Catei uma siririca, meti o serviço completo



Olá! Tenho 27 anos, sou bissexual, magro, branco, 1.76 de altura e rola cabeçuda com alguns pentelhos.

Apesar de ser bi, sempre tive mais experiência com homens, boa parte já relatada aqui no site. Mas hoje vou fazer diferente: pela primeira vez, vou contar uma das experiências que tive com mulheres.

Certa vez, quando ainda era adolescente, ia zoar na casa de um amigo, que chamarei de Júnior. Eu e outros moleques sempre íamos lá jogar videogame, jogar conversa fora, ou assistir os vídeos pornôs do pai dele, escondidos.

Júnior tinha uma irmã mais velha, que vou chamar de Dani. Já tinha seios, e abusava de shortinhos que sempre deixavam à vista a marquinha da buceta. O bumbum já era bem arrebitado, e a pele, normalmente bronzeada, combinava com os cabelos ruivos e encaracolados. Por respeito ao meu amigo, sempre agi de boa com ela, enquanto outros moleques abusavam da sorte e lhe falava coisas obscenas. Ela sempre recusava, e isso me deixava tranquilo.

Numa certa manhã sai de casa e fui até lá chamar o Júnior. Cheguei na casa, que dividia o quintal com várias outras, apesar de ter um portaozinho separado que sempre estava aberto. Cheguei lá, e a casa estava num puta silêncio. A porta da cozinha tava aberta, e discretamente entrei. Achei que Júnior estaria dormindo, e por isso, caminhei devagar rumo ao seu quarto, que ficava no final do corredor.

Mas, num quarto ao lado, percebi que a porta estava entreaberta e a luz acesa. Curioso, encostei o olho discretamente na fechadura. Foi então que vi a cena. Dani estava sentada em cima de uma cômoda, de pernas arreganhadas, só de camiseta, e batendo uma siririca furiosa, socando dois dedos na xana. Meu pau ficou duro na hora. Acho que foi a primeira vez que tinha visto uma garota se masturbando pessoalmente. E aquilo me deixou muito louco. Botei a mão dentro da minha cueca, e comecei a alisar o meu pau. A menina gemia, fechava os olhos, até estremecia as pernas enquanto trabalhava com os dedos. E eu já sentia a baba saindo do meu pau.

Nesse momento, eu comecei a me empolgar e por alguns segundos bati punheta com os olhos fechados. Pra quê... Esbarrei o pé na porta, e ela se mexeu, fazendo a menina se assustar e pular da cômoda na direção da porta, pra ver quem era. No desespero, virei e saí correndo para não ser visto.

- Rafa???

Ela já tinha me visto. Pensei “Fudeu”. Virei de frente, e falei, constrangido.

- Fala Dani. O Júnior não tá em casa, né?

- Não, foi na feira com a mãe.

Respondi “beleza” e me despedi. Só que ela me parou, com uma expressão meio debochada.

- Tá de pau duro, é?

Fiquei sem graça. A rola não tinha baixado totalmente, e pelo jeito ela tinha percebido. E ela ainda estava apenas com a camiseta, e por baixo, sem calcinha. Não ia conseguir esconder.

- Tava me espiando na porta, né?

Respondi meio gelado que sim, mas que tinha sido sem querer, pedi até desculpas. Ela então se aproximou, e meteu a mão dentro da minha bermuda.

- Hum... rola gostosa a sua. Chega aí.

Aí que eu tinha entendido. Nos trancamos no quarto. Dani mandou que eu sentasse na cômoda e botasse o pau pra fora. A obedeci e ela se sentou na cama. Arrancou a camiseta, ficando totalmente nua na minha frente. Safado, mirei a minha rola na direção dela, e safadinha, botou na boca, fazendo leves chupadas. Que delicia de boquinha. E com a outra mão, continuou batendo uma siririca. Nossa, eu nem tava acreditando que tinha conseguido aquilo com aquela garota tão difícil.

A menina manjava de putaria. Tirou o meu pau da boca, e fez uma espanhola, apertando o meu caralho nos seus peitos fartos e durinhos. Fiz a pica pulsar enquanto ela forçava, já a marcando com a baba que escorria pela minha glande. Depois, ela se arreganhou na cama, e abriu o grelinho rosado com os dois dedos molhados. Dei uma massageada com a língua, e depois passei a masturbá-la com os meus dedos. A putinha ficou ofegante, dizendo o tempo todo “Que delícia! Que delícia!” Subi por cima do seu corpo, e ela me prendeu com as pernas. Beijei a sua boca, e em seguida, peguei no meu caralho e a penetrei com força. Ela colou a minha cabeça nos seus peitos. Mandei bombadas, enquanto lambia os bicos já melados. Sentia a sua respiração ofegante, e doidão, forçava mais ainda, até sentir as bolas batendo.

Em seguida Dani pediu para trocar de posição, dizendo que queria me mostrar uma coisa. Deitei virado pra ela, e a safada sentou em cima da minha rola. PUUUUUTA QUE PARIIIU, quando a safada começou a rebolar em cima de mim, fui à loucura! Olhava aqueles peitos balançando na minha frente, e não resistia, massageava os dois, intercalando com leves mordidas. Já suávamos.

Avisei que ia gozar. Dani então desceu de cima de mim, e voltou a chupar o meu pau, agora de quatro. Atirei porra várias vezes na boca e em parte do rosto dela. Pirada com a gozada, ainda esfregou o seu pau no meu rosto. Depois, voltei a trabalhar a língua na xana molhadinha e arreganhada, e voltei a meter os dedos lá dentro até ela gozar.

Caímos exaustos na cama, saciados. Mas a menina estava curiosa naquele dia, e propôs que eu fizesse anal nela. Não perdi tempo, e encaixei com força a pica já melada e mandei bombadas. Não demorei tanto a gozar, mas esporrei lá dentro mesmo. Ofegante, Dani me beijou novamente, agradecida.

Me vesti (eu fiquei todo melado, mas só lavei as mãos), e ela também se arrumou. Porém, ao colocar a calcinha, Dani parou, ficou pensativa, olhou pra mim, e abriu um sorriso.

- Toma. Pode ficar. Não a usei por tanto tempo, mas tá com cheiro de buceta. Divirta-se quando for bater as suas punhetas.

Agradeci, já cheirando aquela calcinha. Quis retribuir lhe deixando a minha cueca, mas a safada dispensou, dizendo que preferia sentir o gosto do meu caralho do que apenas o cheiro dele. Por sorte, tínhamos acabado de transar no momento certo. Júnior e a mãe dele chegaram cerca de 10 minutos depois na minha última gozada. Dani ficou com a porta do quarto trancada, e eu enfiei a calcinha no bolso pulei a sua janela, dando a volta na casa e pulando um dos muros para não ser visto.

E as punhetas com a calcinha dela? Toquei váárias, gozei muitas outras ainda, mas chegamos a transar mais duas vezes.

Bom, espero que tenham gostado. Até mais!

Foto 1 do Conto erotico: Catei uma siririca, meti o serviço completo

Foto 2 do Conto erotico: Catei uma siririca, meti o serviço completo

Foto 3 do Conto erotico: Catei uma siririca, meti o serviço completo


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario

Comentou em 28/09/2014

Eu quero que você me coma como se eu fosse uma mulher meu macho. Quero beber o teu esperma e lamber as tuas bolas. Sou toda sua meu homem.

foto perfil usuario

Comentou em 24/09/2013

conto perfeito ver uma mulher se masturbar e otimo




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


19128 - Da seca para o beco - Categoria: Gays - Votos: 21
19129 - O aluno que queria surpreender - Categoria: Gays - Votos: 10
19231 - Pagando por punheta - Categoria: Gays - Votos: 10
19396 - Cala a boca, porra! - Categoria: Gays - Votos: 16
19687 - Picas pra fora, no meio da rua - Categoria: Gays - Votos: 15
19847 - Revólver com porra - Categoria: Gays - Votos: 11
20325 - Calor de macho - Categoria: Gays - Votos: 9
20986 - Chupa, novinho! - Categoria: Gays - Votos: 11
21346 - Zíper aberto dentro do ônibus - Categoria: Gays - Votos: 36
21821 - Olhadas do professor - Categoria: Gays - Votos: 22
21865 - Brigando de pau duro - Categoria: Gays - Votos: 12
22495 - Metendo o pinto onde não é chamado - Categoria: Gays - Votos: 18
22624 - Metendo o pinto onde não é chamado – A vingança - Categoria: Gays - Votos: 20
23330 - Uma surpresa na cama - Categoria: Gays - Votos: 7
23541 - Encaixando sem pedir - Categoria: Gays - Votos: 13
23882 - E toooma porra! - Categoria: Gays - Votos: 33
24088 - Couro e porra: motociclistas tarados - Categoria: Gays - Votos: 13
24422 - Dando um jeito no moleque punheteiro - Categoria: Gays - Votos: 19
25100 - Experiências com o cú do novinho - Categoria: Gays - Votos: 9
25587 - Salvando o amigo - Categoria: Gays - Votos: 6
25840 - Rapidinha no muro - Categoria: Gays - Votos: 17
26328 - Boqueteiro particular - Categoria: Gays - Votos: 21
26881 - Dando o cú como esmola - Categoria: Gays - Votos: 19
27116 - Sinfonia de punhetas - Categoria: Gays - Votos: 9
27469 - Uma tarde com o amigo - Categoria: Gays - Votos: 16
28057 - Pica solta na bermuda - Categoria: Gays - Votos: 25
28418 - Porra no sapato do chefe - Categoria: Gays - Votos: 7
29000 - Aprontando no mato - Categoria: Gays - Votos: 12
29857 - A leitada - Categoria: Gays - Votos: 13
30419 - Metendo no técnico de informática - Categoria: Gays - Votos: 22
31043 - O pedreiro queria gozar... - Categoria: Gays - Votos: 28
31633 - Barraca armada no ônibus - Categoria: Gays - Votos: 20
32576 - Bandido de pau duro - Categoria: Gays - Votos: 29
32715 - O moleque safado e suas luvas de couro - Categoria: Gays - Votos: 10
33582 - Esqueceu a porta aberta... - Categoria: Gays - Votos: 25
34282 - E toooma MAIS porra! - Categoria: Gays - Votos: 22
35807 - Ele dá no couro - Categoria: Gays - Votos: 15
36065 - O caralho fotogênico do amigo - Categoria: Gays - Votos: 17
37133 - Chuva de porra - Categoria: Gays - Votos: 11
40008 - O pau gostoso do gerente - Categoria: Gays - Votos: 16
41228 - Caralhos à vontade - Categoria: Gays - Votos: 7
42554 - O punheteiro da madrugada - Categoria: Gays - Votos: 3
44768 - Descobrindo o punheteiro da madrugada - Categoria: Gays - Votos: 3
46614 - O maludo que não reparava em mim - Categoria: Gays - Votos: 16
47068 - Vizinho pervertido - Categoria: Gays - Votos: 8
47822 - Comendo o amigo da facul - Categoria: Gays - Votos: 8
48294 - O caralho do negão - Categoria: Gays - Votos: 11
49033 - O caralho do negão - parte 2 (final) - Categoria: Gays - Votos: 15
49836 - Minha primeira vez num cinema pornô - Categoria: Gays - Votos: 14
51214 - Punhetando um desconhecido na rua - Categoria: Gays - Votos: 6
53365 - Gozando por aí - Categoria: Gays - Votos: 4
56651 - Traçando o punheteiro do terreno baldio - Categoria: Gays - Votos: 7
59353 - Roubando as pregas do malandro - Categoria: Gays - Votos: 12
60087 - Flagrando o estagiário na punheta - Categoria: Gays - Votos: 24
62246 - Mão amiga no banheiro - Categoria: Gays - Votos: 10
66753 - Brincadeira de moleque safado - Categoria: Gays - Votos: 14
71682 - Esquema no mato - Categoria: Gays - Votos: 12
76296 - Pagando pau para o motociclista - Categoria: Gays - Votos: 9
79693 - Mão amiga no banheiro (2) - Categoria: Gays - Votos: 7
82983 - Me come! Isso é uma ordem! - Categoria: Gays - Votos: 5
86208 - Revistado de pau duro - Categoria: Gays - Votos: 9
88827 - Deixando a viagem mais interessante... - Categoria: Gays - Votos: 5
92473 - Maratona de boquete - Categoria: Gays - Votos: 6
93363 - Minha primeira vez numa festa fetichista - Categoria: Gays - Votos: 3
96295 - Batendo uma pro cara na balada - Categoria: Gays - Votos: 9
98638 - O mamador da festa - Categoria: Gays - Votos: 6
101018 - O mamador da festa – Parte II (FINAL) - Categoria: Gays - Votos: 4
104863 - Bate pra mim! - Categoria: Gays - Votos: 10
111833 - Skatista de programa - Categoria: Gays - Votos: 11
115124 - Catou na bronha matinal - Categoria: Gays - Votos: 10
125467 - Curtindo com o negão a praia de nudismo - Categoria: Gays - Votos: 8
131964 - Contando história de pau duro - Categoria: Gays - Votos: 8
140068 - Contando história de pau duro – Parte II - Categoria: Gays - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil o libertino
olibertino

Nome do conto:
Catei uma siririca, meti o serviço completo

Codigo do conto:
35177

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
10/09/2013

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


conto erotico primeiro boquetequadrinhos eróticosdei pro meu filhocontos por vingança dei pro meu sogroconto eroticos caldo brancoconto esposa praia nudismowww.contos eroticos netinha da cu pro avo pauzodo escondidopunheteiro contodconto fogosa mendigoencoxada no onibus contocontos eroticos de mae cuzudas com fotosa primeira vez que fui fudido por traz, homo, contos com fotos picantesincesto pai tira virgindade da filha quadrinhosconto fudeu a mae no onibuscontoviuvacarentecontos eroticos cabaninhaconto erotico meu queridinho pauzudo me fez um filhocontos porno gratis estupro submissãoconto erotico fudendo meu maridoconto eurotico amigo pouzano junto com casalconto erotico com padrinhoContos erótico casados reconciliação conto erotico mamaecome a minha boquinha conto eroticoconto erotico com nora puta e gostosameu marido me ixibi pros estranhos contos efotospaizinho mete fode soca buceta goza contoporno onibos lotado casada e agarrada por outro na cara do cornocontos eroticos gay em hotelpapai me obrigo mamar nele contos inocentebuceta+grandequadrinhos erotico a-cu-invocante-parte 14porno história de experiência conjugaissexo dei pro meu paicontos minha vida de cornocontos eróticós escravas violentadasconto erotico femdom traiçaoconto erótico tem que aguentarContos cdzinha afim rolaconto sobre sexo perdendo a virgindadeaprontando em casa com meu irmão chiclete de menta sabor porra conto eroticoContos erticos de incesto vov pauzudo fodeu a sua netinha veterinria na fazendacontos mamei na professoracontos eroticos gay bebendo leite de pica ensebadaconto com foto amadora corno esposa enteada incestoa cu invocante 3 parte 2Hq de sexo mulher velha dando pro negaoQuadrinhoseroticossobrinhasHomens que tranza com gay sem cobrar nada em PEflagrei a minha cunhada d********* contosdormi no mesmo quarto com meu irmão e ele mi comeu. conto erótico mozcontos eróticos sobre secretáriaconto gay dono da oficina dotadocontos eróticos é só a cabecinha amorAgora foi a vez do titio luiz me foder. Conto eróticoconto erotico incesto com o avôxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delaenpurando o pau de birrachsler contos de homens estrupando garotos a forçashistórias erotica da minha esposa putaporno em quatrinho de sobrinho come tinha e primaconto erótico rainha cheirar meias tia gostosa metendoconto suruba com enteada##contos perdido na estrada pornocontos eroticos homens fudendo vendedor ambulante na praiavestindo de mulher para virar mulherzinha contoChantagem com minha amiga contossubmissa nuacontos eróticos incesto meu pai me seduziucontos eroticos irmaquadrinhos porno cúmplices de um resgatecomercuegostosox vidio comtos eroticos flaguei mamãeContos eróticos adoro dar a minha buceta pro meu vovô pirocudocontos eroticos comi minha irma agatasou casada negão gostoso corno sabiaconto erotico um peludo comeu meu cuprovoquei meu irmao e ele socou na minha bucetacontos gay advogadoperdi as preguinhas do cu quando era pequenaconto erotico gay dei o cu pra 3mulher passa margarina no cu da amigahentai meu sogro me come semprecontos+eroticos+incestos+com+imagenscontos eróticos meninas novinhas sendo seduzidas por lésbicascontos coroas socorristaporno koreanas lesbicasfui corno na praia de ponta negranegao jumento estrupa evajelicacontos eroticos estupro de novinho gays com os colegas da escolacontus sou rabuda e 3 me fudeam afosaPorno contos mamaes iniciam incesto chupando bucetinhas de suas filhinhas e ensinando tudoConto reas mae bebada sem calcinha rasquei seu cuzinho virgem finge dormi