava com os olhos arregalados.
- Dormiu bem?
- Estranhei muito; mas o cansaço me fez dormir… Já estou acordada a bastante tempo…!
- Vamos colocar nossas roupas de banho que já devem estar nos esperando pra tomar café… Depois vamos pra praia.
Leila toda serelepe, pegou seu biquíni e simplesmente ficando de costas pra mim arrancou seu short do pijama me deixando ver seu bundão todo de fora… Vestindo a parte de baixo do biquíni arrancou o resto do pijama mostrando seus peitos, tamanho médio e firmes… Depois de colocar uma canga.
- Já estou pronta…!
- Quer ficar lá fora pra eu me trocar?
- Precisa? Está com vergonha de te ver pelado?
- Não é isso… É que eu não consigo ficar normal perto de você!
Ela rindo.
- Eu sei… Você fica excitado; não é?
- Já estou… Não é normal ver uma irmã como você pelada na minha frente!
- Larga de ser bobo… É só você fazer de conta que eu não sou sua irmã; uhé!!!
Pensei bem e achei que podia mandar todo aquele preconceito pro inferno… Sai de debaixo da coberta e ficando nu e de pau duro na frente de Leila fiz questão que ela olhasse bastante. Nos meus 28 anos, muitas mulheres tinham elogiado o tamanho e a grossura da minha pica… Leila nem piscava.
- Tá vendo Leila… Agora como eu vou sair da barraca e entrar na casa?
- (risos)… Acho que vou ter que sair pra essa coisa voltar ao normal; né?
- É… Ou então ajudar pra que ele fique mole rapidamente…!
Leila nem pensou duas vezes.
- Quer que eu faça um pouco de carinho nele; é?
- Você faria isso por mim?
Ela já vindo sentar do meu lado e segurando minha piroca.
- É claro que eu faço… Não vejo problema nenhum…!
- Ooooh Leila… Iiiiiiiissoooooo… Huuuuummmmm…
Levei a mão suspendendo a parte de cima do seu biquíni e apalpando seus peitinhos… Foi Leila quem sugeriu.
- Quer que eu tire a parte de baixo também?
Ela praticamente deitando pra tirar seu biquíni me deixando ver sua boceta com poucos pentelhos…
Fui passando a mão sentindo a maciez daquela boceta e novamente foi Leila quem pediu abrindo os braços.
- Vem meu irmão; pode deitar sobre mim…!
Era inacreditável o que ela estava me pedindo, mas dei uma olhada rapidamente pra fora da barraca e voltei trepando sobre minha irmã atolando toda minha piroca em sua boceta… Leila sentiu o tamanho da jeba e começou a gemer. Iniciei o vai-e-vem soltando todo meu corpo sobre o dela.
- Segura Leila… Não geme tão alto que alguém pode escutar…!
- Eu sei… Eu sei… Não para… Não Para… Está muito gostoso Paulo…
Tive que segurar pra não gozar esperando ela ter seu orgasmo, quando ela agarrando meu pescoço com seus dois braços.
- Goza Paulo; goza na minha boceta… Goza!
Foi minha vez de gemer alto enchendo a boceta de Leila de porra. Leila se limpou e fomos pra dentro da casa indo ao banheiro antes de tomarmos nosso café.
Na praia, puxei conversa com uma menina e Leila que estava perto de mim rapidamente se afastou. Depois, ao chegar do seu lado na areia.
- Você vai levar aquela menina lá pra barraca? Pode ir que eu fico por aqui mesmo…!
Eu olhando o tempo que estava fechando e provavelmente não ia demorar pra chover (Angra é foda).
- Pra que eu vou quer levar alguém lá pra barraca? Prefiro ficar com você!!
- Ah Paulo; não fala assim comigo que minha vontade é de te agarrar aqui mesmo!
- Vamos voltar lá pra barraca antes que comece a chover…!
Bastou eu falar pra começar a cair alguns pingos… Pegamos nossas roupas e fomos rapidamente embora. Vimos todos irem pra dentro da casa e nós entramos pra dentro da barraca… A chuva foi apertando e eu rapidamente ajudei Leila a se livrar do seu biquíni. Ela já nua, esperou eu tirar minha sunga pra me fazer deitar e ela mesma tomar a iniciativa de subir sobre meu corpo e descer com sua boceta sobre meu pau duro. Rapidamente fez sua boceta engolir todo meu cacete e iniciar um sobe e desce deslizando seus lábios vaginais freneticamente até sentar e arriar seu corpo sobre o meu procurando minha boca pra beijar enquanto ia tendo seu orgasmo… Pra não fazer muita lambança, fiz com que ela saísse de cima de mim pra eu gozar sobre uma toalha. Ficamos deitados conversando onde Leila passou a me falar sobre sua vida de casada. Tadeu (seu marido), além de ter pau pequeno parecia que não gostava muito de fazer sexo… Leila reclamou que já fazia mais de um mês que ele não dava uma bimbada nela; e ela me beijando e passando a mão na minha piroca.
- Por isso, quando eu vi essa coisa linda tive logo vontade de sentir ela dentro de mim…!
- Nunca passou pela minha cabeça um dia ter relações sexuais com minha própria irmã!
- Eu também não… Mas agora não sinto nenhum arrependimento; pelo contrário, estou adorando colocar chifre naquele corno justamente com você…
Dias 29 e 30, passamos o dia inteiro enfeitando a lancha para a procissão… Dia 31 fomos pra praia do forte ver a passagem do ano. Foi no meio daquela multidão à meia noite estourando os fogos que comemoramos num incrível abraço e beijo na boca; onde Leila.
- Te amo demais… Como eu gostaria que você não fosse meu irmão…!
- Porque Leila?
- Porque eu gostaria de ser sua pra sempre…!
Juntei aquela mulher nos meus braços e sem se importar com as outras pessoas, beijei muito aqueles grossos lábios.
- Você pode ser minha sim… É só a gente tomar cuidado pra ninguém descobrir…
Dia 1º, antes de sairmos pra procissão dos barcos Leila ficou de quatro olhando as pessoas por uma pequena abertura na barraca enquanto socava gostoso na sua boceta. Mas foi no dia 3, antes de desarmar a barraca que Leila resolveu me fazer um gostoso agrado. Leila de joelhos, arriou minha sunga e deixando meu pau bastante duro me deu uma mamada que quase gritei de felicidade… Foi uma chupada tão inesperada que gozei tudo em sua boca e ainda tive minha piroca limpa com ela passando a língua.
Voltamos pra nossa rotina e Leila voltou a morar com o corno do seu marido… Pelo menos uma vez por semana passei a pegar minha irmã pra levá-la ao motel.
Foto 1 do Conto erotico: Final de ano com minha irmã casada.

Foto 2 do Conto erotico: Final de ano com minha irmã casada.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario apeduardo

apeduardo Comentou em 04/08/2013

muito bom espero continuação, pois merece.

foto perfil usuario gato doidinho

gato doidinho Comentou em 18/01/2013

Adorei.....faria o mesmo sem problemas

foto perfil usuario linfomaníacope

linfomaníacope Comentou em 21/11/2012

Adorei! Mereceu meu voto! Leia meus contos se puder e diga se tmb gosta!

foto perfil usuario jordanel

jordanel Comentou em 30/10/2012

Espetacular.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


20610 - Minha filha de criação - Categoria: Incesto - Votos: 33
20996 - Sexo no escritório - Categoria: Fantasias - Votos: 2
20998 - Corno feliz - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
21000 - Gozando no Cuzinho da minha filha! - Categoria: Incesto - Votos: 15
21002 - Bolinei a filha - Categoria: Incesto - Votos: 9
21235 - MINHA ENTEADA É UM TESÃO. - Categoria: Incesto - Votos: 8
21330 - Dentro de casa, com o amigo! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
21331 - MINHA PUTINHA COM MAIS UM AMIGO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
21351 - A mulher do meu cunhado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
21522 - Tchú, tchá, tchá com a sobrinha safada. - Categoria: Incesto - Votos: 6
21538 - MINHA FILHA THAYS - Categoria: Incesto - Votos: 13
21543 - A Enteada - Categoria: Incesto - Votos: 14
21588 - Namorando a própria filha. - Categoria: Incesto - Votos: 11
21589 - Até que enfim, Comi minha cunhada - Categoria: Incesto - Votos: 4
21590 - Quebrada de Cabaço da Sobrinha de Minha Mulher! - Categoria: Incesto - Votos: 8
21611 - Toda a cunhada é gostosa - Categoria: Incesto - Votos: 3
21676 - OMI MINHA FILHA NO PUTEIRO. - Categoria: Incesto - Votos: 8
22139 - ARRETEI A MINHA IRMAZINHA E FUDI SEU CU - Categoria: Incesto - Votos: 4
22140 - A SOBRINHA SAFADA - Categoria: Incesto - Votos: 2
22631 - Chupando a Bucetinha da minha Filha… - Categoria: Incesto - Votos: 9
22635 - com a mana - Categoria: Incesto - Votos: 4
22827 - COMI O CUZINHO ROSADO DE MINHA FILHA TESUDA - Categoria: Incesto - Votos: 10
23501 - Minha filha putinha me seduziu - Categoria: Incesto - Votos: 9
24227 - Eu e minha Filha no dia de seu Casamento - Categoria: Incesto - Votos: 15
24729 - Filha carente, pai preocupado…combinação explosiva - Categoria: Incesto - Votos: 18
25190 - Minha linda filhinha - Categoria: Incesto - Votos: 11
26448 - Meu bebezão. - Categoria: Incesto - Votos: 8
30188 - A Sobrinha do Titio - Categoria: Incesto - Votos: 5
30937 - MINHA IRMÃ ESTAVA BEBADA - Categoria: Incesto - Votos: 14
33229 - Eu e minha filha.. - Categoria: Incesto - Votos: 18
36680 - Mamãe gostosa - Categoria: Incesto - Votos: 3
37287 - Minha cunhada - Categoria: Incesto - Votos: 3

Ficha do conto

Foto Perfil macielsafado
macielsafado

Nome do conto:
Final de ano com minha irmã casada.

Codigo do conto:
21610

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
28/10/2012

Quant.de Votos:
14

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


conto pornodei minha bucetona greluda pra meu sonbrinho novim contoseroticoscontos eroticos ladroesAjudei uma cega na rua conto eróticoum garoto em minha vida conto eroticiCONTO BACANAL EM FAMÍLIASFotos sexo minha mulherincesto brazilcontos eróticos meu grelo enorme xvideos.namaroda do meu tiocontos eroticos sadomasoquismo com putasconto ertico meu irmo camilinhaContos eroticos de crossdresserconto erótico provocando sogro[email protected]contos meu genro tesudopivete pirocudo arreguei contosContos erótico de menino com impregnada e fotoquadrinho lua de mel do cornoconto gay vizinho me flagroucaminhoneiro coroa metendo gostosoConto erotico com a mulher casada na caminhada23cm de cachorradacontos eroticos gay o trote parte IIwww.nora tarada contos e fotosContos eroticos depois de velha me viciei em boqueteswing quadrinhos eróticoscontos eroticos de transando com a cunhada casada e com seu marido bi sexualcontos safados mulher obriga marido a parrticipar do sexoContos eroticos mulher com mini poneporno irmao comendo irma hental brasil dever de casacontos tiachupa garoto dotadofui me confessar e padre roludo me fodeu gostoso contoos tesudos da acqdemia fqzndo exercicio sexofodendo vizinha casadacontos fazendeira casada dá o rabo por Capataz[email protected]dei para varios caminhoneiros conto gayContos eroticos com fotos de podolatria com a professorahentai engravidando a maecontos de incesto iniciandocontos eróticosdei pro meu tioconto erotico meu vizinho taxista me chantageouconto erótico pique escondehqhentaigayContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas gostosasconto de incesto com avô e netinhacontos inxesto mae e filho piroculdo veridicomunheres se biquini fio detau na praia bufeta rajadascontoseroticosgay sempre fingi q dormia novinhosexo irmã so faz merda contocontos eroticos casei me com o meu padrastoprima damo chota pro primoBunda de gaylatinboys.comgozando na minha sograse engasgou com agosadaconto erótico bebadoContos eroticos de incesto no pauzao do papai desde meninacomi minha cunhada fabiana - contos eroticoscontos eroticos novinhos gemeosencoxada gostosas no metro sp conto erotico surrou a esposa conto eróticotransformei minha casa em un puteiro contocontos de sogra gravida transandofotos de mulheres com minuscula saia erotica no sexo anal bem rabudasflavia mostra calsinha coladanudismo pau duroquadrinho porno justa causacorno manso mulhergordinha sendo arrombadaquadrinhos cu invocanteFilinha putinha dando a bucetinha pro paisinho contos eroticos com fotos e quadrinhos animadoso massagista negro hetray em quadrinhosimagens de rolas eretas e jorrando porraconto comendo a filha da vizinha no onibos perto da mae delaVou amarrar você braços cordas contoeroticosentando na pica do vovô contos eroticos de incestoconto erótico gay o barbeiroscatvedeoconto na cabine swuingconto chupei gostoso no cinemacontos eroticos muito sexo uicontos eroticos 3dcontos de negra maniaca por sexocontos eroticos homens muito rudes,vai ter que me da o cu sua cadelaconto erotico com fotos/ rabo da maeconto leitinho do papai