Cavalo Violento Domando a Égua



Lembrando de loucuras já vividas por essa que vos narra, é inesquecível aquele homem, o Pedrão. Homem alto, corpo definido mas sem exageros, aspecto sisudo e arrogante e dono de uma fama assustadora para uns, curiosa para outros...já para mim, bem...tive que descobrir na prática. Meu nome é Gabriela, tenho 29 anos, 1,68 m, 55 kg, sou branca com os olhos castanhos claros, cabelos loiros, seios bem grandes e um bumbum empinado, gostoso e bem corajoso. Eu estava com amigos de faculdade num acampamento e alguns amigos de amigos também viriam para aumentar a trupe num fim de semana prolongado de Abril aqui mesmo no Rio de Janeiro. Pedrão era considerado o cara com a maior piroca da faculdade, não que eu já tivesse visto, mas era um comentário já conhecido e divulgado. Diziam os boatos e a estória (ou história), que seu cacete nada mais era do que uma daquelas ancoras de segurar navios gigantes. Além de enorme era torto. Se fosse mijar com tesão acertava a cara de alguém com toda certeza. Não tinha como negar, reencontrando todos e vendo Pedrão, era impossível eu não pensar no bambu gigante. Eu, que procuro me portar e vestir bem, era muitas vezes rotulada de patricinha, logo eu, que nem ligo para a moda, rss. Portadora de um corpo atraente, seios enormes e um rabo que não faz feio, fui aproveitar o camping desse parque ecológico. E Pedrão não tirava os olhos de mim, todos conversando, bebendo e descontraindo. Não tinha como eu desviar meu olhar recíproco para aquele homem, pensamentos desvairados pairavam na minha mente fértil. Juro que tentava dissimular, e entrava no papo coletivo de amenidades. O cara era cheio de complexo com o volume que ficava no short quando estava na praia, mas não estava nem fudendo para os olhares curiosos. Como sempre teve o estopim curto e um mau humor peculiar que deixava qualquer um de farol baixo quando começava a queixar da sorte. Já estava sendo ignorado pela turma pelas suas constantes reclamações. Ninguém suporta uma mala sem alça no meio do agito geral e o Pedrão chegava a ser insuportável.
Durante a estadia neste parque ecológico, eu acabei me identificando melhor com Pedrão, afinal, um tatu cheira o outro. Os outros amigos tinham outros interesses, eu queria paz e sossego, e encontrei nele uma forma de diálogo mais agradável, sem mesquinharias ou idiotices que os egos muitas vezes causam. Estávamos sempre juntos conversando e passeando pelos arredores do parque. Confesso que durante uma dessas escapadinhas para escalar as rochas de uma pequena pedreira que tinha do lado de trás do parque, Pedrão começou a mostrar o porque do apelido de pau enorme. Depois de atingirmos o topo da colina, sentamos para descansar e, de verdade e sem maldade, olhei a jibóia que estava adormecida em cima do saco dentro do short de malha. Encabulada com todos os comentários que a turma fazia sobre o volumoso monumento que Pedrão guardava em segredo de confessionário, não contendo de curiosidade, perguntei à respeito das fábulas que andavam espalhando do tamanho do seu pênis. Com todo senso de humor que lhe é característico, ao ver que estávamos sozinhos em cima do morro, Pedrão então perguntou se eu queria dar uma espiadela na espada de São Jorge. Eu que não sou uma santinha e gostava de fortes emoções, aceitei o convite e me aproximei dele, ajoelhando à sua frente e pedi que ele baixasse o short para olhar de leve...claro que na minha mente a análise seria meticulosa. Fiquei chocada e meu corpo estremeceu de tesão ao ver aquilo. Com seus 25 centímetros de comprimento por 15 de circunferência, mais ou menos, seu pau era descomunal, lindo e enorme. Como podia aquilo tudo estar ereto, robusto, pulsando...e como poderia alguém aguentar uma coisa daquelas. Estava comprovado cientificamente que não caberia dentro de um fusquinha nem dentro de um Fiat 147. Foi então que denunciei meu desejo.
Pedrão já estava em ponto de bala ao ver meus seios arrebitados e deliciosos quase todo de fora do sutiã, pois são grandes e nem todo bojo suporta o volume. Os mamilos estavam rijos, salientes e eu suava igual porco na engorda, rss. Ao sentir a fragrância do meu perfume cheirando a sexo, um feromônio poderoso para qualquer macho, Pedrão não teve dúvidas, tirou a bengala de dentro do calção e me fez retrair de susto, por aparecer subitamente.
Como não poderia ser de outra forma, com a delicadeza que lhe era peculiar, me pegou pelos cabelos e meteu minha boca naquele mastro, sem bandeira, que ao tocar a garganta fez com que eu sentisse náusea. Apesar de estar acostumada à garganta profunda e pintos grandes, aquela violência súbita me assustou, e olha que não tinha entrado nem o alicerce do monumento. Esse clima e os gestos animais desse cavalo chamado Pedrão acendeu a pira do sexo e do desejo em mim, fiz um boquete sensacional, passando a língua só na cabeça, mas ao ver a fúria com que a serpente armava o bote, engoli pelo menos a metade para que ele gozasse logo e acabasse com o assunto que já era de utilidade pública. Era um caso realmente preocupante.
Uma gozada de leve entre meus seios carnudos e salientes e depois, com as mãos delicadas de um trator, me pegou pelos braços, erguendo-me do chão, tirou meu biquíni praticamente com os dentes, colocou-me na famosa posição de catar cavaco, lambeu como quis minha bucetinha deliciosamente carnuda e molhada, enfiou a língua no meu cuzinho até eu começar a rebolar de prazer e foi enfiando a cabeça da rola na bucetinha apertada. Dizia com toda raiva do mundo: -toma rola sua patricinha, geme que você merece esse fino trato... eu gritava e gemia como uma alucinada. A bengala entrava e fazia uma curva de quase 90º dentro da minha xoxotinha até então usada com zelo e prudência, até aquele funesto e catastrófico instante.
Umas quatro ou cinco estocadas ao estilo Pedrão, bufando de tesão e a metade já estava bem encaixada, fazendo com que eu comesse a grama que estava abaixo de minha cabeça. - Isso é que é meter em uma égua de verdade! - resmungava Pedrão ao ver a patricinha dos seus sonhos comendo o capim para não gritar de dor. Outras estocadas mais e um jato de porra na bucetinha da garota mais bonita da cidade (que modéstia a minha!! rs) deixaram Pedrão quase louco. Espancava com a fúria de um leão encurralado minha bunda com as duas mãos, ordenando que eu rebolasse para entrar o resto da pistola e eu berrava como uma loba no cio, sentindo cada centímetro - ou seria metro - daquele cacete gigante, quando veio em seguida a segunda gozada que Pedrão quase esfolou as nádegas sensíveis e empinadas desta que vos fala no tapa.
Quando ele terminou a ereção e tirou fora o cacete, mandou que eu mamasse até tirar a última gota de leite que ainda tinha para mamar. Cacete limpo, saco lubrificado, buceta em ordem, Pedrão deitou na grama, pegou-me com os dois braços, colocou-me ajoelhada por cima dele com as pernas abertas ao redor do seu corpo e mandou que eu sentasse no seu cacete.
Eu olhei para ele, com cara de piedade, mas ao mesmo desejando a confirmação: - Você não vai enfiar essa tora no meu rabo, vai?? gritei prevendo o pior (ou o melhor). Antes de terminar a frase, Pedrão desferiu dois tapas na minha bunda com tanta força que cheguei a subir uns 30 centímetros e caí com o rabo no alvo. Foi tiro e queda. A cabeça entrou abrindo a porteira e o resto da sucuri veio como uma espada arrebentando o meu cu de ninfeta. Estou muito acostumada ao sexo anal, confesso. Já fiz muita estrepolia na porta dos fundos, com cacetes de vários calibres, mas igual aquele mastro enorme e grosso, não. A penetração foi tão perfeita que não tive tempo nem de gritar, meus olhos se encheram de lágrimas e fiquei estática sentindo o mastro, como uma ancora em curva, estocando meu rabo apertadinho e deliciosamente provocante. Fui rebolando aos poucos, sentindo entrar cada parte rabo adentro e, como sempre acontece quando dou meu cuzinho, ao rebolar consigo engolir mais o caralho...até mais que a buceta. Quase não acreditando, Pedrão arregalou seus olhos, percebendo e se surpreendendo com o meu desempenho e fiquei sentindo aquele enorme cacete me rasgando ao meio.
Gozou como um porco fazendo com que o esperma escorresse do cu arregaçado, melando minha bunda e coxas. Gemeu como um tigre enlouquecido. Totalmente sem controle, diante do meu corpo suado e entregue nu a sua frente, estapeou minhas nádegas com tanta volúpia que eu não sabia se chorava pela ferroada no cu ou pela surra na bunda. Depois de mais de 10 minutos saboreando aquele cuzinho em estocadas rápidas e contundentes, tirou o pau sujo de porra e do que tinha no caminho por onde percorreu e mandou que o deixasse limpo novamente com a boca.
Mais uma vez voltei a mamar naquele cacete enorme melado de porra e do que veio junto, já que ele fez um tour em todo seu canal retal, onde nem os médicos especialistas no assunto conseguem chegar com os instrumentos mais modernos da medicina. Cabisbaixa e sem fôlego, fiz uma faxina geral nos seus órgãos genitais em total decadência física, mas adorando aquilo tudo. Deitei na relva úmida para relaxar daquela experiência escabrosa e traumática, mas não menos deliciosa. Pedrão, depois de uns 15 minutos em total silêncio, ainda ofegante e bufando como um touro na arena pelo tremendo esforço físico que acabara de fazer, olhou bem dentro dos meus olhos arregalados e aterrorizados e disse: - te prepara patricinha para mais uma trepada, adorei meter no seu cuzinho.
Eu estava sem forças para recusar, novamente ele veio, me colocando de quatro contra uma pedra, e desta vez socou sem piedade, da glande que mais parecia um pêssego ou nectarina, até as bolas, encostando-as no meu grelo duro e babando, pois os 25 centímetros estavam todos alojados no meu cuzinho, que já tinha se transformado e dilatado. Deitou comigo engatada, fazendo-me sentar e ver estrelas ao sentir cutucar meu intestino. Aquele homem não era desse mundo, não parava nunca, eu dedilhava e metia até 4 dedos na minha buceta, na ânsia de aliviar o tesão que sentia. Estava sofrendo as agruras do sexo anal violento, mas com um desejo incontrolável e queria gozar mais, além das mais de dez vezes que já tinha gozado. Senti Pedrão grunhindo, anunciando seu gozo. Ele queria mesmo me afogar num mar e esperma, pediu que saísse e abrisse a boca e despejou toda porra grossa e branca. Estava em êxtase, amando aquela gala me sufocando, grudando nos dentes e lavando meu rosto. Ainda entregue, melada, suja e com o rosto cheio de leite, levantei-me o mais rápido que consegui, ainda catando cavaco, vesti o biquini do lado do avesso como estava no chão, olhei a primeira trilha que vi pela frente e voltei correndo para a cidade. Até hoje a galera não sabe os verdadeiros motivos daquele repentino regresso a civilização moderna sem avisar ninguém.
Pensei que pica nenhuma fosse fazer tour na minha xaninha arregaçada e muito menos no meu cu apertadinho e deliciosamente arrombado, sem falar na bunda gostosa e carnuda que ficou como uma tangerina descascada depois das brincadeiras do Pedrão. Ledo engano, descobri mais ainda o quanto gosto do prazer animal do sexo.

Bjs da Gabi!!!

Foto 1 do Conto erotico: Cavalo Violento Domando a Égua

Foto 2 do Conto erotico: Cavalo Violento Domando a Égua

Foto 3 do Conto erotico: Cavalo Violento Domando a Égua

Foto 4 do Conto erotico: Cavalo Violento Domando a Égua

Foto 5 do Conto erotico: Cavalo Violento Domando a Égua


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario dorataradinha

dorataradinha Comentou em 16/07/2019

Li duas vezes este teu conto. Na segunda vez, confesso que li devagarinho, enquanto massageava meu grelinho, gozei vendo as fotos. Amei o cavalão, que delícia. Gostosura de conto. Votado.

foto perfil usuario negropausudo40

negropausudo40 Comentou em 02/08/2018

Belo conto em sua égua? Adorei ,gosto d putinhas como você adoro uma ppk branca, tenho um kct d 19cm preto venha que te darei muito esperma n buceta ,n cuzinho e n boca

foto perfil usuario edus

edus Comentou em 04/07/2017

Que delicia Gabi. VC e 10

foto perfil usuario bomaluno1000

bomaluno1000 Comentou em 02/04/2017

Que potranca...

foto perfil usuario gatoliberal2003

gatoliberal2003 Comentou em 04/01/2017

Nossa que delícia, que cuzao corajoso.... Votado

foto perfil usuario eniguima

eniguima Comentou em 16/11/2016

vc e o sonho dos sonhos safada tarada 100 frescura adorro e para casar

foto perfil usuario recatada

recatada Comentou em 08/10/2016

Nossa vc gostou de ser arreganhada assim? Meus parabéns eu não teria essa coragem, não deu nauseas de provar porra com merda? Kkkk ótimo conto votado adoro tudo o que é diferente molhada aki na calcinha bj

foto perfil usuario zeze

zeze Comentou em 08/08/2016

Gabi que delícia de conto, adoro uma mulher safada e fogosa, que faça sexo anal sem restrição como você.

foto perfil usuario gostozao21

gostozao21 Comentou em 15/07/2016

Adorei o seu contato e adoraria te fuder todinha eu também moro no rio me chama no zap se vc quiser 5522997809659

foto perfil usuario meldivia

meldivia Comentou em 03/07/2016

Porra, Gabi, um cu desses só mesmo arrombando. Eu que gosto de grandes emoções fiquei babando pela pica equina. Na xoxota só a meio pau, mas num cu afeito a emoções fortes... Muito bom. Está bem ao nível do que esperei do título. Parabéns!

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 14/06/2016

Que CAVALO bom!!! Até eu gostaria de ser a POTRANCA! Betto

foto perfil usuario

Comentou em 13/05/2016

Fantástico. Quem não gozaria fartamente dentro de um cu desses? Invejo o cara. Bjs gostosa.

foto perfil usuario tutinhacd

tutinhacd Comentou em 13/04/2016

gabi que delicia de conto ,parabens ,alem de linda vc é safadinha hein,bjs te adoro

foto perfil usuario marcospauzudo

marcospauzudo Comentou em 19/02/2015

Que delicia, fiquei com muito tesão, me add amor, bjs

foto perfil usuario skarlate

skarlate Comentou em 10/02/2015

delicioso de ler o seu conto... vc tem muito talento!!!

foto perfil usuario guesting

guesting Comentou em 23/12/2014

tem meu voto com certezaaaaaa

foto perfil usuario jrjr

jrjr Comentou em 23/09/2014

Tem meu voto Todo conto seu li uma ou duas vezes cada um foi uma punheta ou duas p vc.

foto perfil usuario jfralmeida

jfralmeida Comentou em 10/09/2014

Nossa gabi, parabéns pelo conto. Muito bem escrito e muito excitante. bjs

foto perfil usuario eddu

eddu Comentou em 29/08/2014

Vc escreve muito bem!

foto perfil usuario vidaaloka

vidaaloka Comentou em 18/08/2014

caraca gabi vc e um vulcao,me senti o proprio lendo esse conto viajei geral.poxa e ao mesmo tempo fiquei com inveja dele.vc me da uma chance?so uma mesmo e o que preciso.bjs

foto perfil usuario coroamante

coroamante Comentou em 24/06/2014

Isso que e um cuzinho gostoso.

foto perfil usuario ninorj

ninorj Comentou em 13/05/2014

mt bm votado

foto perfil usuario dibinhocarinhos

dibinhocarinhos Comentou em 02/03/2014

GABI, VC É UM TESOURO. O CARA QUE CASAR COM VC , SERÁ UM CARA DE MUITA SORTE. SE EU TIVESSE UMA MULHER IGUAL A VC, FARIA AMOR PELO MENOS 3 VEZES AO DIA. DEIXA EU CHUPAR ESTE CUZÃO GOSTOSO E ESTA LINDA PERERECA. EU TE AMO MENINA.

foto perfil usuario edtarado

edtarado Comentou em 27/02/2014

corajosa vc,ficou quantos dias sem sentar direito??????também quero provar esse cuzinho arrombado.........

foto perfil usuario stranho

stranho Comentou em 22/02/2014

Hum.... fico imaginando essa bunda maravilhosa

foto perfil usuario vine

vine Comentou em 12/02/2014

terminei de ler de pau duro Votado

foto perfil usuario cota português

cota português Comentou em 09/02/2014

Que tesão de história.

foto perfil usuario castrolook

castrolook Comentou em 06/02/2014

imagino o estrago feito nesse cuzinho!!!!!!!!! votado!

foto perfil usuario lordonfhipeoficial

lordonfhipeoficial Comentou em 05/02/2014

Caraca, bem animal seu conto, que experiencia viu...vc escreve super bem e consegue nos deixar a imaginar toda essa putaria acontecendo em nossa frente! Gozado, ops desculpe... Votado!

foto perfil usuario mindu

mindu Comentou em 04/02/2014

hum bruto e sistemático adorei e votei

foto perfil usuario negao34

negao34 Comentou em 04/02/2014

muito bom me deixou de pau de duro!

foto perfil usuario vitortuf

vitortuf Comentou em 03/02/2014

delicia...to aqui morrendo tesao com meu kct durinho...

foto perfil usuario linsar

linsar Comentou em 03/02/2014

Maravilhoso muito bom votado com louvor Parabéns pela foda com Pedrão

foto perfil usuario

Comentou em 03/02/2014

Gabi, minha nossa!! O que foi isso?? Muito exitante, apesar de vc ter "sofrido" com a anaconda.. seu prazer superou e muito seu sofrimento. Mais uma vez devo parabeniza-la pela incrível narração. Gostaria de votar várias vezes, mas o site só permite uma.... votado com louvor!!! Beijos!!

foto perfil usuario afrodisiaco

afrodisiaco Comentou em 03/02/2014

ERA MAS GOSTOSO QUANDO ERA VC NA S FOTOS




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


41846 - Pegada Forte com o Gato da Faculdade - Categoria: Heterosexual - Votos: 154
41964 - No Trabalho que a Coisa Esquenta - Categoria: Fantasias - Votos: 96
42067 - Um Dia de Reformas - Categoria: Heterosexual - Votos: 75
42083 - O Sexo Inesperado - Categoria: Heterosexual - Votos: 57
42095 - Do Bate Papo pra Cama - Categoria: Heterosexual - Votos: 81
42225 - De Virgem Santa à Mulher - Categoria: Incesto - Votos: 209
42391 - O Vestido Creme e a Calcinha Azul - Categoria: Traição/Corno - Votos: 106
42600 - Instinto Animal - Categoria: Heterosexual - Votos: 69
42790 - O Teste Anal - Categoria: Heterosexual - Votos: 156
43121 - Um Negro em Minha Vida - Categoria: Interrraciais - Votos: 95
43306 - Na Malhação - Categoria: Heterosexual - Votos: 70
43574 - O Pai da Minha Amiga - Categoria: Coroas - Votos: 242
58686 - A Patricinha do Baile Funk - Parte 1 - Categoria: Interrraciais - Votos: 100
95276 - A Patricinha do Baile Funk - Parte 2 - Categoria: Interrraciais - Votos: 23
95361 - Na Escada de Incêndio do Trabalho - Categoria: Heterosexual - Votos: 19
95374 - Anal na Sacada do Apartamento - Categoria: Exibicionismo - Votos: 54
95417 - Suruba na Obra - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 69
95459 - Na Boate com Tequila - Categoria: Masturbação - Votos: 60
140935 - O Caseiro da Casa de Praia - Categoria: Heterosexual - Votos: 30
140996 - O Fisioterapeuta Negro - Categoria: Interrraciais - Votos: 21
141105 - Eu de Bobeira, um Ex de Primeira!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30

Ficha do conto

Foto Perfil gabi cerri
gabicerri

Nome do conto:
Cavalo Violento Domando a Égua

Codigo do conto:
42144

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
01/02/2014

Quant.de Votos:
122

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


Buceta portugal.Comconto erotico pau pequenocontos erotico meu patrao me chantageou e comeu minha bundaquadrinho erotico fazendo fila para foder a jennifersogro japa pega anora japa aforcça xvidioscontos veridico menino bem dotado conseguiu fode a professora casadaganguebang com a esposa na pescaria contoconto erotico mulher fas esgandalo quando trepandoassistir vídeos garotas da vagina dentada transando com negão do pau bem gigantãoquadrinho porno estrupo 2019conto erotico a boleiaporno meu filhinho me engqavidou contoEu disse pra minha mulher que eu ia fuder o cu virgem da minha filha no motel conto erotico mozto.ruquatrinho porno 2 loiras pare ser irmaos fuckstonesnovinha deixar sua buceta enchada com um boba e depois e fudidaconto erotico virei uma linda mulhercoleira bdsm metalica mulherContos eroticos com as prinhas de 10 e 12 amimhosconto erotico de esposa de amigo ciumentomeninas irmas transandoflinstones eroticoconto de incesto deixei o irmão da minha esposa comer elacontos eroticos. Violentado pelo primo. GayConto meu pai mecomeu e eu dormi con a buceta cheia de pora deliConto quando ela baixou minha cueca meu pau pulo duro pra forasexo quadrinhos orgiaxxx fui metrocar de roupa mas acabei comendo a novinhaporno conto erotico no onibusver travestis que tem os pus do tamanho gigantes peladascontos pai atolou tudo no cuzinho d filha.com fotosconto erotico namorada praiafilho conto eróticodp gostosa cm negao. conto erot.ultimos contos sadocontos eroticos de travestis com fotos ,e cdzinhasconto erótico Menina(portugal)quadradinho erotico incesto COM HUMORconto cu abertoluizao no xvidio porno gaycontos eroticos d menininhas perdendo o cabaco com papai e irmaocontos eróticos de brigas e reconciliaçãoquadrinho erotico jiu jitsu. gaycontos eroticos fui comida feito puta e chingada de cadela pelo meu tioconto erotico gay negao dominador escraviza travesticonto porno ai gostoso enfia no meu cugordo do apartamento conto eroticocontos eroticos com fotosexo na infanciaContos eroticos fui fodida pelo encanadorcontos pau enorme na praia de nudismoContos de incesto com sobrinha gravida do tio e se casaraocontos de incestos fiz dupla penetraçãoManuela Monte porncontos eroticos tomando gala com biscoito gayComendo o rabinho da menininha contos eróticoscontos veridico esposa fode pagando uma divida do marido com o homem bem dotadoConto erotico casadinha ariscabranca dos cabelos pretos e longos melando o pau do amigo de bosta xvideosconto erotico cinderelaContos menages esposas safadasliberal contos eroticosConto erotico de filha que era apaixonada pelo namorado da mae Conto porno putinha do velho desde de novinhaquiquei até gozarbaixar cenas porno da novela dois irmansexxvideo garotas aforsa na favelasexogay querendo.rola em teresinacantos fotos eroticas de negao pirocudo com vovoksado abccontos eroticis bete a cunhada gostosaeaposa whats cpnto eroricov idioporno combunda arebitadaporno enchendo a bucetuda volumosa da massagista de porra. calcinha brancaseiosbicosgrandesvestiram o motorista pegando gata na baladacoroa grisalho com uma chapeleta muito grande comendo um garoto novinhofamília ea sim hentai