O velho de sorte arrombou minha namorada



Tenho uma namorada, se chama paulinha ela é morena clara, 1.70 de altura, ela tem no máximo 60 quilos magrinha bundinha bem feita cabelo preto lisinho e grandes, uma ninfeta muito deliciosa mesmo. O seu forte mesmo são os seus belos peitões, fartos, bicudos aureolas grandes e rosinha, bicos rosados sempre durinhos, temos uma vida sexual muito ativa fodemos muito e nós dois temos desejos e fantasias parecidas, as mais perversas eram minhas fantasias desejos mais insanos, queria ve-la sendo fudida pelos tipos de caras que nunca poderiam possuir um corpinho como o dela, tipo velhos, gordo, mendigos, anões, quero ve-la dando prazer a quem jamais imaginaria que pudesse fode-la e isso me faz ficar com muito tesão, e quando eu conto minhas taras a ela, ela se transforma numa verdadeira puta. Ela adora quando fodemos com muita força e eu soco sem pena nela, castigo muito sua xoxota e cuzinho, ela diz que adora gozar assim, e sem contar que ela tem a xoxotinha e cuzinho já acostumados a tomar com força, usamos brinquedos e já havíamos transado com outras mulheres e caras, em uma de nossas fodas perguntei se ela me daria um presente de aniversario, e ela perguntou o que seria, eu disse: uma foda com um tipo estranho qualquer que eu mandasse, ela riu e disse tá bom depois não se arrependa e riu muito, no meu aniversário meu presente foi ela ser minha puta e foder com quem eu quisesse, ela ficou meio receosa mais topou pois ela adora ser fodida.
No dia do meu aniversario combinamos tudo e eu preparei ela antes de sair colocando um plug médio em sua xoxota e um pequeno em seu cú, ela se vestiu Colocou um vestido um pouco acima do joelho e com alças ajustáveis, uma sandália de salto, estava linda, nisso rodamos a cidade e ficamos esperando um cara que eu gostasse e disse-se que ele era o escolhido pra fuder com ela, passamos por muitos cantos e ficamos pouco tempo até entramos em um baile da terceira idade nisso demos um tempo no salão e ela foi ao banheiro, nesse tempo vi um senhor sentado sozinho numa mesa eu cheguei lá e fiquei conversando com ele nisso a paulinha chegou e eu a apresentei e quando ela se inclinou pra falar com o velho os seus seios se mostraram quase inteiramente o velho ficou doido era um coroa magricelas cerca de 1,50 de altura e corpo franzino mãos finas e pequenas, ele tinha uns 72 anos de idade, quase uma múmia -rsrs. se chamava Arnado, e morava ali por perto, eu chamei minha mina perto e disse esse é o escolhido, Paulinha disse tá bom e ficou bebendo e conversando com o velho, ela discretamente ajustava a alça do seu vestido e mostrava seus peitões para ele, nisso combinamos um local e fomos para o seu apartamento, mais antes de começar a pegação eu fui com ele numa farmácia compra viagra, lubrificante e camisinhas pra nossa festinha, quando nós entramos novamente no carro o velhote veio para o banco detrás com um tubo de KY e disse pra paulinha: seu namorado falou que você gosta de ter a xoxota mal tratada né? eu olhei pra meu namorado que me olhava pelo retrovisor sorri e disse sim, ela é pro senhor arrombar hoje seu velho de sorte deixa ela frouxa, o puxou e o beijou, arriou as alças do vestidinho e mandou o velho agarrar suas tetas; ela puxou a cabeça dele de encontro aos peitões e disse: mama mais velho gostoso, mama mais, muito mais, chupa gostoso, mama gostoso, estou com os peitos duros de tesão e vc tem que mamar muito, o velho ficou segurando as tetonas gostosas como se fosse uma criancinha de colo, Foi mamando, chupando gostoso, ora um ora outro, segurava os dois peitos, apertava dava tapas neles e queria colocar os dois bicos na boca, lambendo, mamando ela ficou ofegante e colocou a calcinha de lado e tirou o plug para o velho lhe dedar a xoxota, e ele disse - Posso ver o quanto você agüenta, Paula? então eu pedi para o velhote enfiar um dedo na minha xoxotinha. Ele enfiou um, e depois disse: Dois você agüenta, ? Hummm... você sabe sim... hummm... Então ele colocou outro dedo dentro da minha xoxota. ? gemi. ? hummm... e via meu namorado me olhando pelo retrovisor e eu mordia os lábios e fazia cara de safada; minha xoxota se arreganhava implorando que ele enfiasse mais. Ficou brincando com os três dedos dentro da minha xoxota, nada disse e então enfiou quatro dedos, continuou Só tá faltando o dedão, Paula! Ao dizer isso, o velhote começou a enfiar seu dedão dentro da minha xoxota, junto com os outro quatro dedos que já estavam lá? e pôs o dedão, nossa sua mão estava quase toda dentro da minha xoxotinha eu me contorcia de tesão e pedia pra ele ficar enfiando e tirando enquanto ele me mamava o peito direito e eu conduzia o esquerdo pra eu mesma chupar, minha perna estava toda aberta e eu dizia, me come senhor, soca, ta com pena de mim? me rasga, quero sentir esta mão me rasgando, meu corninho gosta de ver também, ele lubrificou mais a sua mão, e já entrava com tanta força e facilidade que ficava fazendo barulho de folpt, flopt, flopt...minha xoxota tava sendo arrobada pelo velho. Paramos pois estávamos chegando no prédio em que ele morava, mais antes de sairmos do carro ele socou o plug novamente em minha xoxota, ao entrar no apartamento começamos novamente, agora tinha um plug enfiado na xoxota com pelo menos uns dois dedos e eu batia uma punhinha e chupava os ovos do coroa, ficamos assim por uns 10 minutos, e agora foi a minha vez de gemer e gritar: me come! mete gostoso! me enrraba! ai! ai! ui! que gostoso! me fode! come meu cuzinho! levei minhas mãos até minha bundinha e as separo, puxando-as para o lado, oferecendo meu cusinho agora eu estava sendo enrrabada por um senhor já de idade, 72 anos seu pau, que estava durinho, não era grande, era como posso dizer, tamanho padrão, 14 cm e fino; eu pedia pra ele me arregaçar toda e começou a socar lento e depois rápido e fui gozando mais e mais, depois ele me virou e me fudeu com violência o Velho brincou bastante com meu cu, a medida que o ritmo aumentava eu pedia para meter mais fundo, para fuder com o meu cuzinho, aquilo tudo me deixou louca e comecei a implorar para ele me fuder e a rola entrando e saindo. Você quer que eu te deixe toda folote sua vagabunda, que te arregace, e então toma dá teu cu pra mim gostoso assim vai mexe cadela, quero te foder toda sua vaca quero ver esse cu ficar enorme todo frouxo, quero foder ele muito. Então ele voltou a comer meu cu com muita força, podia senti-lo sair quase todo e depois bater lá no fundo sem dor, comecei a jogar minha bunda pra trás e pedir mais, sentindo aquele vai e vem, sentindo seu pau deslizar no meu cuzinho, seu pau foi engolido totalmente pelo meu cuzinho, ele atolou de uma vez só sua rola que desta vez, não encontrou resistência nenhuma o pau entrava e saía mais fácil ainda, mandei ele se deitar e fiquei de frente pro meu namorado, o olhava com cara de puta e sentava de vez e com força no pau do velho, e eu mandava ele enfiar a mão e arrombar minha xoxotinha enquanto era enrrabada, o velho queria sentir meu cuzinho morder seu pau quando gozasse, virei de frente pro velho e cavalguei em seu pau e mandava ele apertar meus peitões com força e chupá-los, ele prontamente atendeu, nisso eu empinava a bunda e mostrava o buraco que o velho deixava nele, quando ele gozou eu levei a mão até meu cusinho e tive um susto com o rombo que o velhote deixou, virei pro meu namorado e com a carinha de puta disse pro meu namorado abrindo a bunda, feliz aniversario amor.
Dormimos juntinhos e ao amanhecer o sr. Arnado nos acordou e a paulinha o desejou bom dia presenteando ele com uma bela e deliciosa chupada; chupava com uma vontade, via quase o pau do cara desaparecer na sua boca ela chupava suas bolas olhava pra ele com cara de safada e pedia pra ele fode a xoxota dela, falou que gosta quanto ele a tratava como uma puta, e assim foi se abrindo ficando com os peitões totalmente a mostra para o velho olhar e deixava à-vontade o seu cuzinho e xoxota arreganhados e frouxos pro velho meter sem pena. Só que desta vez ela pediu que eu participasse junto com o sr. Arnado; mandou o velho se deitar e sentou em seu pau e pediu que eu comece a sua xoxotinha ao mesmo tempo que o Arnado fizemos uma dp vaginal pois a essa altura sua xoxotinha já estava frouxa de tanto tomar a mão do seu Arnado e o plug, gozamos muitos nos despidimos e voltamos pra casa depois. Nos próximos contos eu relatarei as novas experiências que tivemos a outra saída que a paulina fez com o sr. Arnado, espero que tenham gostado.
Foto 1 do Conto erotico: O velho de sorte arrombou minha namorada


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario pikavoraz

pikavoraz Comentou em 05/04/2015

perfeito.. velho de sorte!

foto perfil usuario ksadopiratining

ksadopiratining Comentou em 23/02/2015

Eu também quero foder você todinha.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


61318 - ela fez um trombadinha feliz - Categoria: Fantasias - Votos: 13

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico pedropaula

Nome do conto:
O velho de sorte arrombou minha namorada

Codigo do conto:
61084

Categoria:
Coroas

Data da Publicação:
21/02/2015

Quant.de Votos:
14

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos motel depois do forroconto erotico casada na praia de.nudismoPorno fia louca pada po pai erelatospedi e virei cornohistoria em quadrinho porno traicaoTransando no ônibus quadradinhoconto fudendo a enteadinha gordinhaconto estupro gang negroscontos eroticos meu namorado roludo comeu eu e minha filha nao sei como ela aguentouEu tava dormindo e meu pai me comeutravesti sexo quadrinhovelha do badoo contoconto com a mulher do cunhadonaninhas piludasputaria punheta sem experiêncianudista com a buceta saindo gozoconto erotico filha visitando pai na fazendaconto erotico amiga de trabalho Conto mae filho realuma vez sem camisinha aconteceu acidente contomeninas brincando de esconder contos eróticosContos eroticos de zoofiliacontos eroticos levei minha mulher para fuder com negros roludosconto eroticomamando na maninha eo marido dela chupando meu paucontos comendo menininha de 10contos eroticos + punheta 2018SEIOS PELADOSdepois q ela gosô começou a se tremer todasexo pornôcontos eróticos incesto 2017 sou vagabunda do meu filhoquadradinhos porno amigo negro do meu filhoconto erotico esposa peladinhahttp://comtos eroticos de estupromazinho 12012relatos sexuais feminino casais amigos jogando strip pokero negao comedor de cu quadrinhosQuadrinhos eróticos Novinha virgem chora na pau do paiconto erotico safadezaconto erotico meu marido morre de ciumeshq porno gay do kakecolega de quarto conto eroticoporno menina gemendo muitoaultoverdade ou desafio ruiva contos erticoscontos eroticos reaisconto erotico da titia rabuda do rabao no carnavalsó provocar amigo conto erótico cornoestrupando a eteadaConto erótico Cheira a bunda da irmã dormindomaegravidafilhocontosou viciada em ciriricacontos eróticos de pai pastorcomi o cu da enteada - contosele me ensaboou minha bunda depois me penetrou com calma contos eroticoscontos e relatos eroticos de traicao peguei minha esposa transando com dois negao dotadosfilhaputacontocontos de sexo gay brincando de pipasexo tesaocontos gay apartamentoconto erotico mae buceta peluda mete com filho dotadocontos eroticos baralho biconto quente pagando consertoquadrinhos eroticos acausinha em fiada da budinha da minha filinhaconto erotico gay cumplices de um resgate"piriquita da sua esposa"Xvideos espretando ela enquando transa com o seu maridoconto erotico gozando dentro da buceta e do cucontos de machos roludos dominando cornoscontos eroticos mendigaconto comi um padre gaymagrinha contos eroticoscontos eroticos/ chupei a rola do meu irmãozinhocontoincesto porno desenhoesposanas baladacontosaos 15 dei minha bundinha e viciei na rola grande e grossa do meu padrinho tarado...agora sou o viadinho dele contoscasado;urologista;contos eróticosESPOSA putascontos erotico meu filho me violentouporno bucetas da minha tiacontos eróticos gay a boca da garotadaliga da justiça quadrinhos de sexocontos eroticos comi minha empregada na minha camaeu e meu amigo transamos contos eróticos gay5 sado contos eroticosconto erotico comendo o cu de minha irma casadamamando piroca no glory holeconto gay dei cu vizinhoTia peladasarrando a bundinha da minha filinhacontos eroticos cunhada realWww.novinhamoleca.comcontos eroticos mulher do amigo se tornou orgia.conto erótico sobre homens que adora espia mulheres no banho contos erotico minha mae e eu chupando o cacetao do encanador