Beijo com porra



Estou caindo de sono, mas não podia deixar de colocar aqui mais uma das sacanagens que rolaram comigo e meu namorado no último domingo.
Estávamos em casa vendo TV quando relembrava a putaria que fizemos na cidade de Amparo/SP e onde estaremos na próxima semana e que também coloquei aqui com o nome “Pelado em Amparo”.
Acabei de pau duro e meu gato caiu numa chupeta que acabou terminando comigo socando rola nele, de frango assado e gozando muito.
Tomamos um banho e saímos para a caça aqui na orla de Praia Grande, pois ainda era cedo e a cidade já está fervilhando de turistas em férias escolares.
Fomos lentamente do bairro do Forte até a Vila Caiçara e ao chegarmos lá um coroa muito do gostoso sentando em um banco com duas crianças nos olhava descaradamente cada vez que passamos.
Indo mais adiante para manobrar vimos um outro cara saindo da areia da praia e foi neste que resolvemos investir.
Ele usava uma camiseta tipo desenho de camuflagem do exército, bermuda bege e chinelo havaianas. Mal nos viu e segurou no pau na clara intenção de mostrar que nos oferecia aquela pica. O cara era magro, loiro, cabeça raspada, cara de macho, destes que você não acredita ser viado.
Fiz a volta no quarteirão e parei numa esquina da praia. Ele veio em nossa direção e passou reto pelo carro.
Pensava em colocá-lo no banco de trás com meu namorado, pois estava no maior tesão de ver meu gato mamando uma caceta e me traindo bem gostoso.
O cara passou reto, mas sempre segurando o pau, sem se importar com outras pessoas que passavam na rua.
Na volta ele nos cumprimentou, atravessou a rua e foi para trás de um quiosque fechado no calçadão da praia. Descemos do carro e fomos atrás.
A sacanagem não começou de imediato, pois passavam pessoas tanto no calçadão como na areia.
Passado o movimento ele foi para trás do quiosque e encostou no escuro já tirando a caceta para fora.
Falei para meu gato atacar sem dó, pois eu ficaria de longe vigiando. Que cena deliciosa: mal meu namorado chegou já se abaixou e caiu de boca na pica que eu mal conseguia ver. Minha curiosidade foi maior, fui até perto, encostei ao lado deles e já tirando meu caralho para fora comecei a socar uma punheta. O cara se deliciava e meu gato se acabava na gulosa. Cheguei mais perto, beijei o macho, delícia de boca, boca de homem, de macho, de puto safado. Como de costume já avisei o cara que éramos namorados e que eu adorava ser corno. O cara demonstrou mais tesão ainda com minha revelação e pedi para meu namorado beijar o macho e também me deixar provar daquele caralho. Demais!!! A rola do cara era de tamanho
normal mas super grossa e cabeçuda, daquelas que você sente vontade de engolir, dormir com ela como se fosse uma chupeta e com um calibre que não é qualquer cú que agüenta. Dei umas boas mamadas e já sentia minha porra à caminho. Neste momento o cara pediu que meu namorado me mamasse e ele observava só na punheta. O cara pediu para eu esporrar e fiz como um jegue. Sentia que inundava a boca do meu namorado de leite quente e farto e neste momento veio minha maior surpresa: o cara pediu que meu namorado não cuspisse o leite e erguendo-o começou a beijá-lo sugando todo meu leite da boca do meu namorado. Eu mal acreditava o quanto o cara se deliciava e punhetava beijando meu namorado e saboreando da minha porra. Enxugando meu pau afastei-me deles e fui sentar numa mureta onde pudesse vigiar aquela cena tão deliciosa e que eu tanto desejava naquela noite. Os dois beijavam-se muito e o cara metia o dedo no cú do meu namorado que se empinava e se abria para ser fudido a qualquer momento. Passado algum tempo foi a vez do macho começar a maior cunete no meu namorado que punhetava e se entregava como se nem eu estivesse ali vendo tudo. Mesmo tendo gozado meu pau continuava duro. Eles se esfregaram muito, se chuparam e o máximo que o cara fez foi roçar a caralhona grossa na portinha do cú do meu namorado que me confessou depois que se fosse numa cama ele agasalharia todo aquele caralhão depois que eu socasse muito creme nos eu cuzinho gostoso e guloso. Eles só pararam quando um vigia de moto veio em direção do quiosque e eu dei um toque para eles pararem. O cara passou e nos cumprimentou com a maior cara de safado pois sabia o que aqueles três viados faziam naquele local...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


5452 - Levei porra e porrada na cara...e gostei!!! - Categoria: Gays - Votos: 2
5453 - Dois casais gays se fudendo - Categoria: Gays - Votos: 3
5455 - Três pedreiros X dois viados - Categoria: Gays - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico sexouau

Nome do conto:
Beijo com porra

Codigo do conto:
5454

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
28/07/2005

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Conto no cu da mamãeconto erótico mãe e tiovidios pornos tia sendo estrupada pelo subrinho na sua fasendaCasa dos Contos Eróticos chorei gritei na pica do meu filhoContos eroticos minha mulher traz porra para mimPornô lésbicas contosadministrador velho cacetudoscontos eróticos tarada pelo cavalo com a eguacontos com fotos contos eroticosvideos de moças de chortinhos curto parecento buceta rachadaconto supresa analcontos eroticos gay o nilmaquadrinhos marido e mulher traições pornocontos eroticos chorei no cacete dele 1contos+eroticos+espreitando maduras nuascasa dos conto erotico sogro engravidando noraele quis ver meu.pau contocontos a punheteira da familiafoto meu marido pauzodofotos esposas vadia submisSa putas cadelasconto de cunhada peladinha no banheiroContos eroticos gay funkeiroconto erotico vivianebuceta e anus arombado emendados pornofotos da mae peladacontos eroticos com mendigos dotadospraia de nudismo contossubmiss viado contomeu enteado comeu a força meu cuzinho virei viciada em analquadrinhos eroticos violentada por um pausadohomem malhado visido de homem aranha com tesão e com voutade de dár o cu porno gaycontos gay pauzao suadoxvideo carona e ficou zangadameninas novinhas dando a bucetinhas para seus pais e padrastos estruparen elasconto gay dedo no cugoza no meu pauUltimos contos de zoofilialuan batendo uma conto eróticodoce nanda contos eroticosas mulheres roçado as bucetas e gosadoputo tira a roupa da prima e ela acordaesposa corno conto gozadaporno crentes sainha quadrinhoFotonovela surubaocomendo a vizinha bebada so cuzinhoconto erticodei pra um cara muito gostosocorno manso e puta. contoscontos veridico menino bem dotado conseguiu fode a professora casada[email protected]conto erotico esposa calca suplex negroconto erotico minha namorada dançando forro com meu tioconto erotico reencontro com o ex fez analcontos eroticos padrinho agora quer todo diaconto erotico de cornocontos gays uberConto erotico eu sou uma coroa casada de 45 anos muito carentea vingança do corno conto eroticofotos incesto pauzudos brasilcontos eróticos atendente relato de relação com montadorconto erotico na viagem conhecemos um casal e o marido arrombou minha lindaconto meu marido mereceu ser xingadoconto erotico minha tia parte 2contos eróticos vizinhaContos metendo na titiapresente de aniversario pro meu pai porno conto eroticoContos esposa pediu pra.ajudar o subrinho.virgemcontossado de submissao realesposa maloca contocorno broxa cu contoQuadrinhos incesto mãe real gostosavibrador grande e grossoGorda nuaconto gay o pau do mlk na feira Gibi pornoFamilia tarada capitulo 1ultimos contos sadoultimos contos travestis putinhas gostosasconto erótica meu cabacinhaconto erotico como fazer ela aceitarcontos eroticos o vovo mi comeu a chantagenscontos eróticos Casada foi na despedida de solteira de amigo e acabou levando rolacontos eroticos sogro fudendo genroContos eroticos de expoContos eroticos filho de sunga pausudo grosso cabesudo contos eróticos pepino no cuzinhocontos levando encocaxada inocenteconto erotico novinho vizinhoconto erotico minhas irmalllcontos eroticos velha lesbica abusando de novinhacontos heroticos de mulheres casadas de manaus