PAPAI E A PORÇÃO DE TRANSFORMAÇÃO



Meu nome é Paulo tenho 18 anos e meu pai Mauro tem 36 anos, trabalhamos em um projeto, e estávamos tentando descobrir alguma fórmula para mostrar aos homens como se sentem as mulheres, e um certo dia, descobri uma fórmula bem diferente do que eu imaginava, mas para isso teria que encontrar uma cobaia, como não havia ninguém por perto, e apenas eu e meu pai trabalhávamos nesse projeto, infelizmente minha mãe havia falecido alguns anos e éramos apenas eu e meu pai, por isso passamos a nos dedicar mais a alguns projetos, resolvi experimentar o produto criado, e o que houve foi realmente incrível, mas ele durava apenas 2 horas, então continuei pesquisando para tentar deixar ele por mais tempo, meu pai Mauro, estava fazendo compras, e quando ele chegou eu resolvi mostrar a ele o que havia descoberto, quando tomei a poção e começou a fazer efeito, meu pai ficou abismado, totalmente impressionado com os avanços que eu tinha feito com a fórmula, ele me perguntou como é que acontecia e se era tudo realmente igual, eu disse que sim, que na hora que estivesse tomando a poção deveria pensar em como você gostaria de ser, loira, morena, alta, baixa, gorda, magra, ele ficou impressionado, eu tinha me transformado em uma mulher com direito a tudo, ele não acreditava, então mostrei a minha bucetinha a ele, pra ter certeza, ele ainda mais impressionado, mas eu disse a ele que o efeito era apenas de 2 horas, depois disso a transformação acabava e eu voltava ao meu estado normal de homem, disse a ele que estava procurando avanços para deixar a fórmula mais duradoura, ele saiu feliz pelo acontecido e foi para casa, o laboratório fica no subsolo de nossa casa, depois de um tempo, a poção já estava acabando o efeito e eu voltando ao meu estado normal, resolvi voltar para casa e comer alguma coisa, pois o estômago já estava começando a doer, quando estava passando pelo corredor, em direção a cozinha, percebi que a porta do banheiro estava entre aberta, ao chegar perto, ouvi o barulho do chuveiro, deduzi que era meu pai tomando banho, mas ao chegar mais perto ouvi barulho de sua voz, e resolvi dar uma olhada por entre a porta, fiquei realmente pasmo ao ver, eu e meu pai sempre mantínhamos a privacidade em relação a nossa intimidade, não éramos de ficar andando nu ou de cueca pela casa, eu nunca tinha visto ele pelado, mas aquilo era estranho pra mim, por que já tinha visto outros homens pelados, e não tinha imaginado nada, mas desta vez era meu pai e eu estava admirado com seu pau, era grande e grosso, eu poderia até chamá-lo de jegue, era realmente bonito, depois disso fui comer, ao longo dos dias, consegui aumentar o tempo da fórmula, e mais uma vez fui mostrar ao meu pai, perguntei a ele se ele tinha alguma preferência de mulher, ele disse que não, então pensei em uma loira bonita, com belos seios, quando tomei, e começou a fazer efeito, percebi que ele começou a ficar meio inquieto, depois que eu já estava como mulher, com seios enormes, ele começou a arrumar desculpas, dizendo que ia subir pra comer algo, mas antes disso eu pude perceber seu pau crescendo por debaixo do short, em outros dias, já estava perdendo um pouco daquela privacidade que tinha com ele, afinal era meu pai e estava na hora de ter mais intimidade com ele, e comecei a ir no quarto dele acordá-lo para irmos fazer as pesquisas, e muitas vezes encontrava o seu pau duro, por baixo do lençol, e outras vezes pela cueca de ceda que ele usava, aos poucos comecei a ficar meio que desconfortável com isso, era meu pai, eu também era homem, mas de alguma forma estava começando a sentir um desejo pela aquele pau, mas tentava parar com essas besteiras e me concentrar nas pesquisas, em um final de semana, precisamente no sábado, eu estava obtendo avanços para a poção, e antes de tomar, pensei em uma bela morena, pele meio branquinha, cabelos compridos, e seios bem cheios mas não exagerados, e bunda redondinha, que o tempo dessa vezes estava demorando, parecia que tinha conseguido fazer durar mais tempo, a bexiga começou a pedir para eu ir ao banheiro, e havia o de casa, sai correndo para fazer xixi, e teria que fazer como mulher, abri a porta do banheiro e sentei na privada para mijar, como não havia barulho de chuveiro não liguei, e quando estava mijando, que olhei para o lado, estava meu pai todo ensaboado, e com o pau duro, parecia estar batendo uma punheta, aquele momento foi meio estranho, por que tinha que fazer xixi, não dava pra parar, e meu pai com aquela pica enorme linda e grossa na minha frente, como não tinha Box, praticamente ele estava com aquele pau na minha cara, tentei disfarçar, mas algo em mim não estava querendo, acho que o desejo de mulher estava agindo dentro de mim, quando ele ligou o chuveiro, a água começou a me molhar, não deu outra, ao levantar da privada, eu estava com a blusa toda molhada, e meus seios estavam mostrando excitação, bicos durinhos, ele me olhava, mas com a cara de nervos, eu já na excitação e sem saber o que fazer ali na frente dele, minha boca falou por si própria, e perguntei se podia tomar banho também, ele disse que sim, quando comecei a tirar a rouba, percebi que o pau dele começou a latejar, tanto que ficava dando aquelas pancada pra cima, não sei se ele estava chamando ou era pura excitação excessiva, comecei a me ensaboar, ele tentava disfarçar, afinal eu era o filho homem dele, que estava ali como mulher, tudo por causa da porção, mas por dentro eu ainda era homem, ele procurava ficar de costas pra mim, para não esbarrar no pau dele, mas em um determinado momento eu fui passar o sabonete nas minhas pernas, e ele virou sem querer, nisso seu lindo pau grosso, bateu na minha boca, ele quase entrou, e eu quase que morri de tesão ao saber daquele pau enorme entrando na minha boca, ele voltou-se para o outro lado, e eu me virei de costas pra ele também, comecei a me ensaboar novamente, e quando estava passando pelas minhas pernas, o sabonete escorregou da minha mão e caiu no chão, eu resolvi pegar, mas pra isso tive que abrir um pouco as pernas, ele se virou dizendo que ia pegar o shampoo que estava perto de mim, foi ai que o bicho pegou, e pegou de tal forma que eu já não respondia mais como homem, e sim como uma mulher com instinto devorador de picas, quando ele tentou pegar o shampoo, a cabeça da pica de papai começou a se roçar na minha xaninha, eu percebendo aquela pica maravilhosa tentando entrar, fiz de inocente e joguei meu corpo contra o dele, tentando fazer aquela pica se encaixar melhor, ele não se fez de inocente e pegou na minha cintura e começou a enfiar, quando sentia cada centímetro de uma pica grossa, foi uma sensação jamais sentida, não somente pelo fato de ser homem internamente, mas um misto de desejo e tesão extremo invadiu meu corpo, tudo que queria naquele momento era aquela pica todinha em mim, ele começou a bater mais e mais forte, acelerava mais a sua estocada na minha buceta, eu tive tempo de me segurar na parede do banheiro e sentir tudo aquilo entrando e saindo de dentro de mim, como uma mulher eufórica e louca por pica, falava alto pra ele meter tudo, até as bolas, e sentia com vontade, minha voz começou a mudar, pedindo pra ele, gritando papai, mete essa pica, atola tudo na sua filhinha, eu estava me sentindo uma mulher realizada, sentindo a pica do papai dentro de mim, depois de um tempo metendo ele estava com muito tesão e começou a estremecer o seu corpo, pude sentir sua pica pulsando ainda mais, que dessa vez estava dentro de mim, depois de algumas pulsada de sua pica na minha buceta, senti algo que não tem como não se apaixonar, seu leite batendo bem quente no meu interior, uma sensação maravilhosa, aquilo me fez gozar por dentro, depois que ele gozou, tirou seu pai grosso e melado, eu me abaixei para chupar, chupava aquela pica ainda dura pelo imenso tesão que ele estava sentindo, e comecei a chupar como uma louca, parecia o único pirulito do mundo, com se não existisse outro, lambia aquela cabeça lisa e linda, quando olhei pra ele, começou a sorrir, deu algumas risadas, eu perguntei por que ele estava rindo, ele disse que o efeito da poção estava acabando de passar, quando me dei conta, estava de volta ao meu corpo normal, mamando na pica do meu pai, a essa altura eu já não queria saber se estava como homem ou como mulher, a sensação de chupar aquela pica estava tão boa que fiquei chupando até ela amolecer todinha. Agora todo dia transamos.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil markus_85
markus85

Nome do conto:
PAPAI E A PORÇÃO DE TRANSFORMAÇÃO

Codigo do conto:
60044

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
02/02/2015

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto erotico republica estudiantesmeucontos eroticos sogro come sua filha caçulaconto erótico mulher deixar engravidar de amigo dotadocontos eroticos filha casada fode com seu pai que tem um pau de 27cmsesposa corno conto gozadaConto erotico perdi o meu cabacinho e me arrependi doeu demaiscontos eroticos vibrador enorme da mamaecontos eroticos de patricinhas trasando na praiaConto erotico primaconto eroticos com irma da minha esposacontos de sexo com a fran mulher do meu amigo fotosnoracontoeroticocontos eróticos com minha irmanzinhacontos eróticos mamãe descobriu que o filhinho é bichafui chantageada e como vinganca trepei com outro xnxxporno com ñegao deĺiciosóenteada 11 sexo contoquadrinho outra chanceconto erotico-tomei 3vezes no cu de saiaentenda me deu seu cuzinho coroas.10Fudendo a mae do meu colega coroa eu novinho contosconto.cazeiro brochacontos dei pro meu irmão pintudocontos eroticos anal emrabando a professora do estágioconto erótico em imagens comendo a secretáriacontos eroticos, minha esposa cincoentona. comida por dotadocomer bucetahentai contosconto erotico esposa so de calcinhacontos eroticos com july fotosSo,cabelo de,bucetaconto erotico sexo oral namoradameninas superpoderosas eroticoConto erotico come o cu da nossa filhaconto erótico eenfermeirofantasia erótica cachorrinhaconto erotico ninfeta chantagemcontos veridico de incesto irmao novinho bem dotado seduz sua irma casada e fode elaImagens da penis dos Negrosconto erotico incesto publicoporno hentail suruba novinhacomeram minha esposa sem eu saber contocasada deu pro primo roludo que saiu daprisao contogibis porno de um negaoeu minhas primas eo cachorro contos eróticoscontos eróticos comi o cu da minha prima brincando de pique esconde contod eroticos virgem novinha dez anoshentai gay pt brflagrei minha esposa tomando sêmen de cavalocontos eroticos em quadrinhos meu sogro me arrombou comisccalcinha para o sobrinho contossentadinha no colo do titiocontos eroticos de papai chupando filha depois veio a do avôconto erotico esposa dopada e bebadaconto tirando o atraso da sogratia timida nua contoconto erotico odeio pecar mas adoro pagr pemitenciaestupro chupando grelo grande até ferircontos eroticos de travesti estuprado por tres bem dtadasconto erótico casada vai na despedida de solteira na net e fala para o maridogostosas do bundao de vestidocontos eroticos baixinhasogra atisa o genro ate ele fuder elsconto comendo cu na marra da santistacontos eróticos com mulher doenteconto safado de velhoscontos eróticos gostei de ser gay pelo meu amigo gaycontos eróticos a aposta da esposaconto erotio tia e sobrinha vadia Sadomasoquismo paty[email protected] contos eroticos sexo anal com vizinjo bemsem calcinha no baile funkminha mãe filmou meu pai me comendo