MÃEFORÇADA A DAR PRO FILHO E PRO GENRO



Já fiquei sabendo de muitas loucuras que as mães fazem pelos filhos. Quem é mãe sabe disso. Mas o que vou relatar aqui realmente me assustou muito. Há três anos sou casado com Bela (mulher linda e gostosa), somos um casal jovem e fazemos parte de uma comunidade dirigida pela minha sogra Ana Mara (nome real) e é sobre ela que eu vou contar. Meu cunhado de 15 anos fugiu de casa a pouco tempo mas depois voltou (depois de muita conversa), e desde que ele voltou seus pais o tratam com bastante frescura, satisfazem todos os seus desejo (como quase todos os pais). Certo dia, numa sexta, eu e minha esposa fomos para a casa dos pais dela, nesse dia eu comecei a estranhar o comportamento da minha sogra em relação ao meu cunhado. Eu sou muito observador, e geralmente enxergo o que muita gente não vê. A 1ª coisa que estranhei foi quando fui pegar uma camisa no quarto do meu cunhado (Iago) e vi quando ele enfiou a mão na bunda da sua mãe e apertou. A dona Ana é uma jovem senhora de 39 anos e apesar de ser bem gordinha ela é muito linda e tem o corpo bem distribuído, e além disso é uma senhora muito recatada pois é líder de uma comunidade. Pois bem, o Iago apertou com vontade na bunda da sua mãe, ela se assustou e deu um tapa na mão dele, mas pela reação dos dois ele já tinha feito mais vezes. Eles não me viram, mas a partir daí passei a observá-los como um detetive. À noite eu e minha esposa ficamos de dormir no chão do quarto da minha cunhada, de frente para o quarto de Iago, percebia que eles ficavam toda hora sussurrando e disfarçavam quando alguém chegava, minha sogra parecia brigar continuamente com ele, e até cheguei a pegá-la chorando, saquei que tinha algo acontecendo... Minha esposa nem podia imaginar, mas eu resolvi ficar acordado e ir mais tarde no quarto deles. Por volta de meia noite, todos dormiam, minha sogra vai até o quarto de Iago e entra, esperei ela entrar e fui, a porta estava trancada, então lembrei da janela, saí de casa, dei a volta pelo outro lado da casa, empurrei a janela bem devagar, estava aberta! Fiquei vendo os dois discutirem baixinho, minha sogra chorava, percebi que Iago queria fugir e estava ameaçando dona Ana. Pouco depois dona Ana baixa a parte de cima da camisola e o soutian e entrega dois seios enormes, carnudos, lindos, para o filho mamar, esse era o trato o safado queria mamar na mãe dele. Nossa como me assustei, ninguém podia imaginar o que estava acontecendo, eu simplesmente não acreditava, meu sogro, pai de Iago, mal podia imaginar que enquanto ele dormia o filho dele ia curtir a mãe. Iago mamava e mordia os seios da mãe como um cachorro num osso. Ela ficava com o rosto pra cima e os olhos fechados para não ver. Depois de alguns minutos mamando (e eu pronto pra me masturbar lá fora) o safado ficou em pé de frente pra mãe que estava sentada na cama, baixou o calção e disse num tom mais alto: - Mãe eu quero que a senhora me chupe agora até eu gozar. Ele falou isso colocando o pau duro perto da boca da mãe, ela balbuciou algumas palavras, mas pelo jeito ele estava dominando a situação pois logo a mãe começou a lamber timidamente o pau dele. Acho que foi a primeira vez que ela chupava um pau pois estava tão desajeitada. Mas o cara pedia mais, pedia que ela chupasse melhor, segurou os cabelos da mãe e passou a fuder a boca dela, fudia e gemia alto, depois começou a chamá-la de palavrões que eu não acreditava que ela apenas ouvia e obedecia o filho (logo a dona Ana! Tão santa!): vai minha puta chupa tudo. Vamo minha delícia, vou encher essa boquinha de esperma. Aaaai, vou gozar na sua boquinha mamãe. Quer que eu fique então chupa... Eu não acreditava mesmo, a cabeça dela ia e vinha no pau dele, os seios tamanho GGG balançavam e davam lapadas nas cozas dele, era uma loucura... Então ele gozou, encheu a boca dela de porra, ela não acostumada, se afastou e algumas gotas caíram nos seus seios. No rosto dela eu vi lágrimas, suor, e da boca escorria um pouco de saliva e esperma. Quando Iago sentou na cama eu disse: “Que safadagem é essa entre vocês dois?!! Eles levaram o maior susto, dona Ana tentou explicar. Eu apenas disse que ia entrar na casa e iria até lá ter uma conversinha com os dois. Eu que não sou de ferro aproveitei o momento pra fazer a festa na sogra, e até quebrei o galho do Iago, fazendo ele comer a buceta da mãe que ele tanto queria. Queria deixar para o próximo conto mais não. Vou contar logo. Antes de ir até o quarto dei uma verificada se minha esposa estava dormindo, estava. Entrei no quarto brigando com os dois, coloquei o maior medo neles. Minha sogra pediu por favor que eu não contasse a ninguém. E foi aí que entrou a famosa chantagem. Mas não fui grosseiro, falei com todo carinho e respeito de genro, contei aquela história... Ela não queria dar de jeito nenhum, então eu fiz que ia lá acordar o sogro e ia contar tudo, inventei até que tinha filmado... Então, aos prantos ela cedeu, lá no fundo eu sentia pena, mas estava louco por la. Logo que ela topou mandei que ela ficasse de joelhos e passasse a chupar de novo o seu filho. Não sei se é assim com toda mulher, mais percebi que ela gostava de ser mandada, gostava de obedecer, quando eu pedia ela ficava com frescura, mais quando eu mandava ela obedecia como uma cadelinha. Logo que ela se ajoelhou e começou a chupar o Iago, eu vim por trás já com o pau lambusado de creme e fiquei tentanto colocar no cuzinho dela, ela fugia, então eu fiz a típica seqüência dos dedos. O primeiro entrou com dificuldade, pouco tempo depois estava com dois dedos atolados nela, passei a fuder bem rápido com os dedos, e fazia movimento circulares, enquanto isso eu dava um banho de saliva na sogra, lambia as costas, a nuca e a bunda dela. Iago estava para gozar de novo quando eu coloquei o pau na portinha do cuzinho da mãe dele, nossa! ela é tão gordinha que tive de puxar as bandas para os lados para conseguir enterrar minha glande no cuzinho dela, ela deu um gemidinho rasgado, logo que coloquei a glande enfiei tudo e passei a fudê-la bem rápido. Agarrei os seios dela e a comi com violência (ou tesão?). Fazia ela sentar de uma vez no meu pau que até doía. Mas ela estava gostando, pois já chupava o filho com mais vontade. Iago gozou na boca dela e eu continuei metendo com vontade no cuzinho dela. Não sei se deu um peso na consciência dele pois ele começou a dizer: Ei cara acho que tá bom da gente parar por aqui” Eu disse pra ele que não ia parar, e lembrei ele da chantagem... Logo gozei! Tirei o pau e fiquei em pé, e gozei na cara, no rosto e nos peitões dela (nunca tinha feito isso). Ela se levantou e perguntou se já tinha acabado, eu disse que só estava começando. Mandei Iago (que estava com pena) endurecer o pau e meter na buceta dela (logo ele se animou). Dona Ana foi à loucura, pedindo muito que eu não deixasse que ele fizesse isso, que aquilo era um pecado terrível, que ia ser a desgraça dela, etc... Mas agora era o Iago que estava com tesão, lambusou de creme e mandou ela ficar de quatro, mesmo a contragosto ela ficou e ele foi pra cima como um bicho no cio. Quando me recompus, dei o pau pra ela chupar, trocamos de posição várias vezes, eu na boca e ele na buceta até gozarmos. Ei mandei ela dizer que ia ser a nossa puta para sempre, e mais um monte coisas. No início ela não queria falar mais depois ela mesma inventava o que dizer e até teve um orgasmo, ficou maluca! Quando fui meter atrás de novo ela me pedia que enfiasse bem fundo. Eu e Iago fizemos a mãe dele virar de santa, para uma tremenda puta. Já comemos ela várias vezes depois desse dia. E ela gosta muito de dá o cú nem o marido nem o filho querem o cuzinho dela, então sobra pra mim. Minha esposa já anda desconfiando do apego do seu irmão com a mãe, mas eu sempre digo: Tá louca Bela, tua mãe é uma santa, nem pensa nisso, e teu irmão lá vai gostar de gordinha.” E sabe o que minha esposa respondeu: É verdade né amor, que besteira minha...   


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico genro

Nome do conto:
MÃEFORÇADA A DAR PRO FILHO E PRO GENRO

Codigo do conto:
4295

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
16/03/2005

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


ultimos contos sadocontoeroticoprofessorasCONTO erticos lactantes socando forte nas sogrinha contosPorno contos de novinhos perdendo o cabaçocontos heroticos gays, dormindo na mesma cama que o primocontos eroticos strip poker com minha namorada e cunhadanovinha rabuda contos eroticosa ressem casada quase virgem e amigo jegue contobuceta da minha tiatudas hentai em quadrinhoscontos eroticos vovo mim fudeu no canilcerita perkosa ibu ibu rajahentai@malandrosnudestia da minha namorada contos eróticoshistorinhas eroticas hentai em quadrinhos 2017 de estuprado pelo padre violentamentebrexei a gostosa de vestido sem caucinha bebendo la em casadeixa eu ver sua bucetinha deixa contosque mas vadia aqui mozConto erotico mini saia peitudafilme porno gay estudando na casa do amigoconto eurotico gay comi o bombadodei o cuzinho bem gostoso contosbu2eta sou puta dei meu neto me foderele me dedou calcinha molhadinha calcinha contoContos eroticos com as prinhas de 10 e 12 amimhosMamando o genro contoseroticosquadrinho erótico namorada do meu amigopeqie cm o meu sobrinho contoConto erotico cine porno gayMulheres deitada enfeitando o dedo na bucetascasal sem saida esposa chatagiada contos eroticodesenhos sex de animaisconto erotico clube do scatfuracao pono com asograconto erotico gay amigos adolescênciasexo maninhaContos eroticos recebi um penis de 30centimetros no uteroconto erotico irmaos de pau duro d cuecaVelho fazendeiro sendo enrabado contos gayscontos sexo estorando cu de velhacontos eroticos dei a bundinha ainda meninafotos incesto pauzudos brasilvizinho maconheiro.contos eroticosenroscou no portão comeram seu cumae dando pro filho no banheiro, contos e fotosconto erotico caminhoneiroHentai quadrinho eroticocontos erocticos com gemidos altos com sogracontos porno hentai motorista comedorContos eroticos fui fudida pelo meu sogroestoria menina kereno da abusetacontoeroticoburroconto erótico fazendeira estrupada pelo capataz e perdeu a viginidade do anusfuncionaria laboratorio trai marido pornocontos eroticos minha esposa engravidou do amantecontos eroticos meu corno trabalhandoContos eroticos com fotos de podolatria com a empregada dormindoconto minha tia minha safadaconto erotico um touro gozou na minha bucetacontodevaginaconto sobrinha novinhaputa dotioconto erotico desabafoputinha gay da familia contos eróticos Arthurcontos eróticos com foto a minha madrasta me pegou f******contos marido deu sonifero para esposacontos e fotos sexo com vovô no pomarQuadradinho erotico conto 2006 Contodeputacontos de noiva putinha corninho safado titío caralhudofestival de fodelana hentaroludo a fazer uma coisa muito bonita em sexofo com a sua primeira experiência com mulheres que se encontram no seu quartominha vizinha putaconto erotico chantageada pelo amigo do marido