Cadelinha (real)



Cadelinha
No domingo a gente levantou e tomou café rápido. O Lucas ficou me apressando pra sair antes do André levantar. Fomos com o pretexto de me mostrar o sitio e levei uma canga na minha bolsa junto com um pacote de biscoito recheado e dois todinhos.
Seguimos pela trilha e em determinado momento Lucas nos desviou por meio da mata. Quando nos afastamos da trilha ele me encostou numa árvore e mandou eu tirar o short e a calcinha.
Eu: Se ta doido garoto da trilha da pra ver a gente.
Lucas: Anda logo, eu quero tua calcinha. Vc quer que eu tire na marra?
Eu: Não vou tirar porra nenhuma...
Nem consegui terminar de falar e ele já estava me segurando e me puxando contra o corpo dele. Me debatia pra sair do seu abraço mas só deixava ele mais excitado pq ficava esfregando a bunda no pau dele enquanto me mexia.
Ele me travou com um braço só e com a outra mão livre apertou meu peito com força, tentei segurar a mão dele, mas ele falou no meu ouvido:
Lucas: Se não obedecer eu não vou ser carinhoso igual ontem de noite. Vou arrombar tua buceta e teu cuzinho. Vai me obedecer?
Eu: ta bem. Por favor, não faz isso.
Eu já estava quase chorando, mas soltei a mão dele e logo senti seus dedos invadirem meu short e esfregarem minha bct por cima da calcinha.
Lucas: Vou te soltar e vc vai tirar seu short e sua calcinha.
Assim que ele me soltou eu fiz o que ele mandou, fui tirando o short e a calcinha, ai veio o tapão na bunda.
Lucas: Caralho! Eu quero que tire o short primeiro e depois a calcinha, não é os dois juntos.
Minha bunda estava ardendo e eu já chorava, mas fiz como ele ordenou. Ele pegou minha calcinha e meteu no bolso dele.
Lucas: Coloca o short de novo.
Coloquei o short morrendo de medo de levar outro tapão. Ele segurou minha mão e me deu um beijo na boca muito gostoso.
Lucas: Boa menina! Vem gostosa.
Continuamos andando, agora de mãos dadas. Ele sorria e me olhava vez ou outra. O safado me levou numas pedras e sentou em uma.
Lucas: Vem aqui pegar meu pau e mamar.
Quando dei o segundo passo pra perto dele ele completou:
Lucas: De quatro. Cachorra anda de quatro.
Eu fiquei de quatro e fui até ele. Fiquei de joelhos entre as pernas dele e baixei o calção e cueca, o pau dele pulou duro igual uma pedra.
Lucas: Lambe ele todo... isso minha cachorrinha.. uhmm. Agora coloca só a cabeça na boca e chupa... aawwhn sua puta.
Senti minha buceta molhando e ele começou a esfregar o dedão do pé no meio da minha buceta.
Lucas: Deita aqui na pedra.
Abri a bolsa e peguei a canga. Ele viu o biscoito recheado e os todinhos e pegou. Coloquei a canga sobre a pedra e deitei de barriga pra cima. Ele viu meu short marcado pelo liquido da minha bct. Puxou o short todo me deixando pelada da cintura pra baixo
Lucas: A cachorra ta gostando mesmo. Ta toda molhada. E eu to com fome de novo.
O fdp abriu o todinho e foi derrubando na minha buceta enquanto passava a língua.
Ele parou de me chupar e pegou uma camisinha no bolso.
Eu: Lucas se doer vc para ne?
Lucas: Buceta foi feita pra dar. Para de reclamar. Vou te mostra o que é dor.
Ele ficou entre minhas pernas e colocou o dedo na minha boca.
Lucas: Baba ele todinho.
Lambi e babei aquele dedo e Lucas levantou minha perna direito e foi atolando o dedo que eu lambi dentro do meu cu. Tentei sair e gritar.
Lucas: Isso ai é dor sua puta. Apertadinho.. to com vontade de meter o cacete.
Eu: Não Lucas, por favor. Ta doendo demais.
Ele tirou o dedo do meu cu e encapou o pau com a camisinha.
Lucas: Vai deixar eu comer essa bucetinha sem estresse ou quer q eu rasgue seu cu?
Eu: A buceta... só ela.
A cabeça entrou bem por ser mais fina que o pau, mas quando chegou na metade que aquele pinto engrossava eu só pensava que ele tinha que gozar logo pra acabar.
Quando passou a parte do meio do pau, a base fica mais fina de novo e ai entrou tudo. Eu sentia me rasgar por dentro. Não era grande, mas muito grosso. Depois de uns 5 minutos metendo eu senti aquilo crescer mais e depois foi ficando mole e ele tirou. A camisinha tava cheia de porra e tinha sangue tmb.
Eu fiquei desesperada e ele se preocupou tmb. Me levantou e me abraçou, me beijou e tentou me acalmar.
Lucas: Calma, é assim mesmo. Depois você vai se acostumar e não vai machucar mais. Fiquei feliz em você ser minha cachorrinha e quero sempre ser seu dono.
Eu: Porra Lucas, ta doendo minha bct e sangrando.
Lucas: Já parou de sangrar, foi só na metida mesmo.
Ele me devolveu a calcinha e deixou eu me vestir. Comemos os biscoitos e voltamos pra casa. Quando eu tomei banho senti ardência ao lavar a bct, xinguei ele no chuveiro, mas no fundo tinha gostado.
Depois do almoço o André veio falar comigo:
André: Vocês são vacilão, nem me esperaram.
Eu: Dedé, foi muito doloroso. Me machucou e não gostei.
André: Porra, Lucas é foda mesmo. Mas faz assim, me promete que guarda esse cuzinho pro meu pau.
Eu comecei a rir e balancei a cabeça concordando. Ele ia esquecer mesmo.
Nós fomos embora de tarde e minha mãe prometeu voltar nas minhas férias de escola e me deixar aqui uma semana.
Logo pensei: “to fudida”.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario mrpain

mrpain Comentou em 12/02/2018

Interessante bom inicio vou ver os demais contos. Mas esse começou muito bem.

foto perfil usuario espadachim

espadachim Comentou em 09/11/2016

Votado ! Boa iniciação...muito bom seu conto.Vc leva jeito pra ser uma boa cadelinha, tem dono? Se te interessa ter um dom e não tiver nenhum ofereço meus préstimos.

foto perfil usuario vine

vine Comentou em 06/11/2016

Adorei seu conto. adoraria mt bém fundo nessa buceta

foto perfil usuario goncalencesex

goncalencesex Comentou em 29/09/2016

Uma delicia de relato. Uma submissa dos amigos. Posso ser seu amigo se dono também? rsrsrsrs

foto perfil usuario anjo discreto

anjo discreto Comentou em 26/09/2016

Que gostoso!!! Morrendo de tesao com seus contos aqui... Bjs

foto perfil usuario antoniolobo

antoniolobo Comentou em 26/09/2016

Que delicia de conto! Muito bom! Votado




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


89557 - Com a boca cheia - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
89558 - Ela + Ela = uhhmmm - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
89559 - Não gostava dele... mas não importou pra ele - Categoria: Heterosexual - Votos: 10
89560 - Eles num quarto e a gente na sala - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
89561 - Deixando eles com vontade - Categoria: Exibicionismo - Votos: 16
89593 - Foda de fim de namoro - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
90451 - ADRIAN SE EXIBINDO - Categoria: Exibicionismo - Votos: 1
90903 - ELE É BOM COM A LINGUA - Categoria: Heterosexual - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil brunnalamas
brunnalamas

Nome do conto:
Cadelinha (real)

Codigo do conto:
89556

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
24/09/2016

Quant.de Votos:
20

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


cornos bi sexo contosContos eroticos virando mulherhq porno gayContos comi minha mae gostosa na piscinarevista pornocontos Papakumeu padrasto comeu minha bucetinha careca contosmaegravidafilhocontocontos eroticos de iniciação gay: mete devagarcontos buceta da primacontos eroticos trasando a ninfeta da xana inchadaso cassetao duro fotofodendo a militar no quartel, e ela pede mais. conto eroticocontos eróticos chupando minha bucetinhasobrinho acaricia pau do tiobucetinha da Maria Joaquina do carrosselcontos primeiro sexo primeira suruba de uma novinhacontos eroticos mae trair o marido com o próprio filhoputas de moz sem camisinhaContos eroticos com coroashentai porno incesto eu minha mae e minha irmazap de corno em friburgomerens chupando fudendo calcinha molhadaporno desenho em cuadrinhocontos eroticos comi minha namorada e a irmacontos eroticos de incestos em bh mgcontos eroticos viúva velhaconto sobrinho mamar na tiacontos eróticos de gay fui dormir na casa do meu amigo de colégioadoro ver minha mae fudendo com meu padrastoConto erotico pica de 28 na molequinhasconto erotica lilica sexo cacaconto lesbica prima estrupa priminhacontos eroticos a mulher carente e gravidaconto gay comendo motorista de ubercontos eroticos cariciano buceta virgemcontos eroticos com july fotossentada colo sogra contoconto erótico parte 3contos eroticos o meu pastor me comeu na chantagemcontos eroticos fudendo o rabinho da minha avocontos eroticos gay currado pelo personalconto erotico irma da igrejasafadaconto minha esposa bebadacontos de estrupo em família comeram meu cu quando era bem novinho sofri na pica grandequadrinhos de estupro no sexodog pauludo prezo pela xoxotaoh familia 8 parte 4 hentaiConto erótico orgia com amigos komik bokep indonesia tantebuceta sussurranteConto anal Arrombada por pirocoesconto erotico marido arrependidonovinhos batendo uma punheta para o primo contos eroticosdezenho porno en quadrinho dos frisdosContos fomos na casa de um amigo e quanto eu jogava cinuca ele arrombava minha esposaConto 12 aninhos e foi penetrada ate o talo pelo vizinhoesperei meu colega dornir e mammei seu pinto3 mulher pelada banhanda pelada de pescinaay papi volume 17 parte 3sempre olhava quando.minha filhinha engatinhava, contos pornos incestohentai familia sacana banhando o vovoconto erótico estilo panicatconto erotico com mae,filha e animalenganada quadrinho eroticoConto erotico estupro gaycontos mae na pica estranhoxvideis o rabo da mae hetaiminha esposa com um garotao megadotado o na praia do pinhocontos eroticos minha esposa com tres machos fantasiaContos eroticos de primas submissa por primos no sexoConto dr estrupo na mesa de sinucacontoserot/mamae pegou eu e meu irmao brincando de medicomother and son cartoon pussyContos eroticos com as prinhas de 10 e 12 amimhosconto erotico pau liso de irmaoincesto pai fode filha de oito anos depois do balletconto erotico gay punheta onibus