Transei com o melhor amigo do meu filho



Oi, este é meu primeiro relato. O que vou compartilhar foi algo que mudou minha vida para sempre e para melhor, tudo, em um momento muito difícil da minha vida.
Meu casamento estava desmoronando. Tinhamos construído uma casa muito bonita, um sobrado, mas as brigas eram constantes e meu ex-marido passava a maior parte do tempo viajando. A vizinhança era conhecida, inclusive os vizinhos da frente eram amigos de longa data. Seu filho, Ed, era um ano mais velho que o meu e eram bons amigos. Ele frequentava nossa casa.
Meu filho sempre foi mirradinho, demorou para encorpar, já Ed, além de mais velho, cresceu e encorpou precocemente. Adorava esportes e talvez por isso tenha modelado o corpo tão cedo. Era comum ele vir a minha casa depois do jogo de futebol ou da aula de judô. Contudo, eram crianças ainda e eu estava tão estressada com meu relacionamento que não reparava em coisa alguma. Foi então que após alguns anos me separei. Foi um alívio. E então de repente numa tarde ao atender a porta dei de cara com Ed. Então reparei o quanto ele havia crescido. Estava mais alto que eu. Sorri e o convidei para entrar. Depois daquele dia passei a reparar no amigo do meu filho. Mesmo que com uma sensação estranha, passei a me sentir atraída por ele. Passou-se mais algum tempo e certo dia após o almoço em que Ed estava conosco, ao tirar a mesa me abaixei na frente dele e deixei o decote do meu vestido bem na cara dele. Quando percebi já era tarde e vi que Ed havia ficado acanhado mas só deixou de olhar depois que percebeu que eu tinha reparado. Aquilo me deixou feliz. Me senti desejada novamente. Naquele mesmo dia, quando Ed desceu para ir embora, ao abrir a porta para ele eu disse que não precisava mais bater para entrar, poois ele era de casa. Ele sorriu e foi embora.
No outro dia, um domingo, logo de manha meu ex-marido veio de surpresa para pegar as crianças para passar alguns dias, pois já estavam de férias. Como sempre discutimos, mas não pude impedir as crianças de irem com o pai. Meu filho, antes de ir, disse que havia marcado com ED. e era para eu avisa´-lo. Depois que eles foram, fui tomar banho para me acalmar. ]Estava furiosa. Ao sair do banho, lembrei do pedido do meu filho e liguei para a casa do Ed para avisa-lo. Desci a escada apenas enrolada na toalha e liguei. A mãe de Ed disse que ele tinha ido ao clube bem cedinho e que ia avisar quando ele voltasse, foi então que ouvi a porta abrir e vi Ed entrar. Ele se assustou ao me ver so de toalha e fez que ia sair, então eu tampei o fone e pedi para que ficasse. Me despedi da mãe dele e fui falar com ele. Ed estava só de short e tênis, sem camisa. Ele se desculpou por entrar sem bater e então eu o interrompi e disse que tinha sido eu que o autorizara a entrar. Ele estava claramente acanhado com o fato de eu estar so de toalha. Menti a ele e disse que meu filho voltaria logo e era para ele ficar. Como ele estava todo suado disse para ele tomar uma ducha. Ele hesitou mas eu insisti e então subimos com eu nafrente rebolando na cara dele. Dei uma olhada de canto e vi ele vidrado na minha bunda. Pensei comigo - "essa é a oportunidade". Entrei no box para ligar o chuveiro e então tive a ideia de mentir que o chuveiro estava quebrado e saía só água fria. Então disse para ele usar a ducha que temos no quintal. Novamente ele hesitou, mas eu disse que os muros são altos e que ninguém o veria. Ele topou. Temos essa ducha por que íamos fazer uma piscina, que nunca saiu do papel rs. A ducha realmente fica num canto do quintal, e fizemos uma parede para dar maior privacidade, apesar de não servir para tomar banho propriamente dito. Me retirei mas dei uma espiada e o vi só de cueca. Tinha o abdomem bem retinho e aquele caminho de pelinhos que desce até o pau, hummm, estava cada vez mais excitada. Depois de alguns minutos fui até lá levar shampoo e sabonete. Perguntei se podia ir lá e ele pediu um minuto e então o vi de cueca. A cueca molhada colou no pau dele mostrando seu formato, estava duro mas não me demorei e disse que voltaria com uma toalha. Dessa vez eu apareci sem avisar e o peguei nu. Ele tentou se cobrir mas pude ver seu pau duro quase relando no umbigo. Sorri e disse que não tinha achado uma toalha limpa. Ele totalmente envergonhado disse que não tinha problemas, todo encolhido de vergonha. Então eu deixei cair minha toalha e disse que podia usar ela. Na hora o rapaz ficou boquiaberto.Eu estava nua na frente dele.Cheguei perto dele e o beijei na boca. Ele estava trêmulo. O acariciava no rosto e na cabeça até que ele relaxou me abraçou e senti seu pau duro na minha barriga. Peguei no pau dele, pulsando e bati uma punheta de leve. Ele gemia. Perguntei se ele estava gostando e ele só conseguia balbuciar algo parecido com um "sim".
Naquela altura ele já estava com as mãos nos meus peitos e ajoelhou para mamar neles. Ele parecia um bicho esfomeado, me chupava, mordiscava meus mamilos estava totalmente tomado pelo tesão, assim como eu.
Ainda debaixo do chuveiro eu punhetei novamente seu pau duro cabeçudo e depois o chupei. Ed soltou um gemido de prazer quando eu abocanhei seu pau.
Seu saco era aparadinho, seus pelos cortados bem rente o que ajudava a chupar tudo.
Foi então que senti ele ia gozar, aumentei a frequência e o fiz gozar no meu rosto. Foi algo insano. Nunca tinha feito isso com meu marido. Mas naquela hora me liberei de todas as amarras e me tornei uma puta. Lavei o rosto debaixo do chuveiro e nos beijamos. Um beijo longo. Chupava a língua de Ed e ele a minha e logo senti seu pau duro novamente. Dessa vez, entramos na casa. Fomos ao meu quarto. Subi na cama e o fiz subir por cima, e fizemos um gostoso papai-mamãe. Quando Ed meteu seu pau em mim, foi algo mágico. Senti aquele pau duro de garotão me rasgando por dentro foi algo que nunca tinha sentido, senti cada centímetro dele me invadindo. Nos beijamos. Não resisti muito e gozei. mas ele não tirou de dentro e continuava a bombar como uma máquina enquanto mamava nos meus peitões. Eu estava totalmente rendida com aquele macho tesudo me dominando por completo. Eu não parava de gemer, pedia para parar pois estava quase desmaiando e gozei seguidamente, numa sequência que nunca tinha sentido na vida.
Ed não me dava ouvidos, estava totalmente alucinado de tesão. Me mamava, beijava, me chupava a orelha, o pescoço, e eu "subindo pelas paredes", ate´que ele gozou dentro de mim. A quantidade de porra foi incrível, já que ele tinha gozado havia pouco tempo. Caímos deitados um ao lado do outro totalmente extasiados e encharcados de suor.
Eu então o abracei, nos beijamos carinhosamente.
Então o chamei para tomarmos um banho. antes mesmo de entrarmos no box, Ed já estava de pau duro novamente. Eu sorri e disse - "nossa já esta de pé ?" Ele apenas sorriu. No chuveiro ele me pegou no colo contra a parede. O abracei com minhas pernas e o safado meteu novamente. O pau estava tão duro, nem parecia que acabara de foder loucamente. Minha buceta estava ardendo da outra foda, mas o tesão que me dominava era maior. Gozei novamente, mas dessa vez não suportei continuar, meu corpo nãoestava acostumado com tanta virilidade. Ed me pegou no colo e me levou para cama. Lá namoramos. Brincamos um com o outro como se eu fosse adolescente novamente. Foi quando ele perguntou que horas o meu filho chegaria e eu contei a verdade que teríamos todo o dia para nós. Acabamos dormindo. Quando acordei vi que não tinha sido um sonho. Minha buceta estava toda doída, mas ver aquele gostoso nu ao meu lado da cama me inundou de tesão novamente.
Vesti uma regata e um short e desci para fazer algo para comermos, pois já era meio da tarde. Passada uma meia hora, Ed desceu e me pegou por trás. O safado estava pelado e de pau em riste me encoxando e pegando nos meus peitões, cafungando no meu cangote. Minha buceta se molhou todinha. Ele me levou para debaixo da escada onde tinha um banheiro. Ele disse que várias vezes tinha batido punheta para mim naquele banheiro. Fiquei toda toda comigo (rs). Me despi toda e comecei batendo uma punheta bem gostosa alternando com mamadas naquele pinto gostoso. "Muito melhor" ele disse...
Entao ele sentou no vaso sanitário e eu subi nele de frente. Cavalguei naquele pinto duro e ele me mamava toda. O pau dele entrava todo em mim me deixando doída mas não conseguia deixar de pular sobre ele.
Gozei.... gemi alto... então ainda dentro do banheiro ele me pôs apoiada na pia e arrebitei a bundaa. Ele me penetrou por trás. ele disse que adorava minha bunda e queria muito me comer por trás. O safado meteu forte. Olhei nos seus olhos e vi a obcessão de um macho fodendo sua fêmea. Gozei, gozei,algo mágico, mas me segurei para poder deixar ele gozar também. Então Ed. jorrou seu leite quente dentro da minha buceta.
Saímos, fomos comer algo.
De noite ele ligou para a mãe e avisou que posaria em casa, sem dizer que meus filhos não estavam claro.
Passamos a noite toda transando.
Ficamos tão ligados que não conseguíamos mais deixar de transar um dia sequer.
Sempre damos um jeito. O mais comum é darmos uma rapidinha enquanto meu filho toma banho.
Uma delícia...
Esqueci de falar nossas idades. Tenho 45 e ele 19.
Beijos até outro relato (e há muitos !)

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico loiramadura

Nome do conto:
Transei com o melhor amigo do meu filho

Codigo do conto:
57130

Categoria:
Coroas

Data da Publicação:
03/12/2014

Quant.de Votos:
56

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


vários Contos porno perigoso juntosconto esposa quer emprenharmeu tio me fodeuQuero foto itiada ohlano o pauzao d padrastoultimos contos sadocontos eroticos sentada no colo do papai na pracinhaconto manejei na minha prima novinhaconto erotico esposa peladinhacontos de incestos no escurobuceta da mae arreganhada tive que fodecontos eroticos comi a crentecontos eroticos minha primeira inversaoContos eróticos eu minha mulher e um velho contoso foto dinovinha querendo xupa como eflavia mostra calsinha coladacontod,swing rm porto seguroconto erotico gay -O dia que eu ne ebtreguei ao meu paiconto erotico com nora puta e gostosamae puta conto eroticocontos eróticos gay irmãocontos gostosas dando juntas sem frescuraContos eroticos de pirapora mgcontos menage masculinokaçador35Contos eróticos gay Novinho maloqueiro chorando na picacontos eroticos com nerd tristonhoconto erótico rainha cheirar meias Minha esposa é uma vagabunda finjo não saberminha esposa com um garotao megadotado o na praia do pinhoconto marido gosta de ver mulher com outroSogro que engravida a noracontos e fotos gaysconto erotico em quadrinhõesposa putA CORNO FELIZ DE ARAXAconto esposa vadia adora ser chingada e marido corno chupador de porracontoseroticos de corno.meu genro é o meu cornofui ajudar meu amigo e tive que fazer boquete para o pai dele contoscontos eroticos fudendo com varios homens no tremSexo com o pai conto erotecocontos minha me pegou na punhetacontos eroticos de pastores e padressexo pai fode filha na posicao papai mamaegritando de tesaocu invocante 6 hentai quadrinhosconto erótico gostosa estilo panicatwww.contos eroticos mae fude com filho novenho pauzodo dando cucontos mae ta cagando bem grosso filho arrombou cu delaconto erotico amigaxvidio fui na casa da minha namorada e so tava Minha Sogra cumi a Sogra a forçaconto erótico netinha 10www.eu cumi o cu da aline gostosa eu quero um em contro eroticosshemele de calcinha fio dental contos Contos de sexo anal pai tira o cabasor da filha em segredo fotosrelatos transei com ela debaixo do chuveirocontos heroticos hermafridita quadradinhosconto esposa do amigo gayConto deu primeira vez cine pornoQuadrinho erotico porno real ajudado a minha sobrinhaconto erotico rasgada por umver contos perdendo cabaco com cunhadocontos eroticos travesti com empregadacontoerotico analconto erotico amamentando meu homemqueriasercornovedio mulher do.gemitao di pornocontos eroticos engravidei minha mãemamae e titia ve o pintao do filho enorme contosquadrinhos eróticos bons tempossexo contos gay cabaço curralLesbian Sobrinha Sexcontos eróticos xana da minha vovôloiras de pernas bandas de levar varada do pirocudo pornoconto erótico imcesto mãesvirei corno num jogofudendo minha sogra hentaicontos porno gratis estupro submissão