DOCE VINGANÇA



A belíssima negra de corpo curvilíneo com proeminências generosas chorava copiosamente, trazendo nos olhos uma aura de súplica. Ajoelhada frente o seu amo e senhor, ela intercalava pedidos de perdão mesclados com soluços e engasgos de ar. Temia pelo que estava por vir, pois a rigorosidade de seu amo lhe era velha conhecida.

Ele, por sua vez, olhando para ela com um ar de domínio sentia todo o medo que seu corpo exalava. Sua pele fremia intermitente enquanto as mãos pendiam ao ar rogando pelo perdão que, certamente, não viria. Ele apreciava aquela cena que não lhe causava apenas prazer, mas também desejo. Tratava-se de um jogo de submissão e sedução, ao qual ele sempre deixava que seus instintos falassem mais alto que a razão. Sentia seu corpo pulsar com um desejo incontrolável que tomava conta de tudo, agindo e impulsionando em direção ao delicioso desconhecido. Era preciso usufruir aquele momento como se fosse o único – senão o último!

Aquela mulher, de corpo voluptuoso, formas generosas e cujo viço ainda conservava um quê de pouco amadurecimento, deixavam Max – esse era o seu codinome – sentir-se jovem outra vez, poderoso, dominador, aquele que é capaz de sujeitar qualquer mulher aos seus desejos, mesmo aqueles mais incompreensíveis e inaceitáveis. Ele precisava daquilo – daquela submissão servil e subserviente – como qualquer indivíduo precisa de ar para respirar e água para sobreviver. Sem aquilo ele não era nada! Apenas um homem, simples, comum e desconhecido.

Vez por outra, os choramingar de Eva, seus soluços e o temor de seu corpo provocavam Max ao ponto de sentir que seu pênis iria explodir de tão excitado que estava. Ela olhava para ela com um olhar quase vulcânico, tal a fera que, tendo sua presa acuada e indefesa, saboreia cada momento que antecede ao banquete. Lentamente, ele aproximou-se dela, caminhando passos medidos e sutis, pondo-se bem à sua frente e mostrando-se como ele realmente é: o macho dominador que vai submeter sua fêmea aos seus inconfessáveis prazeres.

“Por favor, meu amo, me poupe! Não me castigue, não me machuque, … tenho medo, meu senhor, … você sabe que sou sua e sempre serei, … por favor não me machuque!” ; a voz de Eva era um clamor repleto de medo e de súplica, sentimentos aos quais Max destinava apenas seu total asco. Inclinou-se na direção dela e tomou-a pelos ombros fazendo com que ela ficasse em pé e com um movimento bruto e impulsivo, pegou as alças do vestido que cobria o corpo de sua vítima e rasgou-o por completo – de cima abaixo – desnudando-a e expondo suas formas cobiçadas para seus olhos que ardiam como brasas que jamais se apagam. Examinou cada centímetro de pele enquanto suas mão ainda a seguravam pelos ombros que tremiam involuntariamente, deixando claro que Eva estava completamente submissa ao seu algoz.

Max sacudiu a jovem pelos ombros, obrigando-a a olhar para ele, fitá-lo nos olhos. Ele podia sentir o medo e o domínio tomando conta do corpo e da alma de Eva, … ela era sua! Nada nem ninguém se transpunha entre eles. A fera e a presa estavam, agora, prontos para o embate no qual a primeira saciaria todos os seus desejos mais repugnantes e animalescos que se podia conceber. As mãos deles desceram suavemente na direção dos seios firmes coroados por mamilos protuberantes e entumescidos, que ele preferia pensar que assim estavam por excitação e não por medo. Acariciou-os como o escultor que examina a obra que acabara de criar e tocou os mamilos com certa dose de carícia, percebendo no rosto de Eva uma leve demonstração de que aquilo estava lhe causando certo prazer.

Max não hesitou em interromper a carícia aplicando um sonoro tapa no rosto da jovem que fez uma careta de dor e humilhação, mas, ao mesmo tempo, não deixou-se entregar à dor da agressão preferindo olhar para seu amo com um olhar submisso e servil. Ele sorriu ironicamente, … afinal aquilo lhe causava enorme tesão! Acariciou o rosto de Eva com uma suavidade completamente oposta ao que fizera segundos antes. Sentiu sua pele fria, macia e trêmula sob seus dedos, ao mesmo tempo em que usufruía de um ereção excepcionalmente vigorosa. Tomou Eva nos braços e beijou-a voluptuosamente, fazendo sua língua passear por toda a boca sorvendo aquela saliva doce e excitante.

Ergueu os braços da jovem que sem perceber foi cedendo ao comando imediato de seu mestre e senhor. Amarrou-as acima da cabeça em uma corda grossa de juta nova e seca. Apertou bem quase fazendo cessar a circulação de sangue. Afastou-se um pouco para apreciar o espetáculo daquela mulher linda e sensual completamente submissa e dominada. Nada Eva podia fazer senão entregar-se de corpo e alma ao seu Amo e Senhor. Max deliciava-se sentindo que sua ereção continuava a surpreendê-lo e atiçando seus sentidos e instintos. Desnudou-se, mostrando à Eva a pujança de seu cacete duro como pedra cuja glande parecia ter dobrado de tamanho.

Max colocou-se atrás de sua escrava e passou a esfregar sua pica nas nádegas roliças e bem torneadas daquela negra excepcionalmente bela e atraente. Suas mãos procuraram os mamilos e brincaram com eles, ora esticando-os, ora apertando-os bem forte. Eva sentia aquele membro enorme provocar-lhe sensações indizíveis, e forçando-a involuntariamente a rebolar seu traseiro empurrando-o na direção daquela pica provocante. Pensou que ia ser possuída ali naquele momento, … porém os planos de Max eram outros. Ele afastou-se dela, tomando um pedaço de pele de animal macia e felpuda em uma das mãos e um pequeno chicote de couro na outra.

Eva sentiu quando Max fez com que a pele passeasse por suas costas, suavemente, descendo até seu traseiro e acariciando-o de forma bastante provocante. Eva estava em pleno êxtase, quando uma forte chibatada atingiu suas nádegas fazendo-a gritar de dor. Max sorveu aquele grito como se uma onda de prazer invadisse o seu corpo prenunciando um orgasmo que ainda não estava por vir.
Eva, por sua vez, mesmo sob os efeitos de uma dor quase incontrolável, também sentia uma enorme onda de prazer e desejo tomar conta de sua corpo, como se aquele golpe tivesse acionado algum dispositivo interno de sua psiquê liberando uma enorme descarga de tesão antes reprimido. “Não pára, meu amo! Por favor, … não pára! Eu quero mais! Me dá mais, por favor!”. Max ouviu aquelas palavras com uma ponta satisfação ante o estado de sua parceira e não perdeu tempo passando, então, a aplicar-lhe outros golpes vigorosos e cada vez mais intensos.

A cada golpe Eva gritava e em seguida gemia como uma gata no cio, sentindo cada fibra de seu corpo vibrar de tesão e de desejo. Ela podia sentir como sua vagina estava úmida e lubrificada, de uma forma que ela jamais havia sentido antes. Os fluidos vertiam entre suas pernas como um pequeno riacho perene cuja nascente era sua vagina tão enlouquecida de prazer que parecia ter vida própria. Max continuava a golpear as nádegas de sua escrava sentindo o vigor de seu pênis pulsar como se jamais houvesse uma ereção como aquela – algo tão deliciosamente excitante que ele pensou que fosse apenas efeito do momento – proporcionada pelo prazer em golpear sua escrava somado com seus gritos mesclados com gemidos.

Ambos tinham os corpos completamente suados cujas silhuetas cintilavam sob a luz indireta do ambiente, delineando sombras repletas de sensualidade que pareciam ter vida própria, atiçando ainda mais a libido do casal. Eva gemia, não mais gritava, … apenas gemia sentindo um tesão tão enorme que fazia suas pernas tremerem e seus braços penderem sobre o peso do próprio corpo. Mas nem mesmo a dor causada por tanto esforço e submissão eram capazes de diminuir o tesão que ela estava usufruindo; pelo contrário, ela estava fora de si, rebolando e empinando seu traseiro na direção de seu algoz, provocando-o, pedindo, … ou melhor, implorando para que ele não parasse com seus golpes que eram assemelhados à uma penetração vaginal das mais ansiadas por qualquer mulher, … por qualquer fêmea no cio!

Repentinamente, Max cessou seu ataque afastando-se um pouco e deixando de lado o chicote e o pedaço de pele de animal. Apoiou-se sobre a mesa que ficava atrás de onde Eva estava aprisionada e após alguns segundos necessários para recompor-se, ele tomou nas mãos um pequeno vibrador elétrico e caminhou na direção de sua escrava. Não tardou em penetrá-la por trás com aquele aparelho provocando uma sequência de espasmos no corpo da jovem. Eva parecia completamente fora de si contorcendo a cada pequena penetração que aquele acessório fazia em seu ânus e empinando suas nádegas para trás com o intuito de favorecer um ataque cada vez mais profundo.

Max saboreava cada estocada sentindo seu pênis cada vez mais duro e mais ereto. Enquanto provocava o cuzinho de sua escrava com o pequeno instrumento de prazer, aplicava-lhe vigorosos tapas nas nádegas até que elas ficassem avermelhadas de tanto apanhar. Eva gemia, as vezes gritava, mas sempre demonstrando imenso prazer na tortura que lhe era imposta pelo seu amo e senhor. Ela queria que ele usasse dela o quanto quisesse, o quanto pudesse, pois era para isso que ela estava ali: para servi-lo, para dar-lhe prazer.

Mais uma vez, de forma bruta e sem sobreaviso, Max cessou a simulação com o pequeno aparelho atirando-o para longe. Em seguida, tomou nas mãos uma faca militar, cuja lâmina brilhava sobre a tênue luz do ambiente, e com um só golpe cortou a corda que servia para prender Eva, libertando-a daquela posição desconfortável e dolorida. Assim que a corda cedeu, Eva sentiu novamente o peso do seu próprio corpo, e o cansaço de ficar tanto tempo esticada com os braços sobre a cabeça acabaram por impingir-lhe um choque físico, deixando toda a sua musculatura de sustentação sob os efeitos da gravidade.

Eva caiu quase como se desmoronasse; seus joelhos se curvaram dolorosamente, enquanto seu dorso e tórax pendiam na direção do solo. Ela cedeu sobre os próprios joelhos e foi ao chão prostrada com as mãos apoiadas sobre o solo curvando-se fatigada e ofegante. Max não queria parar com o “castigo”, mesmo sentindo que a satisfação de seus desejos de dominação pudessem causar algum mal à sua escrava, pois no fundo de seu coração ele sabia que amava aquela mulher como jamais havia amado alguém antes. Por alguns instantes ele titubeou, ponderando sobre a possibilidade de parar com tudo aquilo, tomar Eva nos braços e fazer amor com ela do mesmo modo que dois jovens apaixonados fazem, … porém o instinto animal sempre fala mais alto!

Max, então, aproximou-se de Eva e segurando-a pelos cabelos levantou seus rosto enquanto esfregava sua colossal pica grossa e dura pela face suada da mulher que, mesmo extenuada por todo aquele esforço, não se fazia de rogada desejando abocanhar aquela delícia chupando e lambendo o pinto de seu amo. Max não deixava que tal ato se concretizasse, … queria provocá-la, enlouquecê-la de tesão e de desejo, mas ainda não era chegada a hora de Eva sentir prazer naquele encontro. Ele continuou com a provocação esfregando sua rola pulsante no rosto de sua vítima enquanto, vez por outra, deixava que a glande fosse ao encontro dos lábios da jovem que assim que ensaiava beijá-la ou lambê-la via sua intenção frustrada pelo recuo estratégico de seu algoz.

Max estava extasiado ao ver que sua provocação deixava sua parceira cada vez mais excitada e cada vez mais tentada a sentir uma penetração vigorosa em sua vagina tendo como protagonista o seu mestre e algoz. Mas, primeiramente, ele precisava castigá-la, fazê-la sofrer de desejo e de tesão, pois somente assim o prazer seria amplo e irrestrito. Puxou-a pelos cabelos, forçando-a a levantar-se e ficar em pé a sua frente. Olhou para ela com um olhar ameaçador, mas também com um toque do desejo que estava sentindo. Com sua outra mão livre passou a brincar com o clítoris de Eva, sentindo-o entre os dedos e percebendo que estava inchado e pulsante. Imediatamente, ele a empurrou para cima de uma mesa de madeira de lei fazendo com que ela se deitasse sobre ela com as pernas abertas, exibindo sua vagina que chegava a brilhar pela umidade que dela fluía.


Puxou o corpo dela para próximo de si, até o ponto em que seu pinto duro ficasse alinhado com a vagina de sua escrava, passando a esfregá-lo pelos grandes lábios, provocando uma série de gemidos incontidos da fêmea que mesmo tendo os calcanhares seguros pelas mãos de Max tentava, em vão, contorcer-se de tanto tesão que estava sentindo. Levantou a cabeça e olhou para o rosto do seu dominador, exclamando com a voz embargada pelo desejo: “Me come, meu senhor, … fode essa boceta que é só sua! Enfia esse caralho delicioso dentro de mim, … me fura, … me penetra, me faz tua puta de plantão!” - Eva estava em plena súplica, pois a única coisa que desejava era servir ao seu amo e senhor, propiciando-lhe o máximo de prazer que lhe fosse possível. E Max, por sua vez, continuava com a provocação esfregando seu cacete enorme na vagina de sua escrava sem, no entanto, demonstrar qualquer intenção de penetrá-la. Ele queria saborear aquele momento de submissão absoluta em que ele, e apenas ele, tinha o domínio da situação, deixando Eva na condição de mero objeto à sua disposição, para o seu deleite exclusivo.

Max, então, puxou o corpo de Eva em sua direção, mas diferentemente do esperado, ela a virou de bruços deixando suas nádegas para cima e oferecendo seu cuzinho em sacrifício, … tratava-se não apenas de sexo, mas de submissão, de dominação absoluta, mostrando para ela quem mandava e quem podia fazer o que bem entendesse. Eva, por sua vez, relembrando o tamanho descomunal da pica de Max assustou-se e tentou reagir, retesando as suas coxas, procurando proteger seu ânus do ataque inevitável daquele monstro de carne e músculos. Max deliciou-se com a tentativa vã de Eva de resistir ao que estava por vir, sentindo que seu cacete avolumara-se ainda mais, com a glande inchadíssima e pulsante, tornando-o quase uma fera insana pronta para o abate de sua presa. Eva estava em desespero, … imaginava aquele instrumento enorme perfurando-lhe o ânus e causando uma dor indescritível, além da humilhação de servir ao seu amo mesmo a contragosto.

E assim aconteceu: Max aproximou-se das nádegas de Eva segurando-as com as mãos e abrindo caminho para o seu membro em riste. No momento em que sentiu que sua glande estava bem próxima do orifício sob ataque, ele manteve as nádegas separadas com uma das mãos enquanto com a outra segurava a base do mastro apertando-o suavemente com o fito de torná-lo ainda mais inchado. Cuspiu na glande e roçou-a em torno do ânus, lubrificando de maneira pobre a região na expectativa de causar mais dor ainda quando da penetração. E, no momento seguinte, Max empurrou sua pélvis para a frente forçando a introdução da sua enorme verga obrigando sua glande a penetrar o quanto pudesse no cuzinho virgem de Eva.

Quando, após alguns minutos, a glande, finalmente, rompeu o obstáculo e invadiu o orifício antes intocado, Eva gritou ensandecida de dor. Era uma dor aguda, quase cortante, parecendo que seu ânus estava sendo rasgado de fora para dentro, ao mesmo tempo em que parecia queimar como uma ferida cauterizada. Max estava em transe, pois os gritos de sua escrava serviam apenas para deixá-lo ainda mais excitado, com seu tesão chegando nas nuvens, e oportunizando uma agressividade ainda mais ousada. Percebendo que sua glande já fizera o trabalho sujo, Max continuou com seu ataque, fazendo com que o restante de seu enorme cacete preenchesse o interior de sua escrava, inicialmente, causando mais dor que prazer. E mesmo sob a intensa força da arremetida de seu amo e senhor, Eva procurava manter-se firme, … mesmo com pequenas lágrimas escorrendo pelo rosto e o gosto amargo ma boca, ela resistia, pois queria servir bem ao seu amo, o homem de sua vida, … aquele que sempre terá seu corpo e sua alma. Ela precisava ser valente, … precisava ser uma guerreira a altura do seu senhor!

Max continuou a penetração até sentir suas bolas roçarem a parte interna das nádegas de Eva, evidenciando que toda a extensão do seu cacete havia sido introduzida no cuzinho que, então, não era mais virgem! Max ficou exultante, … sentindo-se na posse completa de sua escrava, que jamais fora vítima de tal ato e que a partir daquele dia somente poderia entregar-se a ele, pois ela era integralmente dele, … e de mais ninguém! Imediatamente, o macho passou a estocar o cuzinho desvirginado, exercendo um movimento pélvico de vai e vem que era cadenciado e contínuo, sem se importar com as lamúrias de sua escrava, que, ao seu lado, rangia os dentes resistindo ao movimento incessante que intensificava a dor que sentia de maneira quase exponencial. Eva queria ser possuída daquela forma e com aquela brutalidade, pois era o único modo de sentir-se totalmente de Max, deixando que ele usufruísse de seu corpo do melhor modo que lhe aprouvesse.

A medida em que os movimentos foram tornando-se mais intensos e rápidos, Eva foi percebendo que a dor era, pouco a pouco, substituída por uma sensação de prazer, que começara tão tênue que se fazia imperceptível, mas que a cada momento crescia na mesma proporção em que a dor diminuía. As lágrimas estavam sendo tomadas por um sorriso que invadia sua boca e seu olhar que de feérico, tornava-se brando e suave, … uma suavidade doce, singela e repleta de prazer, … afinal, seu amo e senhor havia conseguido o seu intuito: fizera dela sua eterna submissa, entregue apenas a ele e dominada por sua virilidade impoluta que se revelava em um pênis inchado e ereto, avassalador, violador e dono de cada centímetro de seu corpo. Eva era, a partir daquele momento, escrava absoluta de Max, e ele, por sua vez, seu senhor por toda a vida!

“Pronto minha putinha, … agora você é minha, … completamente minha, … vai, … mexe essa bunda e aproveita do pinto do seu macho!” - as palavras de Max soavam diferentes, … tinham dominação, mas também tinham um certo ar de ternura, quase como um afago do homem pela mulher. Eva sentiu todo o seu corpo ser percorrido por um arrepio diferente dos que havia sentido anteriormente, … era um arrepio gostoso e provocante, uma denúncia de que ela podia fazer o que quisesse para retribuir a dominação a que fora submetida e que a tornara uma mulher – e uma escrava – completa e realizada. Sem deixar que a rola de seu amo escorregasse para fora do seu cuzinho, Eva deslizou mesa abaixo, pondo seus pés no chão e apoiando seu ventre sobre a mesa, posição que propiciava uma penetração mais profunda, ao mesmo tempo em que lhe permitia retribuir com movimentos pélvicos em direção ao instrumento que não dava trégua ao seu cuzinho invadido.


Assim ficaram eles, em um movimento frenético e ritmado, com estocadas poderosas que, seguidamente, invadiam o ânus retrocedendo logo em seguida. O tempo se passou quase despercebido por aquele casal dominado pelo desejo e pelo prazer do que estavam fazendo. Max não sentia cansaço ou diminuição de sua potência, enquanto que Eva mantinha-se ativa e receptiva às investidas de seu senhor, deixando evidente que a dor havia sumido por completo e que apenas o prazer daquela verga monstruosa podia ser sentida em toda a sua plenitude.

E o orgasmo veio, … intenso, em ondas cada vez maiores e mais prolongadas, … Eva estava tendo um orgasmo totalmente diferente dos que já experimentara antes, … era um orgasmo que fluía pela vagina, mas que nascia no seu ânus! Algo inusitado e desconhecido para ela, que, mesmo ante a novidade, buscou aproveitar ao máximo as ondas que se sucediam, denunciando que, na verdade, estava tendo vários orgasmos sucessivos, … uma sensação indescritível e que a cada estocada de seu senhor repetiam-se fazendo com que seus músculos vaginas, bem como seu esfincter se contraíssem e relaxassem de maneira alternada, provocando-lhe arrepios que lhe percorriam todo o corpo. Toda aquele resultado operava uma reação de sentido oposto no parceiro de Eva.

Max sentia as contrações esfincterianas de sua parceira assemelhadas a uma “boca” cujos lábios apertavam suavemente seu pinto, inchando ainda mais a glande completamente enfiada no ânus de Eva. Era algo novo, de um prazer único e inenarrável, … algo que Max sentia ser apenas para ele, … um presente de sua escrava em agradecimento à penetração anal que, inicialmente, havia operado mais dor do que prazer e que, agora, resumia-se à absoluta entrega de uma fêmea ao seu macho dominante. Ele continuava estocando aquele ânus enquanto Eva rebolava intensamente seus quadris permitindo que a penetração fosse cada vez mais profunda e vigorosa.

Algum tempo depois, Max sentia que a ejaculação rondava sua resistência, anunciando que tudo estava por findar-se. Ele procurou resistir bravamente por mais algum tempo, apenas para saborear os orgasmos percebidos por sua escrava que gemia e suspirava imensamente satisfeita com o prazer que seu amo e senhor havia lhe proporcionado.

Finalmente, o momento era chegado. Max intensificou seus movimentos de vai e vem, segurando firmemente as ancas de Eva e gemendo alto sentindo que, muito em breve, ele despejaria dentro dela a sua carga de prazer.

E o orgasmo sobreveio, … Max ejaculou tão caudalosamente que Eva sentiu-se invadida por um vagalhão quente e viscoso cujo volume era de tal magnitude que ela parecia senti-lo chegar a sua garganta, inclusive com um sabor característico. A cada estocada de Max, ela sentia que seu cacete inchava ainda mais, tornando-se mais grosso dentro dela e proporcionando novos orgasmos que provocavam uma nova sensação de êxtase. Aquela ejaculação prolongou-se por alguns segundos, enquanto avolumava-se, dentro dela, uma enorme carga de sêmen que parecia querer transbordar para fora.

Quando, finalmente, Max percebeu que sua ejaculação havia findado, ele cambaleou para trás tirando seu pau em processo de lenta flacidez para fora do ânus destruído de sua escrava e tentando manter-se sobre as próprias pernas que estavam tão bambas que tremiam de forma involuntária. Eva,, ao seu tempo, escorregou da mesa para o chão caindo primeiramente de joelhos para depois desabar sobre o solo, arfando com dificuldade e sentindo todo o seu corpo doer de cansaço e de prazer. Ambos estavam vencidos. E também Max, não suportando o esforço a que fora submetido, acabou por desabar sobre um sofá próximo adormecendo quase que imediatamente.

A noite já ia alta quando Max conseguiu acordar daquele misto de torpor e de cansaço que haviam lhe impingido uma perda momentânea de sentidos, adormecendo pesadamente no sofá onde acabara prostrado. Sua visão estava turva e embaçada, e a pouca luminosidade do ambiente contribuía para que ele fosse incapaz de ver qualquer coisa com a mínima clareza. Sentiu um peso sobre seu colo e logo percebeu que Eva havia se arrastado até ele e jazia ajoelhada e debruçada sobre seu amo tomada por um sono profundo e tranquilo.

Max acariciou-lhe os cabelos negros e sedosos, percorrendo a lateral de sua face e sentindo uma vontade incontrolável de acordá-la e beijá-la sofregamente. Ficou assim por alguns momentos, apreciando aquela linda mulher deitada sobre o seu colo vencida pela sua virilidade e pelo seu desejo de macho. Ela não era um troféu, não era um prêmio, … era apenas ela mesma, … Eva sua escrava, … seu eterno objeto de prazer, … aquela que o serviria para sempre, … aquela para quem o seu coração fora entregue, sem que ela jamais soubesse disso!

Max acordou sua parceira de modo sutil e condizente com a situação em que se encontravam e quando seus olhares se cruzaram, eles compreenderam que dali em diante nada mais seria como antes, … eles estavam, para sempre, ligados um ao outro, … e nada nem ninguém seria capaz de separá-los.

Foto 1 do Conto erotico: DOCE VINGANÇA

Foto 2 do Conto erotico: DOCE VINGANÇA

Foto 3 do Conto erotico: DOCE VINGANÇA


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario belladomme

belladomme Comentou em 30/03/2013

....a Vingança é doçe...a mais maravilhosa vingança quando a entrega é mútua,intensa...Quando além do vigor do macho,Dom.. sua puta,escrava....há tb o respeito e o amor!!!!haaaaaaaaaaaaaaaaa Trovão sabes q faz de mim o que quiser....

foto perfil usuario liliu

liliu Comentou em 29/03/2013

Cara, esse conto foi muito excitante adorei, morri de inveja, da sua escrava\amante\amada, beijos

foto perfil usuario terranova

terranova Comentou em 29/03/2013

um conto bem bolado, onde as coisas não foram tão difíceis assim, hein? uma aventura medonha dessas até que deixa a sensação de que foi ou é agradável, rsrsrs, meus aplausos e se puder, leia-me

foto perfil usuario

Comentou em 29/03/2013

Oi Trovão, eu não acho que a vingança seja doce, não!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


21377 - A DOCE IRONIA DE UMA VINGANÇA - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
21390 - A DOCE VINGANÇA DO GLADIADOR CELTA - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
21391 - A FANTASIA - DESCOBRINDO A SI PRÓPRIO - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
21392 - A HISTÓRIA DE CIDÃO - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
21393 - FANTASIA II: UMA DESCOBERTA INESPERADA, MAS FELIZ! - Categoria: Gays - Votos: 18
21394 - FANTASIA III: A MENINA COM ODOR DE JASMIM - Categoria: Lésbicas - Votos: 5
21395 - A GORDINHA QUE NÃO SE ACHAVA GOSTOSA. (Ou melhor, - Categoria: Heterosexual - Votos: 17
21435 - VIZINHA GORDELÍCIA! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
21665 - MATURE FITNESS - Categoria: Interrraciais - Votos: 4
22284 - A INICIAÇÃO - QUANDO O DESEJO SUPERA TUDO - Categoria: Incesto - Votos: 14
22845 - FANTASIA IV: DESCOBRINDO A DELÍCIA DA SUBMISSÃO. - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 3
23590 - A DIARISTA - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 10
24086 - O ORGASMO INESPERADO! - Categoria: Incesto - Votos: 7
24229 - UMA PEGADA SURPRESA – A EMPREGADINHA DELICIOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
24394 - FITNESS MATURE II – O REENCONTRO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
25241 - A COROA ESNOBE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
25831 - A GUIA TURÍSTICA URUGUAIA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
26090 - HOMEM OUTRA VEZ! - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
27456 - VIOLENTADA E SUBMISSA - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 14
27857 - A RETRIBUIÇÃO - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
28583 - O DOCE SACRILÉGIO DA VIOLAÇÃO! - Categoria: Fetiches - Votos: 7
28710 - SURPRESA NAS COMPRAS - Categoria: Fantasias - Votos: 12
28810 - "** DE BÊBADO NÃO TEM DONO" - Categoria: Fantasias - Votos: 18
28883 - " ** DE BÊBADO NÃO TEM DONOII " - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
28935 - " ** DE BÊBADO NÃO TEM DONO (03)" - Categoria: Virgens - Votos: 10
29181 - ENRABOU A FILHA, … TEM QUE COMER A MÃE! - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
29509 - ** DE BÊBADO NÃO TEM DONO IV - Categoria: Fantasias - Votos: 2
29545 - AVENTURA SEXUAL VINTAGE - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
29949 - VICIADO EM SEXO! - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
30035 - O TELEFONEMA - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 9
30165 - MULHERES PERFEITAS! - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
31936 - A CAPITÃ E O PRISIONEIRO - Categoria: Fantasias - Votos: 2
32186 - PRESENTE DE AMIGO! - Categoria: Virgens - Votos: 2
32245 - MULHERES PERFEITAS III - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 2
32359 - O PRESENTE SURPRESA - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 3
32567 - PAGAMENTO DOLOROSO - Categoria: Incesto - Votos: 12
32998 - O LEITOR - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 5
33273 - PECADOS NÃO SE CONTAM - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 4
33691 - O CENTURIÃO E A PRINCESA PERSA - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
34067 - O CENTURIÃO E A PRINCESA PERSA (PARTE DOIS) - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 4
34476 - A SEXAGENÁRIA GOSTOSA! - Categoria: Coroas - Votos: 9
34685 - MEDO! - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 4
35219 - A DERMATOLOGISTA TARADA! - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
36469 - O CENTURIÃO E A PRINCESA PERSA (PARTE TRÊS) - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
36498 - A GARI DA BUNDA GRANDE! - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
37109 - AMIGO DA FILHA, MAS QUERENDO COMER A MÃE (PARTE 1) - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
37110 - AMIGO DA FILHA, MAS QUERENDO COMER A MÃE (PARTE 2) - Categoria: Heterosexual - Votos: 15
37256 - MAMÃE PRÁ LÁ DE GOSTOSA! - Categoria: Coroas - Votos: 7
37526 - A AMIGA DA VIZINHA (PARTE 01) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
38109 - A AMIGA DA VIZINHA (PARTE 02) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
38406 - A AUXILIAR DE LIMPEZA GOSTOSA E INSATISFEITA - Categoria: Masturbação - Votos: 5
38714 - A GORDINHA DOS SONHOS! - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
39522 - VINGANDO A AMIGA DA VIZINHA - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
39686 - A ENTREGADORA DE PANFLETOS - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
39785 - O ATAQUE! - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
39883 - BRINCANDO COM A GORDINHA DOS SONHOS - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
39951 - FANTASIANDO COM A GORDINHA DOS SONHOS! - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
40029 - O CENTURIÃO E A PRINCESA PERSA (PARTE 03) - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
42695 - OUSADA E BOA DE CAMA! - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
43788 - O GINECOLOGISTA, PARTE UM - Categoria: Fantasias - Votos: 3
43906 - OS PECADOS DA COSTUREIRA - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 2
43999 - OS PECADOS DA COSTUREIRA - PARTE 02 - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 5
44089 - A CUIDADORA (UMA HOMENAGEM E UM SONHO) - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
44265 - O GAROTO MALABARISTA - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
44453 - A CHANTAGEM! - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
44645 - O MONTADOR DE MÓVEIS E A CLIENTE ASSANHADA! - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
44815 - OS PECADOS DA COSTUREIRA - PARTE 03 - Categoria: Gays - Votos: 4
45069 - Prazer solitário ... a dois! - Categoria: Incesto - Votos: 17
45175 - NO CIO! - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 5
45243 - O GINECOLOGISTA - PARTE 02 (INÍCIO) - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
45543 - O GINECOLOGISTA - PARTE 02 (GRANDE FINAL) - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 2
45754 - SEDUÇÃO E VONTADE - O DESEJO DE UM PAI! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
45995 - OS PECADOS DA COSTUREIRA - PARTE 04 (FINAL) - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 1
46045 - PAGANDO O PREÇO PELA OUSADIA! - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
46067 - A DUPLA RECOMPENSA - Categoria: Incesto - Votos: 7
46240 - JOGO DE INTERESSES - A VOLTA POR CIMA - Categoria: Incesto - Votos: 4
46549 - O QUE TE EXCITA? - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
46659 - Rompendo Barreiras, Conhecendo os próprios limites - Categoria: Travesti - Votos: 3
46925 - NOVIDADE DUPLA! - Categoria: Travesti - Votos: 13
50735 - UMA SITUAÇÃO INESPERADA! - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 4
55754 - O CURATIVO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
56098 - EXPECTATIVAS - Categoria: Coroas - Votos: 1
56369 - NOVAS EXPECTATIVAS - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
56701 - OUTRAS EXPECTATIVAS - ACIDENTE DE PERCURSO - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
57343 - A LEITURISTA - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
57400 - A ARRUMADEIRA - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
57747 - CRÔNICA: O ABAJUR - Categoria: Incesto - Votos: 4
57748 - FELIZES PARA SEMPRE! - Categoria: Incesto - Votos: 2
58057 - PRELÚDIO - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 1
58795 - PAGANDO UMA DÍVIDA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
58796 - PAGANDO A DÍVIDA (PARTE 02) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
58797 - PAGANDO A DÍVIDA (PARTE 03) - FINAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
58798 - INTERLÚDIO - Categoria: Incesto - Votos: 4
58982 - TRAPAÇA! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
59268 - SONATA - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 1
59405 - A APRENDIZ SAPECA! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
59608 - ADDAGIO - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 0
59728 - A LINHAGEM - Categoria: Incesto - Votos: 4
60077 - CONTATO IMEDIATO NA REDE SOCIAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
60574 - TOCATA - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 3
62692 - Aprendendo novas formas de prazer - Categoria: Masturbação - Votos: 3
63133 - A AMIGUINHA DE MINH A FILHA - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
63336 - DOCES RECORDAÇÕES (PARTE 01) - Categoria: Masturbação - Votos: 3
63337 - DOCES RECORDAÇÕES (PARTE 02) - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
63526 - NICE, A GAROTA DO CALENDÁRIO - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
63527 - A GAROTA DO CALENDÁRIO (PARTE 02) - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
63660 - UMA EXPERIÊNCIA INUSITADA - Categoria: Travesti - Votos: 4
63661 - A EXPERIÊNCIA (PARTE 02) - Categoria: Travesti - Votos: 3
63926 - O SEGREDO DE ALICE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
65545 - A HISTÓRIA DE MARINALVA … OU MELHOR LÚCIA - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
65547 - A HISTORIA DE MARINALVA - PARTE 02 - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
65776 - CONHECENDO A INVERSÃO - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 2
66384 - DESEJO E DOCE VINGANÇA - PARTE 01 - Categoria: Incesto - Votos: 7
66385 - DESEJO E DOCE VINGANÇA - PARTE 02 - Categoria: Incesto - Votos: 4
66386 - DESEJO E DOCE VINGANÇA - PARTE 03 - Categoria: Incesto - Votos: 4
66388 - DESEJO E DOCE VINGANÇA - PARTE 04 - Categoria: Incesto - Votos: 5
67064 - TORTURA INTRIGANTE (PARTE 01) - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
67066 - TORTURA INTRIGANTE (PARTE 02) - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
67067 - TORTURA INTRIGANTE (PARTE 03) - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
67127 - A DESQUITADA (UM CONTO VINTAGE) - Categoria: Coroas - Votos: 4
67372 - MANDA QUEM PODE - Categoria: Virgens - Votos: 5
67497 - PREMONIÇÃO MALDITA! - Categoria: Fantasias - Votos: 3
67979 - TESÃO BANDIDO - PARTE 01 - Categoria: Incesto - Votos: 6
67980 - TESÃO BANDIDO - PARTE 02 - Categoria: Incesto - Votos: 2
67981 - TESÃO BANDIDO - PARTE 03 - Categoria: Incesto - Votos: 4
68132 - TESÃO BANDIDO - PARTE 04 (Final) - Categoria: Incesto - Votos: 3
68352 - O CANTO DA IARA (Uma lenda Urbana) - Categoria: Fantasias - Votos: 2
68483 - A COROATATUADA - Categoria: Coroas - Votos: 13
68649 - CARRO USADO - Categoria: Coroas - Votos: 9
69106 - A DO OUTRO É SEMPRE MELHOR! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
70082 - DESPERDÍCIO! - Categoria: Masturbação - Votos: 1
70083 - COMIDINHA CASEIRA - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
70084 - DOCINHO DE MULHER - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
70464 - LAMBUZADO A BEÇA! - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
72106 - DESEJO E PERVERSÃO - Categoria: Travesti - Votos: 9
72107 - MAIS DESEJO QUE PERVERSÃO - Categoria: Travesti - Votos: 8
72248 - TÔ TE QUERENDO! - Categoria: Travesti - Votos: 7
72356 - EM ALGUM LUGAR DO PASSADO ... (A DECEPÇÃO) - Categoria: Travesti - Votos: 4
72638 - AFOGANDO AS MÁGOAS - Categoria: Coroas - Votos: 4
73410 - Uma Linda Vingança, chamada Brigitte! - Categoria: Travesti - Votos: 9
73478 - Uma Linda vingança chamada Brigitte (Parte dois) - Categoria: Travesti - Votos: 7
73912 - UMA LINDA VINGANÇA CHAMADA BRIGITTE (PARTE 03) - Categoria: Travesti - Votos: 11
75153 - VOLÚPIA - Categoria: Incesto - Votos: 1
75154 - CHÁ DE BOLDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
75155 - E O CARRO EMPERROU - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
75156 - MITO OU REALIDADE? - Categoria: Incesto - Votos: 4
75157 - A ENDOCRINOLOGISTA FOFINHA! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
75434 - FLAGRANTE! - PARTE UM - Categoria: Incesto - Votos: 11
75435 - FLAGRANTE! - PARTE DOIS - Categoria: Incesto - Votos: 11
75564 - UMA MANHÃ INESQUECÍVEL! - Categoria: Travesti - Votos: 6
75667 - UM CÃO CHAMADO "NENÊ" - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
75905 - MATANDO A FOME! - Categoria: Coroas - Votos: 2
75907 - SACIANDO A FOME (FINALMENTE!) - Categoria: Coroas - Votos: 1
75908 - MATANDO A FOME! (PARTE FINAL) - Categoria: Coroas - Votos: 2
76005 - UM CONVITE NO SQUEEZE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
76113 - TESÃO REVELADO (PARTE 01) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
76207 - TESÃO REVELADO (PARTE 02) - Categoria: Incesto - Votos: 8
76503 - PROVOCAÇÃO! - Categoria: Incesto - Votos: 2
76504 - SEDUÇÃO - Categoria: Incesto - Votos: 2
76505 - TENTAÇÃO! - Categoria: Incesto - Votos: 3
76983 - A PÍLULA DA TRAIÇÃO - PARTE 01 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
76984 - A PÍLULA DA TRAIÇÃO - PARTE 02 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
76985 - A PÍLULA DA TRAIÇÃO - PARTE 03 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
76986 - A PÍLULA DA TRAIÇÃO - PARTE 04 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
77220 - INTERMEZZO - Categoria: Incesto - Votos: 6
77221 - INTERMEZZO (2) - Categoria: Incesto - Votos: 3
77222 - INTERMEZZO (3) - Categoria: Incesto - Votos: 5
77696 - O PRESENTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
77697 - O PRESENTE (A CONSUMAÇÃO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
78720 - CAINDO DE BOCA! (PARTE 01) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
78721 - CAINDO DE BOCA (PARTE 02) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
78722 - CAINDO DE BOCA (PARTE 03) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
78723 - CAINDO DE BOCA (PARTE 04) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
78724 - CAINDO DE BOCA (PARTE 05) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
80764 - DOCE VENENO - Categoria: Travesti - Votos: 2
80765 - DOCE REMÉDIO - Categoria: Travesti - Votos: 3
80766 - QUE MULHER É ESSA! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
80767 - QUE MULHERES SÃO ESSAS! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
80768 - UM VERÃO INESQUECÍVEL (PARTE 01) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
80769 - UM VERÃO INESQUECÍVEL (PARTE 02) - Categoria: Incesto - Votos: 7
80934 - CONFIDÊNCIAS - Categoria: Incesto - Votos: 2
80935 - AMOR DE PAI (CONFIDÊNCIAS II) - Categoria: Incesto - Votos: 2
84793 - ATRÁS DA JANELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
84867 - DEVANEIO DELIRANTE (UMA HOMENAGEM) - Categoria: Gays - Votos: 2
85343 - UM FIM DE SEMANA INESQUECÍVEL (1) - Categoria: Virgens - Votos: 4
86423 - UM FIM DE SEMANA INESQUECÍVEL - PARTE 02 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
86424 - UM FIM DE SEMANA INESQUECÍVEL - PARTE 03 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
88562 - VALENDO A PENA! - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
88563 - ABUSANDO DA SORTE! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
88812 - Terceira idade, uma ova! - Categoria: Coroas - Votos: 10
89009 - UM CONVITE INUSITADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
89606 - CARPE DIEM - A DAMA E O CACHORRINHO - Categoria: Coroas - Votos: 3
89607 - CARPE DIEM - VONTADE INCANSÁVEL - Categoria: Coroas - Votos: 1
89608 - CARPE DIEM - MENINA SAPECA! - Categoria: Coroas - Votos: 2
89954 - SUPERANDO AS EXPECTATIVAS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
89955 - DELICIOSA EXPECTATIVA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
89956 - CONHECENDO AS NOVAS EXPECTATIVAS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
90013 - DIÁLOGOS EM FANTASIA (PARTE 01) - Categoria: Incesto - Votos: 1
90459 - DIÁLOGOS EM FANTASIA (PARTE 02) - Categoria: Gays - Votos: 0
90665 - VOVÔ VIU A UVA (PRIMEIRA PARTE) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
90807 - VOVÔ VIU A UVA! (SEGUNDA PARTE) - Categoria: Incesto - Votos: 6
91302 - VOVÔ VIU A UVA! (TERCEIRA PARTE) - Categoria: Incesto - Votos: 7
91487 - ROOM SERVICE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
91489 - VELHAS E DOCES REMINISCÊNCIAS (SEGUNDA PARTE) - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
91510 - VELHAS E DOCES REMINISCÊNCIAS (PRIMEIRA PARTE) - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
94851 - A CHANTAGEM - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
94855 - DO FACEBOOK PARA O MUNDO REAL! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
94857 - PARA NÃO PERDER UMA OPORTUNIDADE! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
94859 - DESEJADA E ASSEDIADA (PARTE 01) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
94860 - DESEJADA E ASSEDIADA (PARTE 02) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
94861 - DESEJADA E ASSEDIADA (PARTE 03) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
97907 - Promessa Quebrada - Tesão Avassalador! - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
99362 - GREVE: Ameaça ou oportunidade? - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
99403 - EMERGÊNCIAS MÉDICAS ALUCINANTES (PARTE 01) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
99404 - EMERGÊNCIAS MÉDICAS ALUCINANTES (PARTE 02) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
99405 - EMERGÊNCIAS MÉDICAS ALUCINANTES (PARTE 03) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
100208 - CONTOS SÓRDIDOS 01 SORDIDEZ - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
101868 - FRENÉTICO! - Categoria: Coroas - Votos: 5
101869 - FRENÉTICO E SURPREENDENTE! - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
102224 - ATÉ A ÚLTIMA GOTA! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
102228 - POR DINHEIRO (01) - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
102229 - POR DINHEIRO (02) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
102230 - POR DINHEIRO (03) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
102574 - CONTOS ESCABROSOS - O PRESENTE (02) - Categoria: Coroas - Votos: 7
102587 - CONTOS ESCABROSOS - O PRESENTE (01) - Categoria: Coroas - Votos: 7
102858 - A TROCA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
102859 - TROCO NA MESMA MOEDA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
103334 - VOVÓ SAPEQUINHA! - Categoria: Incesto - Votos: 19
103335 - VOVÓ SAPEQUINHA 2: APRIMORANDO O QUE JÁ ERA BOM! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 13
103981 - A PUTINHA PREDILETA DO PAPAI - Categoria: Incesto - Votos: 9
103982 - A PUTINHA PREDILETA DO PAPAI - COMPARTILHANDO - Categoria: Incesto - Votos: 4
103984 - A PUTINHA PREDILETA DO PAPAI - RETRIBUIÇÃO - Categoria: Incesto - Votos: 11
104332 - APRENDIZADO FRATERNAL - Categoria: Incesto - Votos: 8
104333 - APRENDIZADO FRATERNAL - DEPOIS DA TEMPESTADE - Categoria: Incesto - Votos: 9
104334 - DESTINO TINHOSO! - Categoria: Incesto - Votos: 11
104335 - DESTINO TINHOSO! IRREVERSÍVEL! - Categoria: Incesto - Votos: 12
104396 - UM SONHO (HOMENAGEM À TODAS AS TRANS QUE EU ADORO E VENERO) - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 7
105120 - DOCE MEMÓRIA (PRIMEIRA PARTE) - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
105121 - DOCE LEMBRANÇA - DOCE OPORTUNIDADE! - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
105122 - DEVASSIDÃO EM FAMÍLIA - VIRANDO O JOGO! - Categoria: Incesto - Votos: 9
105133 - DEVASSIDÃO EM FAMÍLIA - Categoria: Incesto - Votos: 12
105654 - Uns quilinhos a mais, não faz mal! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
105707 - ONE MORE NIGHT - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 4
105755 - QUEM FOI QUE DISSE BERENICE! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
105890 - SLAVE TO LOVE - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 3
106154 - DUPLA SURPRESA - PARTE UM - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 15
106155 - DUPLA SURPRESA - PARTE DOIS - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 13
106236 - SEM PERDÃO! - Categoria: Incesto - Votos: 10
106615 - ENCONTRO CASUAL E SURPREENDENTE! - Categoria: Masturbação - Votos: 4
106938 - TRAÍDA PELA MEMÓRIA - Categoria: Incesto - Votos: 6
107169 - SUCCUBUS (DEVANEIO) - Categoria: Fantasias - Votos: 2
107458 - NEM TUDO É ILUSÃO! - Categoria: Incesto - Votos: 9
107511 - NINFA - Categoria: Incesto - Votos: 14
107709 - BIG SURPRISE! - Categoria: Lésbicas - Votos: 4
108191 - SONHAR PODE SER PERIGOSO ..., OU NÃO! (FICÇÃO) - Categoria: Incesto - Votos: 11
108489 - CONTOS DRIVE THRU (PARTE 1) - Categoria: Incesto - Votos: 10
108533 - CONTOS DRIVE THRU - PARTE DOIS - Categoria: Incesto - Votos: 2
108832 - CONTOS DRIVE THRU - PARTE 03 - Categoria: Incesto - Votos: 4
108882 - CONTOS DRIVE THRU - PARTE 04 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
108883 - JOGO DE SEDUÇÃO - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 1
109166 - NOTURNO - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 3
109178 - CONTOS DRIVE THRU - PARTE 05 - Categoria: Incesto - Votos: 4
110874 - A ESCRAVA GREGA (FICÇÃO) - Categoria: Fantasias - Votos: 5
111135 - CABEÇA RASPADA - PARTE 01 - Categoria: Fantasias - Votos: 7
111136 - CABEÇA RASPADA - PARTE 02 - Categoria: Fantasias - Votos: 5
111360 - CONTOS DRIVE THRU - TIA AMÉLIA (01) - Categoria: Incesto - Votos: 12
111361 - CONTOS DRIVE THRU - TIA AMÉLIA (02) - Categoria: Incesto - Votos: 9
111362 - CONTOS DRIVE THRU - TIA AMÉLIA (03) - Categoria: Incesto - Votos: 8
111363 - CONTOS DRIVE THRU - TIA AMÉLIA (FINAL) - Categoria: Incesto - Votos: 6
111745 - CONTOS DRIVE THRU: ROUPA USADA (01) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
111746 - CONTOS DRIVE THRU: ROUPA USADA (02) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
111747 - CONTOS DRIVE THRU: ROUPA USADA (03) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
111748 - CONTOS DRIVE THRU: ROUPA USADA (FINAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
112315 - SAUDADES JAMAIS TEM IDADE! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
112317 - UMA NOITE EM NÁPOLES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
112363 - PRIMEIRAS LIÇÕES - Categoria: Incesto - Votos: 7
113062 - ANTES DA BATALHA (FICÇÃO) - Categoria: Fantasias - Votos: 2
113168 - OBSERVANDO PÁSSAROS E OPORTUNIDADES! - Categoria: Coroas - Votos: 6
113169 - SUPERANDO EXPECTATIVAS! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
113451 - PRIMEIRAS LIÇÕES - PARTE DOIS (FINAL) - Categoria: Incesto - Votos: 6
114004 - Mulheres surpreendentemente incomuns - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
114101 - ANTES DE PARTIR - Categoria: Fantasias - Votos: 5
114461 - O PRESENTE DE DESPEDIDA (FICÇÃO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
116417 - A cobiça (1) - Categoria: Incesto - Votos: 12
116454 - A Cobiça (2) - Categoria: Gays - Votos: 2
116455 - A Cobiça (2) 2ª Parte - Categoria: Gays - Votos: 1
116513 - A COBIÇA (3) - O MUNDO DÁ VOLTAS - Categoria: Gays - Votos: 2
116747 - DIÁRIA COM SURPRESA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
117685 - O PREÇO DE UMA MENTIRA - PARTE 01 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
117686 - O PREÇO DE UMA MENTIRA - 02 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
117687 - O PREÇO DE UMA MENTIRA - 03 (FINAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
117866 - A PRIMEIRA VEZ A GENTE JAMAIS ESQUECE - PRIMEIRA PARTE - Categoria: Virgens - Votos: 10
117867 - A PRIMEIRA VEZ A GENTE JAMAIS ESQUECE - SEGUNDA PARTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
117868 - A PRIMEIRA VEZ A GENTE JAMAIS ESQUECE - TERCEIRA PARTE - Categoria: Lésbicas - Votos: 7
117869 - A PRIMEIRA VEZ A GENTE JAMAIS ESQUECE - PARTE FINAL - Categoria: Incesto - Votos: 5
117963 - PALAVRA DECIFRADA - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 2
119056 - VINTAGE MOMENTS - Categoria: Masturbação - Votos: 3
119067 - VINTAGE MOMENTS - PARTE DOIS - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
119068 - VINTAGE MOMENTS - PARTE FINAL - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
119900 - QUEM COM FERRO FERE (PARTE INICIAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
119901 - QUEM COM FERRO FERE (PARTE DOIS) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
119902 - QUEM COM FERRO FERE (PARTE TRÊS) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
119904 - QUEM COM FERRO FERE (PARTE FINAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
120634 - A MULHER DA JANELA - O BRINQUEDINHO DA TIA - Categoria: Masturbação - Votos: 12
120689 - A Mulher da Janela (Parte Dois) - Categoria: Coroas - Votos: 5
120690 - ATENDENDO A UM PEDIDO INCOMUM (PARTE UM) - Categoria: Coroas - Votos: 7
120691 - ATENDENDO A UM PEDIDO INCOMUM (PARTE DOIS) - Categoria: Coroas - Votos: 7
120692 - ATENDENDO A UM PEDIDO INCOMUM (PARTE TRÊS) - Categoria: Coroas - Votos: 9
120840 - ATENDENDO A UM PEDIDO INCOMUM - PARTE QUATRO - Categoria: Fantasias - Votos: 4
120889 - A MULHER DA JANELA - PARTE FINAL - Categoria: Coroas - Votos: 8
123172 - EXPERIÊNCIA SENSORIAL - O INÍCIO - Categoria: Fantasias - Votos: 5
123173 - EXPERIÊNCIA SENSORIAL - DOMINADA PELO DESEJO! - Categoria: Fantasias - Votos: 4
123174 - EXPERIÊNCIA SENSORIAL - DESCOBERTAS - Categoria: Fantasias - Votos: 4
123308 - EXPERIÊNCIA SENSORIAL II (PARTE HUM) - Categoria: Fantasias - Votos: 4
123342 - A Órfã (Como tudo teve início) - Categoria: Incesto - Votos: 10
123591 - A ÓRFÃ - QUANDO O UNIVERSO CONSPIRA A NOSSO FAVOR - Categoria: Incesto - Votos: 11
123733 - OS DOZE CAVALEIROS - BOORS O INTRÉPIDO - Categoria: Fantasias - Votos: 1
123860 - A ÓRFÃ - SABOREANDO O GOSTO DO PECADO! - Categoria: Incesto - Votos: 8
124018 - A ÓRFÃ: AMEAÇAS! - Categoria: Incesto - Votos: 6
124043 - Entre o receio e o desejo - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 2
124137 - A ÓRFÃ - REVELAÇÕES (II) - Categoria: Incesto - Votos: 7
124148 - A ÓRFÃ - REVELAÇÕES (I) - Categoria: Incesto - Votos: 9
124332 - A ÓRFÃ - GRAN FINALE! - Categoria: Incesto - Votos: 6
124474 - REFÉM DO PRAZER ETERNO - Categoria: Fantasias - Votos: 2
124797 - REFÉM DO PRAZER - AGONIA E FÚRIA! - Categoria: Fantasias - Votos: 2
124798 - REFÉM DO PRAZER - FURIOSA TENTAÇÃO INCONTROLÁVEL - Categoria: Fantasias - Votos: 3
125526 - Deliciosa e envolvente armadilha (Parte 01) - Categoria: Fantasias - Votos: 4
125528 - Deliciosa e envolvente armadilha! (Parte 02) - Categoria: Fantasias - Votos: 3
125812 - MINHA PUTA! - Categoria: Incesto - Votos: 19
126037 - EITA! SAUDADE QUE MATA! (01) - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
126285 - SONHOS DELICIOSOS 01 - Categoria: Incesto - Votos: 12
126391 - SONHOS - REALIZADOS - Categoria: Incesto - Votos: 11
126623 - EITA SAUDADE QUE MATA! LORETTA - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
126941 - SONHOS CONCRETIZADOS (FINAL) - Categoria: Incesto - Votos: 13
126954 - ALGO INDISCRETO - Categoria: Incesto - Votos: 18
129859 - Inesquecíveis boquetes - Relato Selvagem - Categoria: Gays - Votos: 9
129860 - Inesquecíveis boquetes - Moeda de Troca - Categoria: Incesto - Votos: 8
129861 - Inesquecíveis boquetes - Prazer a três - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 12
129879 - Inesquecíveis boquetes - Viuvez Precoce - Categoria: Coroas - Votos: 9
130741 - INESQUECÍVEIS BOQUETES - ENCONTRO SURPRESA! - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
130786 - INESQUECÍVEIS BOQUETES - PAPAI SABE NADA! - Categoria: Incesto - Votos: 17
130802 - FELIZ ANO NOVO! - Categoria: Coroas - Votos: 9
131697 - FELIZ NOVO DIA! (CONTINUAÇÃO DE FELIZ ANO NOVO!) - Categoria: Coroas - Votos: 6
131993 - OPORTUNIDADES INESPERADAS (01) - Categoria: Coroas - Votos: 10
132238 - OPORTUNIDADES INESPERADAS - A VENDEDORA DE LIMÕES - Categoria: Coroas - Votos: 12
132322 - OPORTUNIDADES INESPERADAS - DO QUE OS DEDOS SÃO CAPAZES - Categoria: Masturbação - Votos: 3
132641 - OPORTUNIDADES INESPERADAS - DIVINAS BUNDAS! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
132699 - AS SAFADAS - PRIMEIRA PARTE - Categoria: Incesto - Votos: 14
133859 - AS SAFADAS - PARTE DOIS (TITIA!) - Categoria: Incesto - Votos: 15
134243 - AS SAFADAS - A PRIMINHA (PRIMEIRA PARTE) - Categoria: Incesto - Votos: 15
134244 - AS SAFADAS - A PRIMINHA - PARTE DOIS - Categoria: Incesto - Votos: 17
134569 - AS SAFADAS - A PRIMINHA 03 - Categoria: Incesto - Votos: 19
135136 - AS SAFADAS - PARTE 04 (A VIZINHA) - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
135700 - AS SAFADAS - PARTE CINCO - CHANTAGEM - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
137437 - AS SAFADAS - PARTE SEIS (VOVÓ ROSA) - Categoria: Incesto - Votos: 6
137595 - AS SAFADAS - PARTE SETE (EMPREGADINHA) - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
138086 - AS SAFADAS - PARTE OITO (REENCONTROS) - Categoria: Incesto - Votos: 11
138240 - AVENTURAS E DESVENTURAS EM UM UNIVERSO DESCONHECIDO - Categoria: Gays - Votos: 5
138802 - AVENTURAS E DESVENTURAS EM UM UNIVERSO DESCONHECIDO - JAIR O METALÚRGICO - Categoria: Gays - Votos: 4
139307 - AVENTURAS E DESVENTURAS EM UM UNIVERSO DESCONHECIDO - JURANDIR, O PEDREIRO - Categoria: Gays - Votos: 7
139640 - Aventuras e Desventuras em um universo desconhecido - Jairo, O Devasso! - Categoria: Gays - Votos: 5
139850 - AVENTURAS E DESVENTURAS EM UM UNIVERSO DESCONHECIDO - JONAS, O CASADO CURIOSO - Categoria: Gays - Votos: 2
139891 - AS SAFADAS (O RETORNO) - FUNCIONÁRIA NOVA (1) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
140149 - AS SAFADAS (O RETORNO) - FUNCIONÁRIA NOVA (2) - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
140236 - AS SAFADAS - FUNCIONÁRIA NOVA, O INEVITÁVEL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
140334 - RAPIDINHAS - A INSACIÁVEL! - Categoria: Incesto - Votos: 17
140460 - RAPIDINHAS: A VINGANÇA! - Categoria: Incesto - Votos: 13
140832 - RAPIDINHAS - DESEJO PROIBIDO! - Categoria: Incesto - Votos: 10
141261 - RAPIDINHAS - 04: AMETISTA - Categoria: Incesto - Votos: 8
141404 - RAPIDINHAS - CARGA DUPLA! - Categoria: Incesto - Votos: 12
141436 - RAPIDINHAS - ODOR DE FÊMEA - Categoria: Incesto - Votos: 13
141725 - RAPIDINHAS - DEPOIS DO VENDAVAL - Categoria: Lésbicas - Votos: 9
141770 - AVENTURAS E DESVENTURAS - JÚLIO, O INDECISO - Categoria: Gays - Votos: 4
142016 - RAPIDINHAS: CARINHA DE ANJO COM PINTO DO DEMÔNIO! (PARTE 01) - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
142027 - RAPIDINHAS: CARINHA DE ANJO E PINTO DO DEMÔNIO! (PARTE DOIS) - Categoria: Gays - Votos: 7
142369 - RAPIDINHAS: CARINHA DE ANJO, PINTO DO DEMÔNIO! (PARTE TRÊS - FINAL) - Categoria: Incesto - Votos: 6
142501 - CLASSIFICADOS: COM FOGO NO RABO! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
142800 - CLASSIFICADOS II: ENSINANDO A FAZER DIREITO! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
143116 - CLASSIFICADOS III: COROA CARENTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
143485 - CONTOS MALDITOS - O CONTRATO (1) - Categoria: Fantasias - Votos: 8
143777 - O CONTRATO - PARTE DOIS - Categoria: Fantasias - Votos: 5
143888 - O MASCATE - Categoria: Fantasias - Votos: 2
144033 - COM A PULGA ATRÁS DA ORELHA (PARTE UM) - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
144092 - COM A PULGA ATRÁS DA ORELHA (PARTE DOIS) - Categoria: Incesto - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil trovão
bemamado

Nome do conto:
DOCE VINGANÇA

Codigo do conto:
27462

Categoria:
Sadomasoquismo

Data da Publicação:
28/03/2013

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


Conto erotico a promocao da esposacontos de huum papai meteContos gay pau pequenoContos Eroticos Gay Saradosm insinuei e fui estrupada e gostei muito contos eroticosconto eróticos ze madurocontos+eroticos+e+excitantes+de+mulheres+loiras+e+brancas+casadas+que+e+taradas+por+negroes+bendotadosquadrinhos eroticos a cu invocante 1boy sex xxxi futotudas hentai em quadrinhoscontos eróticos surubaContos eroticos vacilei e comeram minha esposasexo conto vi meuConto transei com uma lesbicafilho do pasto comendo a obreiracine prive na band vizinho transa com vizinho corno porno brasil videosconto herodico em quadrinhosconto porno saiu sanguefilhaputacontoconto erotico com 15aninhos levei pica como gente grandeTraficante comer o amigo dele do tráfico conto eróticoconto erotico gay negao escraviza viado submissocontos eroticos comi minha prima brincando de esconde esconde de calca de lycracontos eroticos entre netinhos e vovôconto erótico bundona carenteConto erotico com jebão com fotoscontos mae me fez ser putaa caminho da scanagemxvideos.mobile.com/cinquentoes peladoscontos eroticos gay bebendo leite de pica ensebadaminha tia pelada fotos tireiContos de cedezinhas sendi iniciadacontos.eroticos biquini punheta incestotraicoesquadrinhoscontos eróticos i****** minha sogra gostosa e bundudacontos com fotos anal psi pirocudo e filhaContos e fotos gozadas nas camisinhasconto erótico gravida da peito pra marido mamaconto banho com sobrinhomulheres gostosas na fodaconto porno ela nao quis mais enfiei mesmo assimmorena boa semana com amizade com entregador ele come ele a forca pornocontos eroticos terminando com as pregas da novinha sem lubrifica o cuzinhoconto erotico sem querer transei com meu irmao de criaçaoxxxvideo de homem comendo egua da buceta branquinha e limpinha no cioContos eroticos meu marido lambendo porraNa frente do marido corno na balada conto Eroticowww.contos virei mulhersinha dos meus amigoscontos eróticos escrava lésbicagrupal contoconto de homem casado sendo penetradofamiliaincestocontosdesquitadas nuasConto erótico de filha que ficou gravida do paiultimos contos de incestoConto erotico primaConto erotico na festa de pagodemoztravesticonto.erotico comi uma mulher toda tatuadaConto erotico em q o homem comanda a mulher e ela obedececonto erotico noite de nupciasdezenho do curubinhome chuparam gostoso e eu gostei contos eroticosnovinhas e seus contosmulher bududa fudenoContos eróticos de incesto ai mamae que chupetinha mais gostosa é essaconto erotico filho fode maepirocas de jumentocontos arropado travestis novinhocontos eroticos de viados encubadosconto erotico gozando dentro da buceta e do cucontos de sexo eu sempre dei uma escapada e nao sabia tinha uma puta em casacontos erroticos filhoRelatos eroticos: o espancamento de minha mulherTranzei gostozo com meu melhor amigo numa noite chuvosaPorno conto casada milf e o frentistacontos eróticos verdade ou desafiometendo a pica divaguarconto erótico esposa dominadaMinha esposa em swing pornocomtos arregasei a novinha casada na lua de melConto erotico marido surdocontos eróticos delícia ver outro homem fuder minha esposaContos eróticos gay Machao saradaocontos gay casado cuesfoladoconto erotico de mulher com gatoContos eroticos filhinha pede leitinho para o papai